sexta-feira, 31 de julho de 2015

OPINIÃO DO LEITOR :Riacho dos Paes, Sento-Sé/BA!... Notícia Pra Lá de Boa!!

Foto: Laurenço Aguiar
Está chegando, provavelmente hoje, 30 de julho, água através do “histórico” Sistema de Abastecimento, feito pelo Governo Federal, a partir de mais ou menos 2005/2006, o bem precioso sai da sede municipal há 18 km do povoado, indo até ao povoado Capeado (24 km)...
Quando o então diretor nacional da Codevasf, anunciou na sede da 6ª Superintendência em Juazeiro, a disponibilização do recurso no orçamento do Ministério da Integração Nacional as prefeituras foram chamadas pra discutir a questão, foi definido uma “Força Tarefa” - formando um coletivo Codevasf/Prefeituras para fazer levantamento de informações para a elaboração dos Projetos Técnicos...
O Corpo de Engenharia da Codevasf disponibilizou ilustres figuras humanas e exemplares profissionais para a empreitada, e que, me lembro de muitos deles; Chaves; Amâncio; Virgulino; Fernando; Hélio; Joselito; Nelma; Carlos Santana; a então superintendente Ana Angélica; e têm mais gente que não lembro o nome!... Oportunamente eu agradeço a todos, em nome da cidadania municipal envolvida diretamente ou não!
Os 16 Sistemas de Abastecimento, mesmo em atraso e debaixo de justas críticas estão sendo entregues!... As figuras municipais que contribuíram para isso terão seus nomes lembrados, reconhecidos, criticados, principalmente, na continuidade do debate...
É preciso comemorar, festejar, bradar, pois, a obra específica, citada, resolve, e/ou, ameniza um problemão, que só o futuro da comunidade pode/poderá mostra de forma clara e objetiva!!!
 Laurenço Aguiar – Filho da Comunidade Riacho dos Paes.
NOSSO PONTO DE VISTA: O MAIS IMPORTANTE:
É que a sofredora  população do Riacho dos Paes e outras comunidades, passarão a contar, merecidamente, com água potável de qualidade. 
A lembrança dos nomes das "figuras municipais" que contribuíram, fizeram o seu dever. Por exemplo:
Em 22/05/2009, o até então Presidente da CODEVASF, Orlando Castro, teve uma reunião com o Prefeito Ednaldo Barros no canteiro da obra em Sento Sé e disse: "... O prefeito Ednaldo Barros nos solicitou que o Povoado de Riacho dos Paes seja a primeira comunidade a ser atendida. 
Após dezenas de reivindicações, audiências nos gabinetes da prefeitura, da Codevasf, Ministério da Integração, reportagens do nosso portal "www.sentoseagora.com.br", e etc, a pedido do Vereador Uemissom Almeida e aprovação dos demais, foi realizada uma proveitosa audiência publica para tratar do assunto dos Sistemas de Abastecimentos de Água das 15 localidades, que deveriam ser concluídos 360 dias após o seu inicio em 18/10/2010, efetivamente iniciada em 15/02/2011 (segundo a Codevasf).
Reivindicado pelo prefeito Ednaldo Barros ao até então Ministro da Integração Nacional, Gedel Vieira Lima, foi disponibilizado os recursos e efetivada a parceria entre a Prefeitura de Sento Sé e Governo Federal em Agosto de 2010. 
No ultimo dia 22 de Julho, o prefeito Ednaldo Barros recebeu os representantes do MAB - Movimento dos Atingidos por Barragens,  que faziam reivindicações a nivel de Estado, Governo Federal e questões municipais. Na oportunidade,  a representante da CODEVASF, Drª Priscila, em pelo menos duas oportunidades elogiou o Prefeito, o Vice-prefeito e a administração, dizendo que a Prefeitura tem sido uma grande parceira na solução dos problemas impeditivos para funcionamento dos sistemas, inclusive manifestou interesse em concluir alguns, exemplo: Riacho dos Paes e Piçarrão com recursos próprios, não aceitos por questões judiciais. Nesse encontro, o Prefeito Ednaldo Barros, via ligação telefônica com a Superintendência da Coelba, solicitou agilidade na ligação das redes de três sistemas prioritários: Piçarrão, Riacho dos Paes e Itapera.
Como se vê, os demais também tiveram papel importante e valioso. O mais importante de tudo, é que as comunidades tenham água potável de qualidade, por consequência, melhoria no padrão de vida e saúde.
RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL
É o minimo para o Governo  Federal tem a obrigação de fazer. Devolver parte dos impostos pagos pela população de Sento Sé ao longos dos anos em forma de obras. 80% dos impostos pagos pelos brasileiros, vão diretos com os cofres da União. É o sistema de arrecadação implantado no pais. De Janeiro até hoje já foram arrecadados pela Receita Federal nada mais que R$. 1 Trilhão, 169 Bilhões, 521 milhões e outros trocados e até o final do ano deverá chegar a marca de 1,7 trilhão de reais. A arrecadação de impostos pelo Governo Federal subiu 231% nos últimos 10 anos.
Finalmente, como diz Laurenço, é preciso comemorar.


quinta-feira, 30 de julho de 2015

BRASIL: CONFIANÇA NO CONGRESSO E EM DILMA DESPENCAM, ADIANTA JORNAL


O Ibope divulgará em breve o Índice de Confiança Social de 2015, termômetro de quanto o Brasil confia em suas instituições. Ou melhor, desconfia. Segundo informações do Estadão, tanto a presidente Dilma Rousseff, quanto o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, tiveram desempenho ruim na pesquisa. Numa escala em que 0 é desconfiança total e 100 implica confiança absoluta, ambos empataram em míseros 22 pontos.

