DIRETO DA REDAÇÃO - TRIBUNA DA BAHIA

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Adarico, irmão de Mário Negromonte, atuava como ''mula internacional''

Além de ser um dos 11 irmãos menos conhecidos do conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, o que faz Adarico Negromonte? Transporta dinheiro ilícito, segundo as investigações da PF.
Adarico  Negromonte e o doleiro  Youssef foram para o Peru levar dinheiro em espécie, segundo depoimento do advogado Carlos Alberto Pereira da Costa.
Adarico Negromonte e o doleiro Youssef foram para o Peru levar dinheiro em espécie, segundo depoimento do advogado Carlos Alberto Pereira da Costa.
O único foragido da Operação Lava Jato da Polícia Federal, Adarico Negromonte Filho, 70 anos, irmão do conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Mário Negromonte, deve se entregar à PF na próxima semana. A Interpol está atrás dele, por suspeita de que tenha escapado para o Exterior. Sua advogada, Joyce Roysen, tenta, de forma paralela, revogar a prisão preventiva decretada pelo juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Na casa onde reside, em Registro (SP), Adarico não foi encontrado pela PF na sexta-feira da semana passada. Homem de confiança do doleiro Youssef, o advogado Carlos Alberto Pereira da Costa, em depoimento, fala que Adarico atuava como “mula” internacional. Ele seria um dos quatro “mulas” (carregadores de mercadoria ilegal) usados pelo doleiro Alberto Youssef para entregas confidenciais.

O parentesco ilustre com Mário Negromonte, ex-deputado federal (PP-BA) e nomeado em maio deste ano pelo governador Jaques Wagner conselheiro do TCE, garantiu a Adarico muita notoriedade, é verdade. Mas, além de ser um dos 11 irmãos menos conhecidos do ex‑ministro, o que faz Adarico? Transporta dinheiro ilícito, dizem com todas as letras os policiais que desencadearam a Lava-Jato. Ele seria um dos quatro “mulas” usados pelo doleiro Youssef.

''Em determinada oportunidade, os dois (Adarico e Youssef) foram para o Peru levar dinheiro em espécie'', afirmou o advogado Carlos Alberto Pereira da Costa em depoimento.

À imprensa baiana, Mário Negromonte disse que o irmão mais velho é inocente “até que existam provas concretas que o culpem pelo envolvimento em atividade criminosa”.

O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, publica nesta sexta-feira (21) ampla reportagem sobre Adarico Negromonte. Confira abaixo, na íntegra:

Não fosse pelo fato de ser irmão mais velho do ex-ministro das Cidades Mário Negromonte (PP), o baiano Adarico Negromonte Filho, 70 anos, não ganharia notoriedade. Agora, virou assunto por dois motivos: o parentesco ilustre e também por ser o único foragido da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal (PF).

Até a Interpol está atrás dele, por suspeita de que tenha escapado para o Exterior. Sua advogada tenta, de forma paralela, revogar a prisão preventiva decretada pelo juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Além de ser um dos 11 irmãos menos conhecidos do ex‑ministro, o que faz Adarico? Transporta dinheiro ilícito, dizem com todas as letras os policiais que desencadearam a Lava-Jato. Ele seria um dos quatro “mulas” (carregadores de mercadoria ilegal) usados pelo doleiro Alberto Youssef para entregas confidenciais.

Eles trabalhavam na GFD, uma das empresas criadas por Youssef para lavar dinheiro, com sede na Rua Paes de Barros, em São Paulo. No grupo de transportadores, estão Rafael Ângulo Lopez, o Véio (condenado no processo originado pela Operação Curaçao, da PF), e Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca (agente da PF, preso na Lava-Jato).

O baiano recebeu o apelido de Maringá por ter se envolvido há mais de década com Youssef, natural dessa cidade do Paraná. Quando o doleiro foi preso em São Luís (MA) com 34 telefones celulares, em março, os policiais encontraram mais de 30 mensagens dirigidas a Adarico.

A capital do Maranhão, aliás, é sede de outro caso envolvendo Adarico. Contadora de Youssef, Meire Bonfim da Silva Poza relatou à PF que o doleiro pagou propina ao governo maranhense. Conforme ela, a mando de duas construtoras, Youssef negociou o pagamento de R$ 6 milhões em suborno para que o Estado antecipasse um pagamento de cerca de R$ 120 milhões que beneficiava as empreiteiras.

