DEPUTADO ESTADUAL ADOLFO VIANA

DEPUTADO ESTADUAL ADOLFO VIANA
A SERVIÇO DA BAHIA E DOS BAIANOS

terça-feira, 19 de junho de 2018

Prefeitura de Remanso divulga programação oficial do Forró Folia 2018

6/19/2018 04:04:00 PM
A Prefeitura de Remanso através da Secretaria de cultura e eventos divulgou oficialmente na manha desta terça-feira 19 de Junho a programação oficial do Forró Folia 2018 do município.
Com grande estrutura: barracas padronizadas, toneladas de som e luz, e grandes atrações.
Com o tema Remanso terra da alegria, Com festival de poesias, danças folclóricas, e quadrilhas o evento contará com atrações musicais locais, regionais e grandes atrações nacionais, diversificando e alegrando a festa, de 30 de junho á 02 de julho, Remanso será a capital da alegria.
São 03 dias de muita festa e diversão.
Confira a programação completa:

Dia 30/06 – no primeiro dia da festa dia 30 o evento terá a realização do Grupo Cultural Cabrine – GCUCA  com Festival de poesias, danças folclóricas, quadrilhas e bandas locais.
No segundo dia da Programação a realização será da prefeitura de Remanso com a seguinte programação:
Dia 01/07 – Guilherme Dantas, Adeílson Rezende, Leandro do Acordeom, e Maria Clara.
Dia 02/07 – Adelmário Coelho, Marcio passos e Lucilio Viana, Isis Maia e banda, e Léo Magalhães.
Realização: Prefeitura municipal de Remanso.
Com o apoio do Grupo Cultural Cabrine – GCUCA
Coordenação: Secretaria de Cultura e Eventos.
Fonte:remansonews

Sento Sé: Candidatura do ex-prefeito Ednaldo Barros em 2020, preocupa adversários

6/19/2018 03:58:00 PM
Da Redação
Apto para ser candidato em 2020, o ex-prefeito de Sento-Sé Ednaldo Barros (PSDB), começa a receber adesões importantes. São eleitores e lideranças partidárias decepcionadas com a má gestão da prefeita Ana Passos (PSD). Essas movimentações tem provocado preocupação e desespero nos adversários políticos, que tentam a todo custo enganar o eleitorado local. Recentemente o grupo da prefeita requentou matéria jornalística de 2016, em que a justiça havia provido decisão liminar em desfavor do ex-gestor. A matéria trata da prisão e da cassação dos direitos políticos, más é um documento vencido, sem valor jurídico e sem efeito legal.

Conforme consta nos autos, a 5° turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça), julgou improcedente a decisão imposta pelo Tribunal de Justiça da Bahia, e manteve a liberdade e os direitos políticos do grande lider. Ednaldo Barros não só provou a sua inocência, como provocou a unificação do direito pleno.
A defesa do ex-presidente Lula, aguarda o julgamento de um decurso especial como esse para tentar libertar o petista.
Confira inteiro teor da decisão que manteve os direitos políticos de Ednaldo Barros.

Fonte: acaopopular

BAHIA: Estado divulga resultado final do concurso público para professor e coordenador pedagógico

6/19/2018 03:53:00 PM

O resultado do concurso público para professor e coordenador pedagógico da rede estadual de ensino foi publicado, nesta terça-feira (19), no Diário Oficial do Estado (DOE) através das Secretarias da Educação e Administração do Governo do Estado. O certame disponibilizou 3760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. 
Mais de 103 mil pessoas se candidataram as vagas, divididos em 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), situados em Salvador e em outros 26 municípios do Estado. A classificação é separada por cargo, o tipo de disciplina e o local (NTE). Além disso, do total de vagas, 30% são reservadas para negros e 5% para pessoas com deficiência. 
Os professores terão remuneração total de R$ 2.814,28, enquanto que coordenadores pedagógicos receberão R$ 2.890,87. As vagas de professor são para lecionar Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia.
O concurso tem validade de um ano, prorrogável por igual período. A nomeação dos aprovados será realizada pela Secretaria da Educação, conforme a conveniência da administração pública.

Fonte: bocaonews

Bolsonaro faz comício virtual enquanto corta o cabelo

6/19/2018 03:50:00 PM

Entre uma tesourada e outra, o pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) deu recados sobre economia, relação com o Congresso e direitos indígenas enquanto cortava o cabelo nesta terça-feira (19). A cena, uma espécie de comício virtual do deputado, foi exibida ao vivo na página dele no Facebook durante 35 minutos.