A confiança na instituição Presidência, comandada por Dilma, caiu pela metade desde 2014. Tinha 44 e perdeu 22 pontos. Já a nos congressistas chefiados por Cunha e Renan Calheiros perdeu 13 dos 35 pontos que tinha. Uma votação de impeachment da presidente será o roto decidindo o destino do esfarrapado.

É a primeira vez, em sete anos de pesquisa, que a Presidência não é mais confiável para a população do que o Congresso. O auge de ambas as instituições foi em 2010, ainda sob Luiz Inácio Lula da Silva, quando a primeira marcou 69 pontos, e o Legislativo, 38. Em 2013, no pico dos protestos de rua, ambos perderam muita confiança do público e chegaram ao seu patamar mais baixo até então: 42 e 29 pontos, respectivamente. Recuperaram-se levemente em 2014 (foram a 44 e a 35), apenas para cair mais baixo agora.

Dilma quebrou outro recorde. Pela primeira vez, a instituição que representa, a Presidência da República, é menos confiável do que o governo que dirige. De 2009 a 2012, a Presidência ficou de 7 a 13 pontos acima do governo federal. O presidente tinha mais prestígio do que sua equipe. Após a avalanche das ruas solapar a popularidade presidencial em 2013, essa diferença caiu a um ponto, e permaneceu assim em 2014. Este ano, a confiança no governo está 8 pontos maior do que na presidente: 22 a 30.

Fonte: Bahiaeconomica

RESUMO DOS JORNAIS HOJE

30 de julho de 2015
O Globo

Manchete : Lava-Jato tem mais seis delatores e 13 novos réus
Juiz aceita denúncia contra dirigentes da Andrade Gutierrez

Nomes de cinco testemunhas são mantidos em sigilo pela Justiça no Paraná

A Lava-Jato formalizou seis novos acordos de delação premiada nos últimos dias, cinco deles mantidos em sigilo. O consultor Mário Goes, intermediário de pagamento de propinas da corrupção na Petrobras, foi o primeiro desse novo grupo a ser ouvido. Ele confessou que repassava dinheiro de empreiteiras para ex-diretores da estatal por meio de contas na Suíça. O PT seria beneficiário do esquema. Ontem, o juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia do Ministério Público contra o presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, e mais 12 acusados pelos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. (Pág. 3)

Juro sobe e eleva dívida do governo
O Banco Central aumentou a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, para 14,25% ao ano, o maior nível desde 2006. Num momento de ajuste fiscal, a elevação terá impacto de R$ 7 bilhões no custo da dívida federal em 12 meses. (Pág. 21)
Aposentados - Dilma vai vetar hoje reajuste
A presidente Dilma vetará hoje a proposta, aprovada pelo Congresso, que amplia para aposentados a regra de reajuste do salário mínimo. (Pág. 11)
‘Pedaladas fiscais’ - No TCU, tentativa de amenizar tom
A ala governista do TCU, já à espera de derrota, defende que o tribunal aprove parecer mais brando sobre as “pedaladas" do governo Dilma. (Pág. 9)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Juro sobe 0,5 ponto, para 14,25%, maior taxa em 9 anos
BC diz que decisão é necessária para inflação atingir meta em 2016; um dos diretores deixou de votar

O Banco Central elevou a taxa básica de juros em 0,50 ponto porcentual. No sétimo aumento consecutivo, a Selic chegou a 14,25% ao ano, o maior nível desde agosto de 2006. A decisão foi unânime, mas não teve o voto do diretor Tony Volpon, que deixou de participar ontem. Na semana passada, ele disse que votaria de novo pelo aumento dos juros. O Comitê de Política Monetária (Copom) justificou a decisão dizendo que "a manutenção desse patamar da taxa básica de juros, por período suficientemente prolongado, é necessária para a convergência da inflação para a meta no final de 2016". Até a semana passada, parte dos analistas do mercado financeiro esperava alta de 0,25 ponto. Mas as apostas migraram para 0,50 depois da redução da meta de superávit pelo governo e de o diretor de Política Econômica do BC, Luiz Awazu, dizer que é preciso manter a cautela. (Economia / Pág. B1)