O precatório era o quinto na ordem de liberação. Após a propina, as construtoras “furaram a fila”, e o pagamento foi liberado parceladamente. O precatório se referia a um contrato na metade da década de 1980 para serviços de terraplenagem e pavimentação da BR-230. O valor se refere a 15% cobrados pelo doleiro. Quem teria intermediado o repasse do dinheiro, em espécie? Adarico. A governadora Roseana Sarney (PMDB) negou conhecê-lo, e o caso é investigado pela Lava-Jato.

Homem de confiança do doleiro Youssef, o advogado Carlos Alberto Pereira da Costa, em depoimento, fala que Adarico atuava como “mula” internacional.

— Em determinada oportunidade, os dois (Adarico e Youssef) foram para o Peru levar dinheiro em espécie — disse.

O irmão do ex-ministro também é o homem que teria carregado R$ 57 mil em cédulas, num voo desde São Paulo até Canoas, em 4 de dezembro de 2013. O dinheiro foi enviado pelo doleiro para a sede das construtoras Queiroz Galvão/OAS/Brasília, que construíram a Rodovia do Parque (BR-448). Mensagens confirmando o fato foram interceptadas pela PF, mas não se sabe por que o repasse foi feito em espécie. As empreiteiras negam saber do que se trata.

Na casa onde reside, em Registro (SP), Adarico não foi encontrado pela PF na sexta-feira. A advogada Joyce Roysen, responsável pela defesa do foragido, afirma que o cliente se entregará à PF na segunda ou terça-feira. À imprensa baiana, Mário Negromonte disse que o irmão mais velho é inocente “até que existam provas concretas que o culpem pelo envolvimento em atividade criminosa”.

— Tenho 11 irmãos, amo a todos. O que puder fazer vou fazer. Agora, esse aí terá de mostrar que não cometeu nenhum crime e, se cometeu, vai ter que pagar. Mas estarei ao lado dele para dar apoio moral — afirmou.

Mário, ministro do governo Dilma entre 2010 e 2012, deixou a Esplanada após ser acusado por correligionários de comprar apoio de deputados do partido para manter o controle interno da legenda. Depois da exoneração, Mário voltou a exercer mandato de deputado federal. Em junho deste ano, o ex-ministro tomou posse como conselheiro do Tribunal de Contas da Bahia.

A origem na Bahia - Adarico Negromonte é o irmão mais velho do ex-ministro Mário Negromonte (PP). Nascido na Bahia, tem residência em Registro (SP). Como a PF não o encontrou na sexta-feira, é considerado foragido.

A relação com Youssef - Há anos, Adarico é ligado a Alberto Youssef – tanto que chegou a receber o apelido de Maringá, cidade em que o doleiro nasceu. O baiano, diz o inquérito (imagem acima), atuaria como carregador de dinheiro.

O pagamento no Maranhão - Segundo relato da contadora do doleiro, Adarico teria intermediado o repasse de propina ao governo de Roseana Sarney (PMDB), no Maranhão, em troca da liberação de pagamento para empreiteiras.

Fonte: jornaldamidia

Saúde promove mais um Dia D contra a pólio neste sábado

Para ampliar a cobertura e atingir a meta de proteger pelo menos 95% das crianças entre seis meses e menores de cinco anos contra a paralisia infantil em Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde promoverá neste sábado (22) mais um Dia D da estratégia. Serão instalados mais de 300 pontos de imunização entre todos os postos de saúde que estarão abertos e locais estratégicos como shoppings, supermercados, escolas, creches, associações, igrejas, terminais rodoviários e estações de transbordo, além de pontos focais como a Biblioteca Central e o Elevador Lacerda, funcionando das 08 às 17 horas.

Aproximadamente 100 mil pequeninos residentes na capital baiana ainda não procuraram os postos de saúde da rede municipal para receber a dose da vacina contra a pólio. Iniciada no dia 8 de novembro, a Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio imunizou apenas cerca de 57 mil crianças do município, o que representa uma cobertura de 36,5% do público alvo estimado em 156.066 pessoas.