Sentado, com semblante sério, mãos entrelaçadas no meio das pernas e franja penteada para a frente, o presidenciável anunciou visitas a cidades do Nordeste nos próximos dias e reclamou de ataques à sua campanha.
"Nós temos um objetivo pela frente, que é tentar mudar o destino do Brasil. Estão todos contra a gente! A esquerda de um lado e depois o tal do centrão do outro lado. Parece que eles não engolem a possibilidade de ter alguém diferente na política", disse Bolsonaro.

Enquanto o barbeiro (que, segundo a assessoria do político, se chama Antônio) acertava as pontas dos fios, o deputado emendou um discurso econômico, culpando planos de governos passados pela situação das contas do país.
"Daí falam que eu não entendo de economia. Não entendo mesmo! Que os entendidos de economia, os economistas, simplesmente afundaram o Brasil", afirmou.

"O pessoal fala em liberalismo, né? Todo mundo quer liberar. Eu também quero", seguiu Bolsonaro. "É igual a um pré-candidato aí a presidente que deu umas alfinetadas em mim e falou: 'Eu sou pelo livre mercado, eu sou pelo Estado mínimo'. Mas pegou R$ 1,2 bilhão no BNDES. Ele é favorável ao Estado mínimo para você, não para ele", disse.
Em março, o site BuzzFeed publicou que duas empresas de Flávio Rocha, pré-candidato a presidente pelo PRB, receberam R$ 1,39 bilhão em empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) durante os governos Lula e Dilma Rousseff, ambos do PT.

Rocha disse à publicação que não houve irregularidade nem escândalo nas operações.

Em outro momento, o deputado citou de novo o provável adversário: "O próprio Flávio Rocha pegou algumas empresas tuas e botou lá no Paraguai. Nada contra, [está] certo. O custo Brasil é enorme. Aqui no Brasil é difícil você abrir um negócio".

Buscando se descolar dos demais pré-candidatos, Bolsonaro disse que, embora exista "muito deputado bom no PSDB", o Brasil "não aguenta mais um ciclo de quatro anos PT/PSDB", porque vai "continuar esse lixo todo".

Ele sugeriu que os eleitores votem em deputados que pensem parecido com o presidente, já que mudanças dependem também do Congresso Nacional. "O cara que vai votar em mim, por exemplo, se votar num cara do PSOL para o Senado ou para a Câmara, você está jogando seu voto fora."

Virando-se para a câmera do celular, que era segurado por um de seus assessores, o deputado falou: "E agora começam a usar a questão do Bolsa Família para me atacar. Você, senhora, você, senhor, não interessa onde esteja no Brasil, que recebe Bolsa Família, se eu chegar lá [à Presidência], vai continuar recebendo".

Aos 19 minutos da transmissão, o deputado começou a se mostrar impaciente ("Quase pronto aí?", perguntou ao profissional que cuidava de seu cabelo), mas respirou e aproveitou para rebater mais ataques.

Sobre suas declarações envolvendo gays: "Cada um vai ser feliz da maneira que bem entender, eu não tenho nada a ver com isso. [...] Usam isso [afirmação de que ele é homofóbico] para nos dividir".

"É igual a questão afrodescendente, né? Poxa, quem é que não tem, é, [abre os braços e sorri] amigos afrodescendentes. A minha esposa é filha do Paulo Negão, nós tamos 'junto e misturado', não tem diferença entre nós. Mas usam essa causa para nos dividir. Tudo é racismo, tudo é racismo no Brasil."

Já no fim do corte, enquanto o barbeiro retirava a capa azul clara que protegia a camisa branca do parlamentar, Bolsonaro se lembrou de outro tema: "O índio não pode continuar sendo tratado como se fosse um animal de zoológico".

Segundo ele, índio também quer energia elétrica, internet, jogar futebol. Quer dentista "para arrancar um dente dele que está doendo, quer um vermífugo, ele quer um soro antiofídico para que ele não morra ao ser picado por uma cobra".

"O índio é um ser humano igualzinho a nós", concluiu.

Segundo a assessoria do presidenciável, o vídeo foi gravado em Bento Ribeiro, a 23 km da casa dele, em um condomínio na Barra da Tijuca. O político corta o cabelo no bairro do subúrbio carioca há muitos anos, informou sua equipe.