Deputados usam CPI contra delator de Cunha
Formada majoritariamente por aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a cúpula da CPI da Petrobrás solicitou à empresa de espionagem Kroll que priorize investigação sobre Julio Camargo, que acusa o peemedebista de ter pedido propina de US$ 5 milhões. A intenção é desqualificar a delação premiada do lobista, mostrando evidências de que ele não contou toda a verdade e, portanto, descumpriu acordo firmado com a Justiça. Contrato de R$ 1,18 milhão firmado pela CPI com a Kroll prevê investigação de 15 pessoas. (Política / Pág. A4)
Presidente da Andrade vira réu
A Justiça abriu ação penal contra o presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, e mais 12 investigados na Operação Lava Jato. Ele e quatro executivos da empreiteira responderão por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro. (Pág. A6)
Dilma veta nova regra de reajuste de aposentadorias
A presidente Dilma Rousseff vetou texto aprovado pelo Congresso que incorporou regra de reajuste do salário mínimo, com índices acima da inflação, a benefícios e aposentadorias concedidos pelo INSS. A alegação é de que a mudança comprometeria as contas previdenciárias. (Economia/Pág. B4)
Pesquisa revela desconfiança nos políticos
Medido pelo Ibope, o Índice de Confiança Social de 2015 mostra que o Congresso e Presidência da República empataram em 22 pontos, numa escala de 0 a 100, relata José Roberto de Toledo. A confiança na Presidência caiu pela metade em um ano e nos parlamentares perdeu 13 pontos. Mas os recordistas em desconfiança são os partidos, que foram de 30 a 17 pontos. (Política/Pág. A6)

País fecha compra de 36 caças suecos
O Brasil acertou a aquisição de 36 caças Gripen NG suecos por cerca de US$ 5 bilhões. O financiamento teve juros reduzidos, o que deverá gerar economia de R$ 600 milhões. (Política/ Pág. A10)

Anvisa quer sal e açúcar em rótulo
Novo presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa defende mudar embalagens para facilitar identificação de alimentos com alto teor de sal, açúcar e gordura. (Metrópole/Pág. A16)

Oliveiros S. Ferreira
Os limites do direito

Se na crítica às sentenças condenatórias e ao governo houver um mínimo de real espírito público, será possível vencer a crise sem afrontar as instituições. (Espaço Aberto/ Pág. A2)

Veríssimo
Retrocesso

A ideia da maioridade penal pré-natal é, no mínimo, coerente com o retrocesso generalizado em curso no País, onde até a UDN voltou, disfarçada. (Caderno2/Pág. C10)

Celso Ming
Mais arrocho

Se juros básicos subirem e outros subsídios praticados no crédito, como os que compõem prestações habitacionais, ficarem nos mesmos níveis, a política monetária perderá ainda mais eficácia contra a inflação. (Pág. B2)

Notas&Informações
É hora de agir, lembra a S&P

Nenhum investidor ficará sentado à espera de solução para os desarranjos da economia brasileira. (Pág. A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Juro vai a 14,25% para frear crédito e segurar inflação
Taxa básica da economia é aumentada pela sétima vez consecutiva pelo Banco Central e atinge o maior nível em nove anos (Notícias|29 e 33)
Presidente da Andrade Gutierrez e mais 12 viram réus
Sergio Moro diz que há provas de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa (Notícias |14)
Lobista Mário Góes detalha esquema com empreiteiras
Delator, o 19° a assinar acordo com a Justiça, pode ter movimentado R$ 6,4 milhões apenas com duas empresas (Notícias|14)

RS não cobra e multas ambientais prescrevem
Crimes como queimadas e desmatamento não foram julgados pela Secretaria do Ambiente porque a junta que deveria analisar os recursos não funcionou por três anos (Notícias|10 e 11)

Servidores ameaçam paralisar se salários forem parcelados
Crise financeira deve levar Executivo a anunciar amanhã atraso da folha de pagamento (Notícias| 12 e 16)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : BC eleva juros a 14,25 % e diz ter encerrado o ciclo de altas
Autoridade monetária deve manter taxa básica anual nesse patamar para levar inflação ao centro da meta

O Comitê de Política Monetária do Banco Central elevou a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto percentual, para 14,25% ao ano, o maior valor desde 2006. Foi o sétimo aumento consecutivo desde a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Com a alta, o BC busca inibir o consumo para desacelerar a economia e evitar que os preços subam. A instituição indicou a suspensão do ciclo de altas, mas que será preciso manter a taxa nesse patamar por “período suficientemente prolongado.” O objetivo é trazer a inflação para o centro da meta (4,5%). A prévia do índice oficial (IPCA) atingiu, nos 12 meses terminados em julho, 9,25% — maior patamar desde dezembro de 2003. Para especialistas, o consumidor deve evitar fazer dívidas. A decisão do Copom foi anunciada em um momento em que a atividade econômica aprofunda a recessão e o dólar e o reajuste de tarifas pressionam a inflação. De acordo com analistas, o PIB (Produto Interno Bruto) recuará 1,76% em 2015. Os juros chegam ao mesmo nível de outubro de 2006, mas naquele momento estavam em queda — o BC, com um cenário de inflação contida, dava continuidade ao processo de redução da Selic. O IPCA naquele ano foi de 3,14 %. (Mercado a13)

