segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Provas da Educação são suspensas em colégio após confusão por atraso

1/30/2012 02:06:00 AM

Do G1 BA
A empresa contratada para realização do processo seletivo da Secretaria da Educação da Bahia informou que houve confusão na aplicação das provas, no domingo (29), no Colégio Estadual Polivalente do Cabula, em Salvador. De acordo com a Consultec, os candidatos que fariam os exames na instituição sofreram atraso na distribuição do material de prova, o que gerou tumulto por parte de algumas pessoas, impedindo a realização das provas neste colégio, onde estavam candidatos aos cargos de professor de física e professor de química.
A Consultec declarou através de nota que informou o ocorrido à Secretaria de Educação e o órgão público deve anunciar nesta segunda-feira (30) providências com relação à suspensão destas provas.
Cerca de 105 mil pessoas se inscreveram, em todo o estado, para o concurso da Secretaria de Educação em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Deste total, 15.371 candidatos concorrem às 1.093 vagas para professor e 90.048 concorrem às 2.209 vagas para assistente administrativo.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Bahia recebe R$ 960 mil contra hanseníase

1/29/2012 03:30:00 AM
14 municípios serão beneficiados com o repasse do Ministério da Saúde.
Barreiras - R$ 100 mil
Bom Jesus da Lapa - R$ 30 mil
Brumado - R$ 30 mil
Casa Nova - R$ 30 mil
Eunápolis - R$ 60 mil
Feira de Santana - R$ 60 mil
Itamaraju - R$ 30 mil
Juazeiro - R$ 180 mil
Luís Eduardo Magalhães - R$ 30 mil
Paulo Afonso - R$ 60 mil
Porto Seguro - R$ 60 mil
Salvador - R$ 200 mil
Senhor do Bonfim - R$ 30 mil
Teixeira de Freitas - R$ 60 mil
O Brasil mantém a queda na incidência da hanseníase no país. Entre 2010 e 2011, o coeficiente de detecção de casos novos caiu 15%. Entre menores de 15 anos, este percentual baixou 11%.
Os dados preliminares mostram que, em 2011, houve 30.298 casos novos detectados, um coeficiente de 15,88 casos novos por 100 mil habitantes. Destes, 2.192 casos foram registrados em menores de 15 anos (4,77 por 100 mil habitantes).
Em 2010, o coeficiente de detecção geral foi de 18,22 por 100 mil habitantes, correspondendo a 34.894 casos novos da doença no país, sendo 2.461 casos na população menor de 15 anos (5,36 por 100 mil habitantes). O Estado possui um coeficiente de detecção de 17,56 por 100 mil, na população geral, e 2.461 casos novosconforme estimativa preliminar para 2011.
O anúncio da ampliação dos recursos precede o Dia Mundial de Luta contra Hanseníase, celebrado neste domingo.
A meta do Plano de Eliminação da Hanseníase, estabelecido em 2011, é que haja menos de um caso de hanseníase para cada grupo de 10 mil habitantes até 2015. Além disso, o SUS trabalha para reduzir em 26,9% o coeficiente de detecção de casos novos em menores de 15 anos, aumentar o percentual de cura (90% dos casos novos) e examinar 80% dos contatos intradomiciliares dos casos novos de hanseníase.
A doença
A hanseníase é uma doença infecciosa e atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas é longo e varia de dois a cinco anos. É importante que, ao perceber algum sinal, a pessoa com suspeita de hanseníase não se automedique e procure imediatamente um serviço de saúde mais próximo.
É preciso observar manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo e áreas da pele que não coçam; mas, que causam a sensação de formigamento e ficam dormentes, com diminuição ou ausência de dor, da sensibilidade ao calor, ao frio e ao toque. 
O tratamento
Todos os casos de hanseníase têm tratamento e cura. A doença pode causar incapacidades físicas, evitadas com o diagnóstico precoce e o tratamento imediato, disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). O tratamento, gratuito e eficaz pode durar de seis a doze meses.
Os medicamentos devem ser tomados todos os dias em casa e uma vez por mês no serviço de saúde. Também fazem parte do tratamento exercícios para prevenir as incapacidades físicas, além de orientações da equipe de saúde.
Fonte: Tribuna da Bahia