Fonte: bocaonews

BAHIA: Zé Ronaldo acusa Rui Costa de assinar “licitação de obra fantasma” na boca da eleição

6/19/2018 03:46:00 PM
O pré-candidato ao governo da Bahia, Zé Ronaldo (DEM), acusou o governador Rui Costa (PT) de assinar licitações de “obras fantasmas” pelo interior do estado para viabilizar apoios e votos na corrida para sua reeleição ao Palácio de Ondina.  
“Rui Costa é um governador mediano. Ele está viajando a Bahia em campanha escancarada. Assina ordens de serviço e não começa as obras. Fica assinando licitações que Jaques Wagner começou 12 anos atrás [...] Na boca da eleição, assina licitação de obra fantasma”, atacou durante entrevista ao programa Se Liga Bocão na Itapoan FM, nesta terça-feira (19).
Zé Ronaldo citou obras ainda não realizadas no sul da Bahia e criticou também o modelo de gestão que acontece na área da saúde.
“Em ilhéus fez muita propaganda com o Hospital Costa do Cacau, mas fechou outro hospital. Ele abre em um lugar e fecha outro. Em Feira de Santana ele não me ajudou em nada. Chegou na campanha anos atrás e prometeu construir o primeiro hospital de Feira. Três meses atrás, por causa da campanha, construiu um puxadinho”, disse, em menção à ampliação do Hospital Geral Cleriston Andrade.
No campo da saúde, o demista ainda atacou a construção de Policlínicas, que hoje é um dos carros chefes de Rui Costa no segmento.
“Policlínica é até projeto bom projeto, mas 60% é mantido pelo município. Já tem município pensando duas vezes no custo benefício. Não é uma obra só do governo. É uma coisa que não dá solução na saúde”.
Fonte: bocaonews

BRASIL: PGR pede condenação de Gleisi Hoffmann por lavagem de dinheiro e corrupção ativa

6/19/2018 02:26:00 AM
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ao STF memorial do caso que será julgado nesta terça-feira (19), pela Segunda Turma, pedindo a condenação de Gleisi Hoffmann, do marido Paulo Bernardo e do empresário Ernesto Kugler.
Eles foram denunciados por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Os fatos estão relacionados ao desvio de R$ 1 milhão de contratos com prestadoras de serviços da Petrobras, que foram usados na campanha de Gleisi ao Senado, em 2010.
Segundo investigações do Ministério Público Federal (MPF), corroboradas por depoimentos dos colaboradores Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa, quatro repasses no valor de R$ 250 mil foram feitos em 2010 destinados à campanha da petista.
A pedido de Paulo Bernardo, as entregas foram operacionalizadas pelo advogado Antônio Pieruccini, ligado a Youssef, que viajou de carro de São Paulo a Curitiba, onde se encontrou com Ernesto Kugler e entregou o dinheiro.
Uma agenda apreendida pela Polícia Federal, pertencente a Paulo Roberto Costa, revelou o registro contábil da vantagem indevida com a indicação 1,0 PB. “A anotação ‘1,0 PB’ significa o repasse de R$ 1 milhão a Paulo Bernardo, marido de Gleisi Hoffman”, afirmou em depoimento o doleiro Alberto Youssef.
No documento enviado ao STF, Raquel Dodge destaca que Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo cometeram ato de ofício para fins de corrupção.
No caso de Bernardo, o crime consistiu em conceder permanentemente apoio político para viabilizar a indicação e a manutenção de Paulo Roberto Costa na Diretoria de Abastecimento da Petrobras.
Já em relação à senadora, o ato de ofício foi na modalidade omissiva, pois ela tinha o dever de fiscalizar os atos praticados por órgãos da administração pública.
“A senadora, expoente de seu partido político, locupletou-se dolosamente de todo um esquema de ilegalidades praticados na Petrobras e, também por isso, deixou de cumprir com seu dever de fiscalização”, afirma a procuradora-geral no memorial.
Fonte: Newsba