Presidente vetará reajuste maior de aposentadorias
Para conter despesas, a presidente Dilma vetará o texto aprovado pelo Congresso que estende a política de valorização do salário mínimo, a qual inclui ganhos acima da inflação, a todos os beneficiários do INSS. Os aposentados que recebem acima de um mínimo continuarão a ter o valor reajustado pelo INPC. (Mercado a19)
Médicos do SUS são investigados em 9 Estados por supostas fraudes
Em ao menos nove Estados e no Distrito Federal, órgãos como Tribunais de Contas, Ministérios Públicos e a Polícia Federal apuram casos de médicos que batem ponto e vão embora, atendem em clínicas particulares quando deveriam estar em hospitais públicos ou registram mais horas trabalhadas. Em muitos dos casos, as fraudes têm o consentimento da direção dos hospitais. (Cotidiano B1)
PT pagou R$ 6 mi a gráfica chefiada por um motorista
A campanha à reeleição de Dilma Rousseff pagou R$ 6,15 milhões à Seg Gráfica e Editora, que não tem funcionários registrados e cujo presidente é um motorista que em 2013 ganhava R$ 1.490 à época. A Justiça Eleitoral suspeita que a empresa não tem estrutura para prestar os serviços contratados. O Planalto nega irregularidades. (Poder a7)
Justiça torna réus dois executivos da Andrade Gutierrez
O juiz Sergio Moro aceitou denúncia contra13 pessoas, entre elas Otávio Marques de Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez, sob acusação de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Segundo a Procuradoria, a empreiteira pagou R$ 243 milhões por vantagens indevidas na Petrobras. A empresa nega. (Poder a5)
Caos na saúde pode levar Venezuela a crise humanitária
O colapso da saúde pública na Venezuela, com escassez de remédio e alta mortalidade materna, está levando o país a uma crise humanitária e pode atingir países vizinhos, diz o centro de estudos International Crisis Group. O governo venezuelano não comentou. (Mundo a12)
Monica B. de Bolle
Dilma matou a borboleta; restou ao Brasil a lagarta

Há quatro anos e sete meses, o Brasil escolheu o caminho que desaguou na pior crise econômica em 20 anos. A presidente Dilma inoculou a economia com o vírus da letargia. Matou a borboleta azul. Sobrou a lagarta vermelha, que se transforma, na melhor das hipóteses, numa mariposa cinza. (Mercado a20)

Editoriais
Leia “Candidaturas exóticas”, sobre crise de representatividade do sistema político, e “Complexa China”, a respeito de queda nas Bolsas do país. (Opinião A2)

Fonte: Radiobrás

quarta-feira, 29 de julho de 2015

SENTO SÉ: CONSTRUÇÃO DE GINÁSIOS DE ESPORTES DE BREJO DE FORA E PIÇARRÃO EM ANDAMENTO

PIÇARRÃO
BREJO DE FORA
BREJO DE FORA


Uma parceira firmada entre a Prefeitura de Sento Sé e o Governo Federal, proporcionará considerável melhoria na qualidade de vida para os moradores das Comunidades de Brejo de Fora, distante 135 quilômetros da sede do município e do Piçarrão,  distante 100 quilômetros da sede administrativa do município de Sento Sé.

O andamento das obras de construção dos Ginásios de Esportes segue em ritmo acelerado e dentro de alguns dias a população de Brejo de Fora e Piçarrão poderão usufruir destes novos equipamentos que será um benefício aquelas comunidades  em especial aos jovens,  desportistas e a população em geral, 

Fotos: Tony Lopes

BAHIA: Municípios recebem funcionários e maquinário do antigo Derba

Foto: Ilustrativa
Com a transferência de bens e funcionários pelo Governo do Estado, 158 municípios integrantes de dez consórcios intermunicipais receberão máquinas como retroescavadeiras, motoniveladoras, tratores e caminhões-pipa para obras de infraestrutura urbana, rodovias e estradas vicinais.
Os termos de cooperação técnica para cessão de 174 bens móveis e de 194 servidores foram assinados na terça-feira (28), pelo governador Rui Costa e representantes dos consórcios.
O pessoal e o maquinário pertenciam à estrutura do Departamento de Infraestrutura e Transportes da Bahia (Derba), extinto com a reforma administrativa realizada pela atual gestão estadual.
“Nós vamos usar essa ferramenta moderna contratando inclusive os consórcios para que eles possam fazer tanto obras nos municípios como nas nossas rodovias. Com isso ganham as prefeituras, ganha a população e ganha o governo com a manutenção a um custo menor”, explicou o governador.
Os consórcios contemplados são Semiárido Nordeste III, APA do Pratigi, Alto do Sertão, Território de Irecê, Território do Sisal, Portal do Sertão, Médio Rio de Contas, Bacia do Jacuípe, Território do São Francisco e Vale do Jiquiriçá.
A contrapartida dos municípios prevê o rateio dos custos operacionais e a pavimentação de 315 quilômetros de estradas estaduais e ligações com rodovias federais e outros 262,5 quilômetros de estradas em revestimento primário.
“Cada consórcio será responsável pela manutenção de uma rodovia selecionada em conjunto pelos integrantes do consórcio”, explicou o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti. Segundo ele, o processo de cessão para os primeiros dez consórcios intermunicipais será concluído, em até 90 dias, e uma segunda etapa já está em andamento.