A vacinação é a única medida de prevenção eficaz para manter Salvador livre da paralisia infantil. A mobilização seguirá até o dia 28 de novembro em todos os postos de saúde da rede municipal, de segunda a sexta, das 08 às 17 horas.

fonte: jornaldamidia

DESTAQUE NOSSO:

EM SENTO SÉ, postos de vacinação serão instalados em diversas pontos da cidade. Praça Central, Pracinha do Tombador, Igreja Evangélica na Bela Vista, UBS Av. Dr. Raul Alves, PSF Bairro Cícero Borges, Hospital e Maternidade Dr. Heitor Sento Sé.

Tragédia em Esplanada: oito pessoas morrem em acidente na BR-101.

Vítimas do acidente recebem atendimento (Foto: Esplanada News/Reprodução)
Vítimas do acidente recebem atendimento (Foto: Esplanada News/Reprodução)
Oito pessoas morreram e três pessoas feridas nesta quinta-feira (20). Entre as vítimas estão seis crianças que estudavam na Fundação José Carvalho. O acidente aconteceu por volta das 10h, entre as cidades de Entre Rios e Esplanada. Ás 20h, O Hospital Dantas Bião, de Alagoinha, divulgou o falecimento de Adricélia do Nascimento Lima, de 15 anos, que inicialmente estava entre os feridos.

O grave acidente ocorreu no km 44 da BR 101 próximo a "Fazendinha" em Esplanada.

Um veículo modelo Renault Clio preto com placa OUP 9417 Salvador, colidiu de frente com o táxi modelo Corsa Sedan Branco, de Esplanada.

As vítimas fatais foram identificadas como Camille de Sena Santos, 12 anos, Maisa Pereira Santos, 12 anos, e Ronilson Santos Coutinho, 14 anos, também morreram no local.

fonte: jornaldamidia

CANUDOS: BANDIDOS EXPLODEM CAIXAS ELETRÔNICOS DA AGENCIA DO BANCO DO BRASIL

Segundo informações do leitor Wellington Farias, do distrito de Pilar em Jaguarari, na madrugada desta sexta-feira (21), por volta das 03 da manhã, bandidos explodiram os caixas eletrônicos da Agência do Banco do Brasil da cidade de Canudos, aqui no Norte da Bahia. Ainda não se tem o valor exato dos recursos levados pelos bandidos. No decorrer da nossa programação, mais informações.
Fonte: BlogGeraldoJose

SENTO SÉ: Câmara lamenta a morte de ex-primeira dama do município

Câmara de Sento-Sé
A câmara de vereadores de Sento-Sé lamentou com profundo pesar a morte da ex-primeira dama do município, Judite Martins Lopes Ribeiro, falecida no último dia 22/10, na cidade de Juazeiro – Bahia, onde residia. O manifesto de profundo pesar foi formalizado publicamente através da moção n° 14/2014, de autoria da mesa diretora, que teve a aprovação unânime do plenário. Judite Martins Lopes Ribeiro foi primeira dama do município de Sento-Sé no período de 1967 a 1971, segunda gestão do ex-prefeito Osvaldo Lopes Ribeiro (em memória).
A família da matriarca já havia recebido também as condolências do poder Executivo Municipal, com a decretação do luto oficial de três dias, publicado pelo decreto n° 930/2014, assinado pelo prefeito Ednaldo dos Santos Barros.
O manifesto de profundo pesar aprovado pelo Legislativo local, será remetido à família da extinta, como forma de reconhecimento aos relevantes serviços prestados à população do município.
Fonte: ascom/camara