Partidos definem estratégias de olho em eleições na RMS

1/29/2012 03:23:00 AM
São 13 municípios e 3,5 milhões de habitantes. E o principal capital, na ótica para os partidos que vão disputar as eleições este ano:  um espólio de 2,4 milhões de eleitores ou cerca de 25%  da população baiana com direito a voto. Com estes predicados, a Região Metropolitana de Salvador (RMS) firma-se como uma das áreas mais estratégicas na disputa das eleições municipais de 2012.
Na avaliação dos gestores dos principais partidos, um  bom desempenho na RMS poderá significar acúmulo de forças para as eleições de 2014, quando estará em disputa o governo do Estado e uma cadeira no Senado. Por isso, as legendas se antecipam e começam a montar suas estratégias, firmando alianças e definindo os candidatos mais competitivos.
Campeão em prefeituras na região, estando à frente de quatro municípios, o PT quer ampliar a presença na RMS. Segundo o presidente do partido, Jonas Paulo, o PT deve ter candidato próprio em quase todos os municípios da região. “É fundamental termos uma presença forte  nestes municípios, até porque é neles  que está o grosso da renda do Estado e os grandes investimentos do governo federal”, destacou.
Presidente do Democratas, José Carlos Aleluia diz que é estratégico para a oposição ampliar o número de prefeitos na RMS. “A tendência é a oposição se unir   em torno dos candidatos mais competitivos. Vamos mostrar que umaadministração municipal pode ter grande sucesso independentemente de ser aliada do  governador”, destaca. Atualmente, os oposicionistas comandam apenas três prefeituras na RMS – Candeias, Dias D’Ávila  e Mata de São João.
Populosas - Para além de Salvador, outras 12 prefeituras estarão em jogo nas eleições de outubro. Mais populosas e conurbadas com a capital, Camaçari e Lauro de Freitas despontam como as mais importantes do ponto de vista eleitoral. Ambos os municípios estão nas mãos do PT desde 2005, o que torna o desafio ainda maior para a oposição.
Em Camaçari, o PT fechou em torno da candidatura do secretário de relações institucionais da prefeitura, Ademar Delgado. Indicado pelo prefeito Luiz Caetano, Delgado terá como desafio viabilizar o seu nome – que tem força na burocracia municipal, mas é pouco conhecido pelo eleitorado – até o pleito de  outubro. Delgado esbanja confiança.
Na oposição, os nomes mais cotados são o presidente municipal do PTN, Maurício Bacelar, além dos ex-prefeitos José Tude (PRP) e Hélder Almeida (DEM).  
Em Lauro de Freitas, a disputa deve ser polarizada entre  Márcio Paiva (PP), do grupo do deputado licenciado João Leão,  e João Oliveira (PT), vice-prefeito que deixou o PSDB para ser ungido pela prefeita Moema Gramacho.
O fiel da balança deverá ser o vereador Chico Franco (PCdoB), mais votado no município para deputado estadual em 2010. Seu futuro é uma incógnita: ele pode tanto sair candidato, quanto apoiar  um dos outros dois postulantes. 
No município de Simões Filho, o prefeito Eduardo Alencar (PSD) tentará a reeleição. No seu caminho, contudo, estão o petista Edson Almeida e  o ex-vice-prefeito Diógenes Tolentino, mais conhecido como Dinha (PMDB).
Fonte: A tarde

Uneb divulga lista de aprovados no Vestibular 2012

1/29/2012 03:16:00 AM
Mais de quatro mil estudantes foram aprovados no Vestibular 2012 da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). A lista dos aprovados já foi divulgada pela instituição e o nome dos estudantes selecionados podem ser consultados nos arquivos PDF (baixe o programa) ao lado direito desta matéria.

A matrícula dos aprovados no primeiro semestre acontecem nos dias 6, 7 ou 8 de fevereiro, e deve ser feita no departamento/campus da graduação escolhida, no período das 8h30 às 12h ou das 13h30 às 19h, para arealização da matrícula (veja calendário de matrícula).

O edital de convocação para a matrícula, em primeira chamada, será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) edivulgado no site do certame no dia 31 deste mês, trazendo, entre outras informações, os documentos necessários.

A ausência do candidato ao local da matrícula nas datas e horários estabelecidos, ou a não apresentação dadocumentação especificada no edital, implicará na perda do direito à vaga.

A seleção contou com mais de 52 mil inscritos para cerca de 100 opções de cursos presenciais de graduação distribuídos em 24 campi, na capital e interior do estado.

Mais informações pelo telefone 0800 071 3000 ou no site Vestibular Uneb 2012 (www.vestibular2012.uneb.br)
Fonte: atardeonline