Fonte: Bahiatodahora

BRASIL: Correios anuncia concurso com 2 mil vagas, inclusive na Bahia

Os Correios vão abrir concurso para preenchimento de vagas e formação de cadastro reserva. Serão cerca de 2 mil vagas para o cargo de agente de Correios, nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo.As oportunidades são para 12 estados (AM, BA, MG, MS, MT, PE, PR, RJ, RS, SC, SP) e o DF. Do total de vagas, 10% serão reservadas para pessoas com deficiência e 20% para pessoas negros.
Os candidatos aprovados nas provas de conhecimento terão que realizar o teste de esforço e, posteriormente, o exame médico admissional.
O salário inicial para os operadores de triagem e transbordo, somado à gratificação, chega a R$ 1.284,00. No caso dos carteiros, soma-se ainda o adicional de distribuição, elevando a remuneração para R$ 1.620,50.

Além disso, os admitidos terão benefícios como vale alimentação/refeição (de R$ 971,96 a R$ 1.092,48), vale-transporte, auxílio-creche ou auxílio babá, além de adicionais – de acordo com o Plano de Cargos, Carreiras e Salários – e a possibilidade de adesão ao Plano de Previdência Complementar.
De acordo com os Correios, a previsão é que a empresa divulgue os demais detalhes sobre o concurso até o final de agosto.

Fonte: Bahiatodahora

BRASIL: Brasil terá que investir até três vezes mais para ter ensino de qualidade

Imagem de internet
O Brasil terá que aumentar em até três vezes o valor investido por aluno na rede pública para garantir educação com padrões mínimos de qualidade, de acordo com a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, rede que reúne mais de 200 organizações. Esse cálculo significa R$ 37 bilhões a mais no sistema educacional público, que engloba 40,7 milhões de matrículas.
A etapa educacional que mais necessita de investimentos é a creche, que atende a crianças até 3 anos de idade. O valor ideal seria R$ 10 mil por aluno para o atendimento em tempo integral. Atualmente, segundo dados divulgados pela campanha, são gastos R$ 3,3 mil, com base nos valores do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb).
O investimento calculado pela campanha corresponde ao Custo Aluno-Qualidade inicial (CAQi), instrumento criado pela própria organização e incorporado ao Plano Nacional de Educação (PNE). O CAQi define quanto deve ser aplicado para cada aluno ter acesso a uma educação com um padrão mínimo de qualidade. Entram no cálculo recursos para infraestrutura, materiais e equipamentos, além do salário dos professores.
A implantação do CAQi faz parte das estratégias para alcançar o investimento de pelo menos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação até 2024. Pela lei, o CAQi deve ser implementado em até dois anos de vigência da lei, no final de junho de 2016. Atualmente, o investimento é de 6,6% do PIB.
Valores - A tabela divulgada pela campanha atualiza os valores para todas as etapas de ensino. Entre as matrículas em tempo integral, na pré-escola, o valor por aluno deveria ser R$ 5 mil, contra os atuais R$ 3,3 mil; no ensino fundamental e no médio, R$ 4,8 mil, contra R$ 3,3 mil atuais. A educação indígena e quilombola deveria subir dos atuais R$ 3,1 mil para R$ 6,1 mil por estudante.
“Os dados mostram que as matrículas que o Brasil menos investiu ao longo da história, como creche, educação quilombola e indígena, demandam mais recursos”, diz o coordenador geral da campanha, Daniel Cara. Ele acrescenta que, além das matrículas existentes, o Brasil tem de incluir 2,8 milhões de crianças e jovens na escola e isso custará mais de R$ 13 bilhões nos anos iniciais para garantir a infraestrututra e R$ 13 bilhões a mais por ano para manter esses alunos.

Fonte: Agência Brasil/bahiatodahora

BANCO DE NOTICIAS - SINOPSE DOS PRINCIPAIS JORNAIS E REVISTAS

Imagem de Internet
29 de julho de 2015
O Globo

Manchete : Lava-Jato avança sobre o setor elétrico
Força-tarefa faz devassa na Eletrobras, controlada por PT e PMDB

Em sua 16ª fase , operação prende presidente da Eletronuclear , que chefiou programa secreto e é acusado de receber R$ 4,5 milhões de propina

A Lava- Jato chegou de vez ao setor elétrico. Os contratos da Eletrobras e das empresas sob seu guarda-chuva, controladas por PT e PMDB, são investigados pelo TCU, pelo Ministério Público e pela PF. Um dos alvos é o presidente licenciado da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso ontem na 16ª fase da operação e acusado de receber R$ 4,5 milhões de propina em troca de um contrato de Angra 3. Othon foi responsável pelo programa nuclear secreto brasileiro. (Págs. 3 a 7)