BAHIA: José Ronaldo e ACM Neto são recebidos com festa em Itabuna

6/19/2018 02:22:00 AM

Percorrer as mais diversas regiões do estado, conhecer de perto os problemas que afligem a população, entender a insatisfação das pessoas com a falta de atenção do governo, principalmente em áreas estratégicas como segurança, educação e saúde. Essa tem sido a tarefa diária do pré-candidato ao governo do estado pelo Democratas, José Ronaldo. No final de semana, em companhia do prefeito de Salvador, ACM Neto, e do vice-prefeito Bruno Reis, o ex-prefeito de Feira de Santana visitou Conquista, Valença e Itabuna. Nesta última cidade, na noite de sábado, ele participou do Encontro da União Sul da Bahia, realizado no Instituto de Cultura Espírita de Itabuna.
ACM Neto, bastante aclamado, chamou a atenção dos presentes para o perfil de José Ronaldo: “um homem sério, de coragem, determinado, trabalhador, que não tem medo de desafios, com capacidade de olhar para quem mais precisa”. O pré-candidato ao Senado, Jutahy Junior ressaltou seu compromisso com o Sul da Bahia e disse que a região precisa ser mais bem cuidada. “José Ronaldo é o nosso candidato e sabemos que ele vai ser o governador de todas as cidades. É um homem sério, ficha limpa. Tenho um vínculo forte com Itabuna. Buscamos recursos para o Hospital de Base, para a Santa Casa. Precisamos de obras como a da Barragem do Rio Colônia”.
José Ronaldo contou sobre sua história. “Sou de Pararipiranga e sai da cidade para fazer o ginásio em Cícero Dantas. De lá, fui fazer o ensino médio em Feira de Santana, sempre trabalhando. Sou funcionário público. Comecei vereador em Feira de Santana e fui eleito prefeito quatro vezes na cidade que aprendi a amar. Também fui eleito deputado estadual três vezes e federal. Como prefeito, fui presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB). Com mais de 40 anos na vida pública, continuo morando na mesma casa. As pessoas me conhecem por só prometer o que posso cumprir. Prometo dar tudo de mim… Sangue suor e trabalho incansável pela Bahia”.
O pré-candidato ficou emocionado com as manifestações de apoio que recebeu em Itabuna e nas demais cidades que visitou no final de semana. Entre os presentes, os vereadores de Salvador Tiago Correia e Kiki Bispo, os deputados Marcel Moraes, Sandro Régis, Benito Gama, Augusto Castro, o presidente do PPS Joceval Rodrigues, e os pré-candidatos a deputados, João Rocha, Edson Dantas, Cosme Araújo (PDT-Ilhéus), além dos vereadores de Itabuna Baba Cearense, Sarliane e Chico Reis, presidente da Câmara Municipal de Itabuna, além de lideranças de muncípios da região, como Uruçuca, Santa Cruz da Vitória e Buerarema.
No domingo à noite, José Ronaldo visitou a Vaquejada do Parque Guerra, a convite do realizdor do evento, Marivaldo Guerra.
Foto: Ângelo Pontes/Divulgação/NEWSBA