BRASILIA: Não tenho que proteger tesoureiro do PT, detona Lúcio

Foto: Divulgação/Arquivo

Lúcio Vieira Lima faz críticas ao PT
“O PT só enxerga o PMDB como parceiro na hora de limpar a sujeira”, disse o deputado baiano Lúcio Vieira Lima, vice-líder da bancada peemedebista. “Nós não vamos fazer como naqueles filmes em que um grupo mata e depois entra a turma da limpeza. A coligação com o PT não me obriga, por exemplo, a proteger tesoureiro de partido”, completou, referindo-se a João Vaccari Neto, o gestor das arcas petistas. A analogia de Lúcio evoca o personagem encarnado pelo ator Harvey Keitel no filme Pulp Fiction. Chama-se ‘The Wolf’. Entra em cena sempre que é necessário limpar o sangue e apagar os rastros de um crime. É esse papel que o PMDB da Câmara refuga, disse o vice-líder da bancada comandada por Eduardo Cunha. Deve-se a acidez de Lúcio às insinuações feitas por operadores políticos do Planalto segundo as quais o PMDB teria tramado a favor das duas derrotas que o bloco governista sofreu no Congresso ao longo da semana. Numa, os partidos de oposição aprovaram um lote de requerimentos na CPI mista da Petrobras. Entre eles o que prevê a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico do tesoureiro Vaccari. Noutra, o bloco que dá suporte congressual a Dilma não conseguiu aprovar na Comissão de Orçamento a proposta que autoriza o governo a descumprir sua própria meta de economia de gastos, autorizando-o a fechar a contabilidade de 2014 inclusive com as contas no vermelho. Leia mais no blog deJosias de Souza.
Fonte: politicalivre

BRASILIA: Processos contra deputados petistas devem ser arquivados

Foto: Montagem Política Livre

O Conselho de Ética da Câmara se articula para discutir e votar já no próximo dia 2 o parecer preliminar dos processos abertos contra os deputados petista Afonso Florence, Nelson Pelegrino e Rui Costa, governador eleito do estado. Os três foram acusados pela presidente da ONG Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, de se beneficiarem de desvios de verbas públicas destinadas à construção de casas populares. Todos negam envolvimento no esquema e atribuem as denúncias de Dalva Sele à disputa pelo Palácio de Ondina. De acordo com membros do conselho ouvidos pela Satélite, a tendência é pelo arquivamento das representações impetradas por DEM e PSDB. Sobretudo porque a autora das denúncias, que poderia fornecer mais detalhes e provas de suas acusações, continua na Europa, para onde foi em setembro.
Jairo Costa Junior, Correio*/politicalivre

Globo Repórter exibirá HOJE documentário gravado em Sento Sé

Globo Repórter embarca em uma aventura pelo Rio São Francisco (Foto: TV Globo)
A produção do programa Globo Repórter da Rede Globo de Televisão exibirá o documentário Sexta-feira 21/11.


Globo Repórter embarca em uma aventura pelo Rio São Francisco (Foto: TV Globo)
Fazenda Brejinho, portal de entrada do Parque Nacional Boqueirão da Onça em Sento-Sé, foi o local para a gravação de um documentário sobre o bioma Caatinga. Os destinos anunciados são: Serra do Mateus, Garimpo da Cabeluda e Serra dos Prazeres, onde serão devolvidos à natureza, animais silvestres (onças, pássaros e tatus) recuperados pelo IBAMA. A equipe dirigida pelo apresentador Francisco José mostrar as belezas do sertão. Além de embarca uma aventura pelo Rio São Francisco.
Boqueirão da onça
Fonte: sentosenoticias

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

BAHIA: SABIA TUDO SOBRE A TARIFA SOCIAL COELBA

QUEM TEM DIREITO?

Toda Unidade Consumidora classificada na Subclasse Residencial Baixa Renda, com família que:
• Seja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, ou seja, ter NIS - Número de Identificação Social, com renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo nacional; ou;
• Seja inscrita no Cadastro Único da Prefeitura, com renda familiar mensal de até três salários mínimos, que seja portador de doença ou deficiência que precise do uso continuado de aparelhos ou equipamentos elétricos; ou
• Tenha Idoso ou Deficiente que receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social - BPC,
• Cada família tem direito ao benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica - TSEE em apenas uma unidade consumidora.
O tipo de ligação da unidade consumidora pode ser monofásica, bifásica ou trifásica, independentemente do valor consumido.O tipo de ligação da unidade consumidora pode ser monofásica, bifásica ou trifásica, independentemente do valor consumido.
Família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal com renda mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo:
• CPF e Carteira de Identidade ou, na inexistência desta, outro documento de identificação oficial com foto;
• NIS - Número de Identificação Social.