Marcelo Odebrecht agora é réu
O juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia do Ministério Público e tornou réus o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e mais 12 pessoas. (Pág. 8)
Agência pode rebaixar nota de risco do país
Com o temor de que o ajuste fiscal emperre no Congresso, a agência de classificação de risco Standard & Poor’s impôs derrota ao governo ao colocar em perspectiva negativa a nota de crédito do Brasil. Se o país for rebaixado pela agência, perderá o grau de investimento — um selo de bom pagador que ajuda a atrair investimentos. Para especialistas, o maior desafio do Planalto agora é conseguir aprovar o ajuste fiscal. O ministro Joaquim Levy (Fazenda) disse que as medidas para reequilibrar a economia vão criar novas condições de competitividade “em alguns meses”. (Págs. 31 a 34)
Uma conta de R$ 300 bilhões
Estudo afirma que despesa do governo pode crescer R$ 300 bilhões até 2030 e provoca debate sobre as reformas necessárias. (Pág. 36)
Governo deve R$ 1 bi a bancos por ‘pedaladas’
As “pedaladas”, além de problemas no TCU, deixar am uma conta de R$ 1 bilhão de taxas que o governo ainda deve a bancos públicos. (Pág. 12)
BRT já está com 65% das obras executadas
Com 65% dos serviços prontos, as obras do Transolímpico, que ligará o Recreio a Deodoro, avançam em ritmo acelerado. Em agosto, os túneis já estarão perfurados. O trajeto inclui o BRT, que levará o público para os eventos de 2016, e uma via expressa com pedágio. (Pág. 16)
Foto-legenda : Frente política
Dilma em reunião do Pronatec Jovem Aprendiz: desafio para não perder nota da S&P é se afinar com o Congresso
Um El Niño mais forte este ano
Agências climáticas dos EUA preveem o El Niño mais violento dos últimos 50 anos. O fenômeno, que já dá sinais, deve trazer calor , seca e tempestades ao Brasil. (Pág. 39)
Merval Pereira
Corrupção “endêmica” já não provoca mais revolta. (Pág. 4)
Míriam Leitão
Conjuntura vai mal, mas país tem boas instituições. (Pág. 32)
Elio Gaspari
De Figueiredo para Dilma: “Reconheça a crise”. (Pág. 20)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Lava Jato avança e prende criador do programa nuclear
Operação atinge setor elétrico; Planalto e cúpula do PMDB temem que aliados de Renan sejam investigados

A Polícia Federal prendeu ontem o presidente licenciado da Eletronuclear, almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, e o presidente da Andrade Gutierrez Energia, Flávio David Barra, na 16.a fase da Operação Lava Jato, batizada de Radioatividade. É a primeira vez que a operação investe sobre o setor elétrico. Considerado o pai do programa nuclear brasileiro, Pinheiro da Silva é acusado de receber propina para que o consórcio Angramon vencesse a licitação de construção da Usina Nuclear de Angra 3. O consórcio é formado por empreiteiras já investigadas: Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, Odebrecht, Techint, MPE, Camargo Corrêa e UTC. PF e Procuradoria da República rastrearam R$ 4,5 milhões que teriam sido pagos ao almirante desde 2011. O Planalto e integrantes do PMDB temem que a nova fase da Lava Jato atinja lideranças do partido no Senado, particularmente o grupo ligado ao presidente Renan Calheiros. Advogados do almirante e das empresas dizem colaborar com as investigações. (Política/ Págs. A4 a A6)

Almirante é referência mundial

A prisão de Othon da Silva surpreendeu a comunidade científica. Engenheiro naval pela Escola Politécnica com especialização no Massachusetts Institute of Technology (MIT), ele é considerado referência mundial em ciclo de combustível nuclear. (Pág.A4)

Dono da Odebrecht e mais 12 viram réus em ação penal
O juiz Sérgio Moro acolheu denúncia do Ministério Público Federal contra o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e mais 12 investigados por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato. Todos passam agora à condição de réus na ação penal que vai apurar esquema de corrupção na Petrobrás. Entre os réus estão outros cinco executivos ligados à empreiteira, o doleiro Alberto Youssef e ex-diretores da estatal. (Política / Pág. A7)
Agência indica que pode rebaixar nota do Brasil
A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) sinalizou que pode tirar do Brasil o grau de investimento, a nota de crédito que funciona como atestado de que o País é bom paga de sua dívida e merece a confiança dos investidores. A agência não alterou a classificação de crédito do País (BBB-, o nível mais baixo do grau de investimento), mas a sua perspectiva, de estável para negativa. Isso significa que, nos próximos 12 ou 18 meses, a nota pode ser reduzida. Segundo a S&P, as investigações de corrupção em curso têm peso cada vez maior nas perspectivas fiscais e econômicas. O dólar teve ontem o quinto dia seguido de alta e fechou a R$ 3,37, alta de 0,2796. A decisão da S&P aumentou a aposta entre analistas estrangeiros de que o Brasil pode ser o primeiro entre os principais emergentes a perder a classificação de grau investimento nos próximos dois anos. (Economia/Págs. B1 e B3 a B5)
China vai apurar turbulência no mercado acionário
A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China vai investigar a turbulência que atingiu o mercado acionário do país anteontem. O órgão disse não descartar hipótese de que grandes investidores tenham provocado queda coordenada de ações. (Economia/ Pág. B9)
Por qualidade, País tem de gastar 3 vezes mais com aluno 
Para atingir padrão mínimo de qualidade e garantir piso salarial a todos os professores, o governo federal terá de ampliar em até três vezes o gasto anual por aluno. Esse salto pode representar, como no caso de crianças em creches, até R$ 6 mil anuais por estudante - valor que a União complementaria a municípios e Estados. Conclusão é de análise da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. (Metrópole / Pág. A12)
Marginais : acidentes custam R$ 189 milhões (Metrópole/Pág. A13)