BRASIL: Temer corta até 94,9% de programas sociais

6/19/2018 02:11:00 AM
Brasil de Fato
Beneficiários de programas que sofreram cortes contam como políticas sociais foram determinantes em suas vidas
Gilvanete Costa, de 28 anos, piauiense que hoje mora em Luziânia, cidade do entorno de Brasília, teve sua vida influenciada pelos programas sociais criados pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sua mãe, dona Dejanira Santos Costa, que trabalhava na roça, foi beneficiária do programa Bolsa Família no pequeno município de Manoel Emídio (PI), a 450 km de distância de Teresina, capital do Estado.
Com o benefício, criou Gilvanete e seus quatro irmãos, e com o arroz e feijão garantidos, pôde dedicar seus esforços à educação dos filhos.
“Eu lembro que teve dias dela deixar de comprar alimento para comprar material escolar. Embora não tivesse em sua época acesso à educação, dona Dejanira sabia que o estudo é uma das portas para mudar realidade social das pessoas”, conta Gilvanete.
Anos depois, em 2013, a mãe de Gilvanete foi uma das principais apoiadoras para ela tentar acessar o ensino superior por meio do Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies. “Na época foi muito, muito fácil, acho que estávamos em outros tempos. Não estava como hoje, a questão política estava mais controlada e nossos direitos estavam garantidos. Foi uma oportunidade que eu tive e que jamais conseguiria arcar com isso, pagar”, lembra.
Foi por meio do programa de bolsas que ela conseguiu se formar em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Brasília no final do ano passado. A jornalista acredita ser um exemplo da necessidade dos programas sociais. “São programas que vieram realmente para dar mais dignidade para a gente que não tem acesso ao mínimo”, ressalta Gilvanete.
A maior vitória para ela é a casa conquistada por meio do Minha Casa Minha Vida, em 2014. O programa mudou a realidade social da jornalista. “Graças a esse programa eu consegui realizar o sonho da casa própria e ter o meu canto próprio. Sem os incentivos do governo eu jamais conseguiria”, conta.
A exemplo de Gilvanete, muitos brasileiros tiveram e ainda têm suas vidas transformadas pelos programas sociais. No entanto, todos os projetos citados pela jornalista hoje sofrem desmontes por parte do governo golpista.
Menos moradias
O Minha Casa Minha Vida, por exemplo, saiu de um orçamento de R$ 23,55 bilhões em 2015 para R$ 8,40 bilhões em 2016. Estavam previstos apenas R$ 3,69 bilhões em 2017, e se projeta um investimento de R$ 1,2 bilhão neste ano, ou seja, uma queda brusca de 94,9% em relação ao valor de 2015. Não são apenas os cortes impulsionados por Michel Temer (MDB) que influenciam o acesso ao programa. As regras também estão sofrendo mudanças.
O Minha Casa Minha Vida foi implementado em 2009, e de lá pra cá já fechou contratos para 4 milhões de unidades habitacionais, com investimento total de mais de R$ 270 bilhões, de acordo com o Ministério das Cidades. O número de imóveis já entregues é de 2,3 milhões.
No campo, a mudança das regras de acesso ao Minha Casa Minha Vida Rural têm afastado a efetividade do programa social para os agricultores.
Sonia Maria da Costa, da cidade Francisco Santos, também do Piauí, conta que foram muitas noites dormindo no chão até sua casa sair em 2012. Ela, que faz parte também da coordenação do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), denuncia que a nova modalidade em vigor depois do golpe está prejudicando o acesso das famílias.
“Praticamente elas nunca serão beneficiadas porque nem o pai pode doar terra para o filho, porque antes era até terceiro grau, o avô poderia doar para neta, o sogro para nora ou genro, e agora não. Se você não tiver a terra no seu nome, você não consegue acessar o programa”, lamenta.
Menos educação superior
Mudanças também chegaram no Programa Universidade para Todos (Prouni), lançado em em 2004. Eduardo Mauro de Carvalho, psicólogo, foi um dos beneficiários das bolsas parciais. Depois de quatro anos tentando passar no vestibular numa universidade pública, ele ingressou na Universidade Bandeirantes em 2005, se formando em 2010. Hoje, profissional ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS), afirma o peso positivo do Prouni em sua formação.
“Foi graças ao Prouni que eu tive a oportunidade de ingressar no ensino superior e ter o desenvolvimento que eu tenho hoje. Na época, Eduardo acertou 97% da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ficou em terceiro lugar e conseguiu uma mensalidade de R$ 200 que cabia em sua bolso”, conta.
Mais recentemente, em 2015, a jovem Deborah Monteiro passou no processo seletivo e iniciou o curso de Letras na PUC de São Paulo. “O Prouni acabou beneficiando muito das pessoas que como eu não teriam a menor condição de entrar, acessar uma universidade e de fato continuar nessa universidade. As pessoas nem prestavam [o vestibular]. Então você tinha todo um imaginário de que aquilo não era para nós da periferia”.
Hoje, a professora da rede pública relembra como foi a primeira da sua família a se formar, graças ao Prouni. Depois de uma vida escolar na rede pública, a menina negra da periferia se inscreveu sem tanta convicção na real possibilidade de ingressar na universidade com o curso 100% pago. Débora conta que sempre teve em mente que o programa é fruto da luta da classe trabalhadora e lamenta os desmontes sofridos hoje.
Em 2015, apesar do aumento no número total de bolsas do Prouni, houve uma queda no número de bolsistas integrais (para estudantes com renda de até 1,5 salário mínimo), embora tenha havido expansão no número de bolsas parciais (para estudantes com renda de até 3 salários mínimos).
Em 2016, com Temer, houve um corte de 80 mil bolsas integrais oferecidas pelo programa na tentativa de diminuir os gastos públicos. O Prouni já atendeu, desde sua criação até o processo seletivo do segundo semestre de 2016, mais de 1,9 milhão de estudantes, sendo 70% com bolsas integrais.
O corte nas bolsas integrais e a crise financeira fez os números de estudantes que abandonaram a graduação subir. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, mais de 170 mil brasileiros, com idades de 19 a 25 anos, abandonaram a graduação no ano de 2017.
Entre 2013 e 2016, a média de desistência de alunos era de 5% ao ano. Em 2017, esse número passou para 7,38%. Esse aumento pode ser justificado pelo aumento do desemprego e a redução da oferta de financiamento estudantil já que houve também redução no Fies. Com a saída de Dilma Rousseff (PT) e a entrada de Michel Temer na presidência, o programa sofreu nova redução de vagas no segundo semestre de 2016 e em 2017.
Fonte: acaopopular

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Sento-Se: Ex-prefeito Ednaldo Barros entrega sistema de abastecimento de água a famílias da zona rural

6/18/2018 01:24:00 PM

Na manhã de hoje (17), o ex-prefeito de Sento-Sé, Ednaldo Barros entregou aos moradores da comunidade Sitio Sossego, na região do Desengano em Sento-Sé, um moderno sistema de abastecimento de água, composto por um reservatório com capacidade para cinco mil litros, um bebedouro para animais e um catavento. A obra foi executada através da CODEVASF, no âmbito do programa de convivência com o semiárido, fruto de emenda parlamentar do deputado Jutahy Magalhães. Essa é mais uma ação de extrema importância para as famílias que vivem no polígono da seca e dependem da água para a sobrevivência, destacou Ednaldo Barros.
Seu Domingos do Peixe e dona Tereza, agradecidos reconheceram o grande gesto e ofereceram um churrasco de bode para a comitiva.
Além de garantir água potável aos moradores e suprir a necessidade dos rebanhos, o novo sistema vai permitir o cultivo de alimentos da agricultura familiar, gerando renda e oportunidades no campo.
Outras comunidades do município também estão recebendo o benefício e vamos acompanhar de perto o dinâmico trabalho da 6° superintendência regional da CODEVASF, finalizou o ex-prefeito.