Famílias com Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), Lei LOAS:
• NB - Número do Beneício;
• CPF e Carteira de Identidade ou, na inexistência desta, outro documento de identificação oficial com foto;
• Caso a família seja quilombola ou indígena, deve apresentar também o NIS.

Família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência cujo tratamento ou procedimento médico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica:
• CPF e Carteira de Identidade ou, na inexistência desta, outro documento de identificação oficial com foto;
• NIS - Número de Identificação Social;
• Relatório e atestado subscrito por profissional médico que comprove necessidade do uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, necessitem de energia elétrica.

Família indígena ou quilombola:
• CPF e Carteira de Identidade ou, na inexistência desta, outro documento de identificação oficial com foto. Para os índios que não possuam esses documentos, será admitido apenas a apresentação do RANI (Registro Administrativo de Nascimento Indígena);
• NIS - Número de Identificação Social.
ONDE SE CADASTRAR?
Em qualquer das Agências, postos próprios de atendimento ou postos credenciados do Coelba Serviços com os documentos originais.
COMO FAZER O RECADASTRAMENTO?
No site da Coelba: www.servicos.coelba.com.br
Cliente com NIS: • Quem ainda não informou o nº do NIS à Coelba deve realizar o cadastro pela Internet ou procurar as Agências Coelba de Atendimento ou Postos de Atendimento Coelba Serviços para solicitar o cadastro;
• Quem já apresentou o número do NIS à Coelba deve conferir se o número do NIS impresso na conta de energia confere com o documento do titular da conta.

Cliente sem NIS: • Quem ainda não tem o NIS deve procurar os postos de cadastramento na prefeitura municipal e solicitar a inscrição no Cadastro Único para obtê-lo. De posse do NIS, informar este número à Coelba para se cadastrar na Tarifa Social.

Cliente com Benefício da Prestação Continuada - BPC, Lei LOAS: • Quem possui o BPC deve informar o número do NB à Coelba para se cadastrar na Tarifa Social;
• Os idosos e/ou deficientes protegidos pela Lei LOAS, que não tenha o BPC devem procurar as agências do INSS e, após obter o número do NB, informá-lo à Coelba.

 Atenção: Todo cadastro é encaminhado para aprovação da ANEEL
COMO SABER SE A TARIFA SOCIAL ESTÁ SENDO CONCEDIDA OU NÂO?
Na fatura mensal, no campo de "Informações Importantes" são apresentadas as mensagens:
• Desconto pela aplicação da Tarifa Social "R$ XXX,XX", ou;
• Perda do benefício da TSEE por...

Fonte: portal coelba.com.br

SENTO SÉ: SECRETARIA DE SAÚDE APLICA EM MÉDIA 1.600 DOSES DE VACINAS TODO MÊS


A Prefeitura Municipal de Sento Sé, através da Secretaria de Saúde, tem por meta  cumprir o calendário de vacinação de todas as crianças, para que elas fiquem imunes de graves doenças, a exemplo de: Febre amarela, Tétano, Meningite, Pneumonia, gripe, Hepatite, entre outras. A Secretária Municipal de Saúde, Urany Barros, entende que a vacina é um direito da criança, “... por isso, mantemos uma sala especifica, instalada na Unidade Básica de Saúde, situada à Avenida Raul Alves de Souza, entrada da cidade, que funciona de Segunda a sexta-feira no horário comercial e disponibiliza uma diversidade de vacinas”. “...pedimos aos pais ou responsáveis que compareça a unidade levando seus filhos para receberem as doses necessárias, importantes e indispensáveis na manutenção e prevenção de doenças. Crianças que tenham entre seis meses e menos de cinco anos, devem receber as doses que previnem contra a Paralisia Infantil e o Sarampo, por exemplo”.
Segundo Boletim de vacinações aplicadas no mês de Outubro, mais de 1.600 doses foram aplicadas em centenas de crianças.
Confira:
BCG 40 Doses; Febre Amarela 53; Hepatite A 81; Hepatite B 174; Dupla Adulto contra Tétano 101; Meningite C 136; DTP (Triplice Bacteriana) 96; Rotavirus 99; Penta Valente 128; Contra Pneumonia 167; Tetraviral 43; Pólio 138; VIP 82; HPV 489; Influenza 98, entre outras.


Fonte: Boletim/ Sala de Vacinação/Sesau