Celso Ming
Morro abaixo

O governo precisa tomar decisões duras no Congresso para adotar as reformas que a realidade exige. (Pág. B2)

Eliane Cantanhêde
Grito de socorro

Os 27 governadores receberam convite para reunião com Dilma. Eles querem dinheiro, mas a presidente vai pedir apoio velado anti-impeachment. (Política/Pág. A7)

Notas&Informações
Levy e a herança de erros

Para tirar o País do sufoco, Dilma Rousseff terá de renegar 12 anos de política econômica petista. (Pág. A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Marcelo Odebrecht e mais 12 investigados viram réus
Juiz Sergio Moro abriu ação penal contra presidente de construtora na Lava-Jato (Notícias|8)
Nova fase mira setor elétrico
Operação vai além da Petrobras e investiga corrupção em usina nuclear (Notícias | 6, 7, 24 e 25)
Agência indica que pode rebaixar nota do Brasil
Classificação foi mantida, mas perspectiva negativa fez dólar subir pelo quinto dia seguido. (Notícias | 19)
"Pautas-bomba" - Governadores tucanos apoiam reação do Planalto
Reunião de Dilma Rousseff com líderes estaduais deve ocorrer amanhã em Brasília (Notícias | 12)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Com 2 prisões, Lava Jato avança no setor elétrico
Nova fase da operação investiga esquema de corrupção na Eletronuclear

A nova fase da Lava Jato, batizada de Radioatividade, agora avança sobre o setor elétrico do país, com investigações sobre contratos entre empreiteiras e a estatal Eletronuclear para construir a usina nuclear Angra 3. Para os procuradores, desvios identificados na Petrobras também ocorreram no setor. O almirante da reserva Othon Luiz Pinheiro da Silva, presidente licenciado da Eletronuclear , foi preso pela Polícia Federal acusado de receber R$ 4,5 milhões em propina de Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Engevix, Techint e UTC, envolvidas nas obras da usina, orçada em R$ 15 bilhões. O dinheiro teria sido pago a uma firma de consultoria que pertenceu a Othon. Um executivo da Andrade Gutierrez também foi preso. A apuração começou depois que Dalton Avancini, ex-presidente da Camargo Corrêa, relatou pagamento de propina para obter contratos em Angra 3 e Belo Monte. A nova frente da operação pode criar riscos para o PMDB, que controla o Ministério de Minas e Energia. A Eletrobras, que controla a Eletronuclear, afirmou que busca informações sobre a operação para defender seus interesses. Os advogados dos detidos não quiseram comentar as acusações. (Poder a4)

Juiz aceita denúncia contra presidente da Odebrecht e mais 12
O juiz federal Sergio Moro aceitou denúncia contra o empreiteiro Marcelo Odebrecht e cinco ex-executivos da Odebrecht sob acusação de lavagem de dinheiro e corrupção, por suposto pagamento de suborno a então servidores da Petrobras. Ao todo, 13 pessoas se tornaram rés. A defesa dos acusados ligados à empresa diz que se manifestará nos autos. (Poder a6)
Brasil fica perto de perder o status de bom pagador
A agência de classificação de risco Standard&Poor’s passou a perspectiva da nota do Brasil para negativa (BBB-), deixando o país no limite de perder o grau de investimento, espécie de selo de bom pagador da dívida. AS&P justificou o ato citando a deterioração dos cenários político e econômico. Para o governo, a mudança pode pressionar o Congresso a aprovar medidas que assegurem o cumprimento da meta fiscal, já que novo movimento desfavorável da S&P levará o Brasil ao grau especulativo, o que fará investidores exigirem juros mais altos para compensar riscos. (Mercado a12 e a14)
Ex-presidente da CBF vendeu cobertura por metade do valor
O ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira vendeu uma cobertura no Rio, com indício de sonegação, por menos da metade do valor estimado pela Prefeitura do Rio, segundo documentos obtidos pela Folha. O negócio ocorreu enquanto ele era fiscalizado pela Receita Federal. O comprador do apartamento, o empresário Rafael Gorenstein, afirma que pagou o preço de mercado. O advogado de Teixeira não foi encontrado. (Esporte B6)
Gestão Haddad triplica o deficit da prefeitura de 2013 para 2014
As contas da Prefeitura de SP em 2014 fecharam no vermelho pelo segundo ano seguido, com saldo negativo de R$ 1,8 bilhão. Em relação a 2013, o déficit triplicou. O Tribunal de Contas do Município, porém, não viu irregularidades e recomendou à Câmara a aprovação das contas. A gestão Fernando Haddad (PT) diz que o deficit deve-se à alta nos gastos em ações urbanas e que reservas acumuladas mantêm o superavit da prefeitura. (Cotidiano B1)
Caetano e Gil evitam fazer manifestação política em show em Israel (C8)