Ascom Ex-prefeito Ednaldo Barros

Bolsonaro quer ‘pacotão’ para destravar economia

6/18/2018 01:14:00 PM
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
É uma difícil troca de gênero econômico. O deputado e pré-candidato ao Palácio do Planalto Jair Bolsonaro (PSL-RJ) tenta afastar-se da imagem de um polêmico sindicalista militar que defende políticas estatizantes e aderir a ideias ultraliberais do economista Paulo Guedes.
Nas últimas semanas, o presidenciável tem recorrido a um kit de bordões privatizantes e de enxugamento do Estado, sem concordar, no entanto, com a venda da Petrobrás, dos bancos federais e uma reforma imediata da Previdência. Propõe a redução de gastos e impostos, mas avisa que não aceita que o “bebê”, como chama as Forças Armadas, sofra contingenciamento.
O ex-capitão do Exército chegou ao topo das pesquisas com um discurso radical em temas como segurança pública e sexualidade. Na economia, ele adianta que busca ajuda de especialistas com “humildade”, numa estratégia de escapar de críticas. Não disfarça, porém, que é contra o extremismo econômico de seu conselheiro.
“Ele (Guedes) tem, às vezes, um excelente plano e bota na mesa. Mas eu digo: ‘Doutor Paulo, nota dez. Mas isso passa na Câmara e no Senado?’ Se não cortar aqui, pode ser um excelente plano, mas não vai para a frente”, diz o parlamentar. “Na questão política, ele me ouve. Assim como eu ouço ele na economia. Essa conjunção está dando certo. Estamos namorando.”
Antes de Bolsonaro, Guedes elaborou o plano de governo de Guilherme Afif Domingos, candidato à Presidência em 1989 pelo Partido Liberal. No posto de principal assessor econômico do pré-candidato, ele atraiu holofotes na defesa de propostas que batem de frente com os discursos e a trajetória de quase três décadas de Bolsonaro na Câmara. As divergências ficam explícitas num dos debates mais acalorados do cenário econômico atual. O pré-candidato não compartilha com o economista a ideia de redução de subsídios. A proposta é um fantasma, por exemplo, para setores como o agronegócio, que em 2017 obteve renúncia fiscal que chegou a R$ 23,8 bilhões.
Em busca de apoio dos ruralistas, o pré-candidato ressalta que é contra a privatização do Banco do Brasil, órgão de fomento do setor. “Se privatizar, como fica o financiamento do setor produtivo rural? Alguns falam, não é só ele (Guedes): ‘Vamos privatizar essas estatais que vão dar dezenas de bilhões’. Mas quem me garante que a dívida interna vai voltar ao patamar que estava?”, questiona. “Se der um problema, ninguém vai culpar a equipe econômica, vai dar porrada no comandante”, ressalta. “É preciso avaliar o paciente. Vai deixar o dedo e amputar o corpo?”
Como todo namoro, não há compromisso de casamento. Bolsonaro e Guedes têm mantido contatos quase semanais no Rio de Janeiro, telefonemas e mensagens diárias no WhatsApp. Procurado nas duas últimas semanas, o economista não retornou os contatos.

Influência

O pré-candidato do nanico PSL diz que pretende apresentar um “pacotão” de medidas para destravar a economia. A ideia é fazer uma varredura de projetos em tramitação há anos na Câmara e no Senado. Entre elas está a redução da estrutura do Ministério Público e da Justiça do Trabalho. “Não vou mostrar o pacotão agora para não levar pancada por aí”, afirma. “Ninguém vai ser penalizado”, afirma. “Geralmente, pacotão é aumento de imposto. O nosso é diferente.”
O conjunto de medidas econômicas que a equipe de Bolsonaro prepara tem diretrizes liberais, mas o nome remete ao “Pacotão” do general Ernesto Geisel, que, em abril de 1977, fez mudanças nas regras eleitorais e fechou o Congresso por duas semanas. Para convencer o mercado, Bolsonaro diz que o discurso de fechar o Legislativo ficou no passado, quando era um deputado iniciante, recém-saído do Exército.
Acostumado a disparar na presidente cassada Dilma Rousseff, o pré-candidato começou a ter lições sobre outra mulher da política. A ex-primeira ministra britânica Margaret Thatcher é um exemplo do modelo econômico de Guedes. “A Inglaterra acabou com as subjetividades e reduziu a carga tributária”, diz Bolsonaro. Ele, no entanto, evita falar dos efeitos colaterais das mudanças de Thatcher, que fez cortes drásticos na área social e aumentou o desemprego.
Acaopopular

Chapa com Coronel, Wagner e João Leão será oficializada amanhã por Rui

6/18/2018 01:09:00 PM
O governador Rui Costa (PT) escolheu o evento da União dos Municípios da Bahia (UPB), que acontece amanhã (19), no CAB, para anunciar de maneira oficial sua chapa que vai concorrer à reeleição em outubro.
Hoje Rui, vai comunicar a aliados as suas escolhas. A chapa do governo deve ser composta por João Leão como vice, o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel (PSD), como postulantes ao Senado.
A senadora Lídice da Mata ainda não decidiu qual será o seu papel. Ela pode ser suplente de Jaques Wagner ou candidata a deputada federal. A senadora ainda pode lançar sua candidatura por fora da base e tentar ser eleita numa chapa isolada. O suplente de Coronel deve ser do PC do B e o de Wagner o deputado federal Bebeto (PSB), caso Lídice não aceite.
À imprensa, Rui prometeu anunciar ao público a chapa até amanhã (19). No entanto, segundo correligionários, o chefe do Palácio de Ondina ainda não conversou com o vice-governador João Leão (PP), que chegou da viagem à China.
Fonte:acaopopular

UNINASSAU incentiva doação de sangue em Petrolina Durante o mês de junho há queda no número de doações

6/18/2018 01:02:00 PM

Durante o período junino há uma queda no número de doações de sangue em todo país, pensando nisso um grupo de alunos e professores da UNINASSAU Petrolina realizou, nesta sexta-feira (15), doação na Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope).

De acordo com a professora e coordenadora de cursos de Gestão, Cândida Lima, “a ação visa ampliar o estoque de sangue da unidade e incentivar a população a doar, principalmente nessa época do ano que a demanda aumenta e as doações caem”, pontuou.

A estudante do curso de Segurança do Trabalho, Eduarda Valesca, conta que doou pela primeira vez. “Sempre tive vontade de doar sangue, mas tinha receio. A iniciativa da faculdade foi minha motivação".

Segundo o Hemope, o estoque dos tipos sanguíneos negativos ainda é inferior aos positivos. A Fundação funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30, e tem capacidade para atender 60 doadores por dia.

Critérios

Para doar é preciso ter no mínimo 16 anos completos e no máximo 69 anos. Os menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsável legal. O doador deve pesar, pelo menos, 50 kg. É aconselhável fazer uma refeição leve antes da doação. Para realizar a doação é necessário apresentar documento oficial com foto.

Ascom: uninasssau
  

SECRETARIA DE DESEVOLVIMENTO RURAL ENTREGARÁ 204 MIL MUDAS DE PALMA DURANTE A EXPO REMANSO.

6/18/2018 12:59:00 PM
A Secretaria de Desenvolvimento do Estado Bahia, através da CAR/SUAF/BAHIATER no dia 29/06 a partir das 08:30h, no Yate Clube, entregarão 204 mil mudas de palma forrageira para 204 agricultores e agricultoras familiares do município de Remanso durante a EXPO REMANSO, essa ação faz parte do Programa Segurança Alimentar do Rebanho do BAHIA MAIS FORTE. Para o Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Remanso, Adriano Paes Landim: “essas palmas irão proporcionar a médio prazo a possibilidade de que todas as propriedades rurais de Remanso possam ofertar no período de estiagem um importante alimento aos rebanhos”.
A variedade que será distribuída é palma miúda (doce), cientificamente comprovada muito resistente a cochonilha do carmim doença que dizimou diversas plantações de palma no nordeste. E para orientar os beneficiários do programa e outros interessados será realizada no dia 29/06 a partir das 08:00h no Yate Clube, uma palestra proferida pelo superintendente da SUAF, Marcelo Matos, com o tema: cultivo, manejo e usos da palma forrageira. Onde abordarão deste o plantio, cultivo, tratos culturais, colheita e uso na ração animal. Para o presidente da Central das Associações Rurais de Remanso, Luiz Moreira: “esse programa vem para ajudar ao homem do campo que tanto necessita de garantir o alimento ao rebanho no período da seca”.
As associações rurais contempladas com as palmas forrageiras são: Jatobazinho, Maravilha, Faz. Santo Antônio e Arredores, Induema, Lagoa D’Água, Lagoa dos Camilos, Lagoa Grande, Pimenteira, Caititu e Salinas Grande. E a organização da EXPO REMANSO aproveita para convidar a população em geral para entrega das palmas no Yate Clube a partir das 08:30h no dia 29/06.