Bernardo Mello Franco
Prisão de militar é recado para quem clama por ditadura

Apesar do enredo repetido, a Lava Jato trouxe uma novidade. A prisão do presidente da Eletronuclear, um vice-almirante reformado, serve de alerta a quem pensa que “intervenção militar” salvaria o país da corrupção. Em tempo: na ditadura, não haveria espaço para uma operação como a Lava Jato. (Opinião a2)

Alexandre Schwartsman
Canta, ó Musa, a luta inglória do severo ministro da tesoura afiada

Canta, ó Musa, a luta inglória do severo Ministro; Que da tesoura fez sua afiada arma na demanda; Pela estabilidade da nativa economia e da dívida; E pelo desmedido orgulho da Rainha do Poste. Dos mestres em Chicago sabia o feroz Tesoureiro; Que imperioso era o primário superavit; Na batalha contra a crescente dívida, sem o que; Perder-se-ia o valioso grau de investimento. (Mercado a16)

Editoriais
Leia “Quanto pior, pior”, sobre crise pela qual passa o país, e “Ruínas palestinas”, acerca de destruição causada na faixa de Gaza pelos seguidos conflitos. (Opinião A2).

Fonte: radiobrás

terça-feira, 28 de julho de 2015

SENTO SÉ: Rodada de abertura movimentou o campeonato das Ilhas

campeonato-ilhas
Teve início sábado (25), o campeonato de futebol society da região das Ilhas. Dois jogos movimentaram a rodada de abertura, na primeira partida tivemos Casa Nova 1 x 0 Campo Limpo, e no segundo jogo Pau D`árco  2x 2 Caatinga do Umbu. No próximo final de semana (01/08), se enfrentam Barreiro da Ema x Manoelzinho na preliminar, Ilha do Canudo x Cepo de Fora na partida de fundo. Todos os jogos acontecem aos sábados pela manhã no povoado Pau D`árco, sede da competição. O certame é mais uma realização da prefeitura municipal de Sento-Sé, com organização do Departamento de Esportes, e vai pagar um prêmio de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) aos finalistas. O campeonato das Ilhas movimenta e integra pelo menos oito comunidades rurais da região: Pau D`arco, Manoelzinho, Barreiro da Ema, Ilha do Canudo, Caatinga do Umbu, Cepo de Fora, Campo Limpo e Casa Nova.
Fonte: ascom/pmss

SENTO SÉ Degradação ambiental ameaça a fonte termal do Limoeiro

A degradação e o uso irracional da água estão colocando em risco uma das belezas naturais mais importantes do município de Sento-Sé, a fonte termal da Cabeça D`água, mais conhecida como fonte do Limoeiro da Batateira.  Até a década de 70, o riacho salobro jorrava suas águas a uma distância de 10 km, no local denominado Monte Alto, hoje o seu volume está reduzido a apenas 4 km; piscinas naturais profundas desapareceram; espécies aquáticas foram extintas e aos poucos o riacho do Limoeiro está morrendo. As nascentes que deveriam ser protegidas são asfixiadas por bombas elétricas; tapagens, assoreamento e plantações no leito do córrego obstruem a passagem da água, impedindo o seu curso; produtos químicos e dejetos são lançados indiscriminadamente, poluindo as vertentes.
Fonte do Limoeiro
Por mais de dois séculos, os moradores retiraram a água para o consumo humano diretamente da fonte. O vale do Limoeiro é um grande pomar, coberto por mangueiras centenárias, coqueiros gigantes, goiabeiras, canaviais, carnaubeiras, quixabeiras, juazeiro; e abriga espécies ameaçadas como: o João de Barro, Sofreu, Casaca de Couro, Asa Branca, Azulão, Pêga, Pássaro Preto, periquitos, Andorinhas, Bem-te-vis, falcões, pica-paus e rolinhas.
Limoeiro
O oásis no meio da caatinga é habitado há mais de 300 anos, e desde os seus primórdios vem sofrendo com a degradação do homem. Os primeiros desbravadores do território surgiram por volta de 1700, procedentes do Piauí, os quais ali se estabeleceram formando lavouras de cana, instalando engenhos rapadureiros e fundando a feitoria Cabeça D`água, em homenagem à nascente de água quente. O solo de massapê é úmido e denso, próprio para as culturas orgânicas. De uma beleza rara e exuberante, o espaço natural sempre foi abundante em água e alimentos.
Fonte termal
O uso inadequado dos recursos naturais vem provocando um desequilíbrio ambiental preocupante, por isso, um grupo de moradores acionou o Ministério Publico do estado da Bahia e a prefeitura municipal, solicitando intervenções no sentido de que sejam adotadas ações de proteção ambiental. De acordo com o grupo, já foi procedida uma investigação pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com o apoio da Polícia Militar, que Irá apontar a veracidade das denuncias. A administração municipal aguarda o posicionamento do Ministério Público para realizar ações efetivas como: limpeza, desobstrução e drenagem dos canais; palestras educativas; proibição de atividades degradantes e fiscalizações constantes.
Fonte: ascom/pmss