Ascom/exporemanso2018

ENGIE implanta 24 km de pavimentação asfáltica na BA-369 em Umburanas

6/18/2018 12:48:00 PM

Parte da Rodovia BA- 369, que dá acesso aos Complexos Eólicos Campo Largo e Umburanas, em implantação no município, será asfaltada.

A intervenção, que tem como principal objetivo assegurar uma maior segurança no tráfego das pessoas das comunidades e dos veículos das obras, e, garantir a redução de emissão de poeira, contempla a implantação de revestimento asfáltico do tipo Tratamento Superficial Duplo (TSD), ao longo de um trecho de 24 quilômetros.

O TSD é um material flexível e de rápida execução, largamente utilizado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Este tipo de capa, além de impermeabilizar o pavimento e proteger a sua infraestrutura, proporciona um revestimento antiderrapante, que garante amplas condições de uso, desde o tráfego leve em rodovias secundárias até o trânsito pesado.

Durante a obra, prevista para ser concluída no mês de agosto, os moradores devem redobrar a atenção e obedecer a sinalização de trânsito e sinaleiros a fim de garantir a segurança dos trabalhadores, motoristas e pedestres.

ascom-Engie

Confira a programação do São João de Sento Sé 2018

6/18/2018 12:38:00 PM

Acontecerá nos dias 23 e 24 de Junho, o tradicional tradicional São João de Sento Sé, na sede e no interior do município.
As festas juninas em Sento Sé começará dia 23 de junho no povoado de Limoeiro da Batateira com atividades culturais, apresentações de vaqueiros, quadrilhas juninas e atrações musicais como: Mário e Banda, Tinho do Acordeon e demais shows. Confira programação completa do Limoeiro
No dia de São João, 24, a partir das 18 horas, será realizado o concurso de quadrilhas juninas, na Praça Juvêncio Alves e shows de Robinho Vaqueiro, Manuzinho e Banda Forró.
Para participar do concurso (REGULAMENTO), os grupos de dança do município devem ir até o Departamento Municipal de Cultura, onde estão acontecendo as inscrições até dia 20 de junho.
Redação Sento Sé Notícias | Informações: Tâmara Tárcia

ACABOU O MISTÉRIO! Enderson Moreira é o novo treinador do Bahia

6/18/2018 02:39:00 AM
por Isabela Rocha no dia 17 de junho de 2018 às 08:04
Foto: Reprodução
O Bahia ainda não anunciou oficialmente, mas Enderson Moreira é o novo treinador do tricolor. A infrmação foi divulgada na noite deste sábado pelo próprio América Futebol Clube, time que o técnico treinava. No site ofical, o clube informou que  Enderson pediu demissão e comunicou à diretoria americana que aceitou uma proposta do EC Bahia.
À frente do Coelho desde julho de 2016, Enderson foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro, no ano passado. Ao todo, ele dirigiu o Clube em 111 partidas, com 43 vitórias, 32 empates e 36 derrotasa. Foram 112 gols a favor e 110 contra.
O Bahia estava há mais de quinze dias sem treinador. Quem estava a frente do time era Cláudio Prates, como interino. Com ele o Bahia perdeu para o Paraná, empatou com o Botafogo e venceu para o Corinthians.
Fonte: radardabahia

REFORÇO! Vitória oficializa a contratação do zagueiro Ruan Renato

6/18/2018 02:37:00 AM
por Neison Cerqueira no dia 15 de junho de 2018 às 19:11
Foto: Divulgação / EC Vitória
O Vitória oficializou na manhã desta sexta-feira (15) a contratação do zagueiro Ruan Renato, de 24 anos, que estava no Áustria Viena, da Áustria. O contrato do novo "xerife" do Leão vai até o final de 2020. 
“Estou com a melhor expectativa possível. Assim que surgiu a oportunidade de defender o Vitória, conversei com meus empresários e dei a prioridade. Houve um interesse ano passado, mas não ocorreu. Desta vez eu disse que queria jogar aqui. Existe ótima estrutura, grande projeto e esperamos conquistar os objetivos”, afirmou o zagueioro, em entrevista ao site oficial do clube.
Com 1,86m, o defensor iniciou a carreira no Mogi Mirim-SP e acumula passagens pelo Santa Rita-AL, Guaratinguetá-SP e Juventude, onde se destacou durante a temporada de 2017. Pela equipe austríaca, ele foi titular em sete partidas e reserva em outras sete. Sua última atuação aconteceu no dia 27 de maio, pelo campeonato nacional.
Renato se juntará ao elenco do Leão no dia 25 de junho, data marcada para ocorrer a reapresentação após o recesso da Copa do Mundo.
Fonte: radardabahia
Home Ads