Receita publicará regras de ajuste da declaração

1/29/2012 03:10:00 AM
Agência Brasil
Brasília – As regras para a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) deste ano, sobre rendimentos do ano passado, serão praticamente iguais às da última declaração, com inclusão de “pequenos ajustes” decorrentes da correção da tabela de deduções. A informação foi dada pela coordenadora da área de Imposto de Renda da Receita Federal, Cláudia Lúcia Pimentel.
A Receita deve publicar instrução normativa até o fim da semana que vem, com o detalhamento decorrente da correção de 4,5% na tabela do Imposto de Renda, que eleva o limite de isenção de R$ 1.566,61 em 2011, para os atuais R$ 1.637,11. Também aumenta o limite para abatimento da renda tributável na declaração simplificada, que passa de R$ 13.317,09 para R$ 13.916,36.
A aplicação dos 4,5% corrige também os limites de declaração obrigatória para o assalariado que teve rendimento tributável anual de R$ 22.487,25 em 2010 e passou para R$ 23.499,17 em 2011, e para o produtor rural que obteve rendimentos acima de R$ 112.436,25 em 2010, agora reajustados para R$ 117.495,88. Números que ainda precisam ser confirmados na instrução normativa da Receita.
No ano passado, o contribuinte pôde deduzir R$ 1.808,28 por dependente; R$ 2.830,84 com educação e R$ 810,60 com contribuição previdenciária de emprego doméstico. Com a correção de 4,5%, as deduções passam para R$ 1.889,65 por dependente, R$ 2.958,22 com educação e R$ 847,07 nas contribuições de trabalho doméstico para a Previdência Social.
Claudia Pimentel entende que a divulgação das regras de declaração do IR precisa ser feita com bastante antecedência para que o contribuinte se prepare para cumprir o prazo de entrega da declaração, nos meses de março e abril.
Ressalvou, contudo, que a demora se deve à adaptação da Lei 12.594, do dia 18, que instituiu o Sistema Nacional de Atendimento Socieducativo (Sinase), que regulamenta a execução de medidas de apoio a adolescentes que praticam algum tipo de infração. O Artigo 87 permite que doações para fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente, nos três níveis de governo, sejam deduzidas do Imposto de Renda, quando devidamente comprovadas, desde que obedecidos os limites de 1% do imposto devido, no caso de pessoa jurídica (empresa), e de 6% quando o doador for pessoa física.
A Receita lembra que, como no ano passado, as declarações só serão recebidas por meio eletrônico, viainternet, que, além de comodidade para o declarante, oferece mais agilidade e segurança ao processo. Tanto que 24,37 milhões de pessoas cumpriram a obrigação com o Fisco dentro do prazo, no ano passado.

SEAGRI ASSINA COOPERAÇÃO TÉCNICA PARA AÇÕES EM DEFESA DO VELHO CHICO

1/29/2012 03:06:00 AM
O compromisso com a continuidade das ações em defesa da Bacia do Rio São Francisco foi renovado quarta-feira, em Salvador, com a assinatura do aditivo ao Termo de Cooperação Técnica do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). O aditivo objetiva a inclusão de novos parceiros à cooperação técnica, fortalecendo a atuação da FPI que visa a revitalização da bacia do São Francisco com a fiscalização das atividades realizadas no local. O Programa, desenvolvido em setembro de 2010 pelo Ministério Público, tem a participação da Secretaria da Agricultura (Seagri) através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), além de outras entidades públicas estaduais, federais e sociedade civil organizada.
A partir de agora passam a integrar a FPI a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), a Superintendência Regional do Trabalho (SRTE) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).Para o secretário da Agricultura, Eduardo Salles, a consolidação da FPI demonstra não só a preocupação com o meio ambiente, mas também o nível de comprometimento de dirigentes e do governo estadual em promover o desenvolvimento da Bahia. “Em um programa como este, todos os parceiros envolvidos na causa brilham com a mesma intensidade, realizando um trabalho eficaz e eficiente para o Estado e para a população”, avaliou Eduardo Salles, citando a fundamental participação das secretarias estaduais do Meio Ambiente, Fazenda, Saúde e Segurança Pública.
A participação da Seagri, através da Adab, visa o combate ao abate clandestino de animais destinados ao consumo humano, bem como reprimir a produção e comercialização de alimentos de origem animal fora dos padrões higiênico-sanitários estabelecidos em lei. O diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres, salientou que a parceria interinstitucional nas FPIs tem servido de exemplo em diversas iniciativas, favorecendo o meio ambiente e a qualidade de vida no entrono do São Francisco. “O monitoramento contínuo, a integração permanente entre os entes participantes da FPI e o sucesso do programa se devem à decisão dos órgãos em atuar conjuntamente e de forma compartilhada”, destacou Paulo Emílio.
Também integram a FPI o Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia da Bahia (CREA), o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNP), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA).

Fonte>Blog GJ


Ascom Adab

sábado, 28 de janeiro de 2012

Presidenta Dilma Rousseff cumpre agenda na Bahia

1/28/2012 02:52:00 AM
A presidente Dilma Rousseff participa neste domingo (29), em Salvador, da cerimônia do Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. O evento será realizado às 16h, com a presença do governador Jaques Wagner, no Salão Nobre do Fórum Ruy Barbosa, Campo da Pólvora.



Na segunda-feira (30), Dilma e Wagner vão a Camaçari, onde a presidente assina às 9h30, na Cidade do Saber, a ordem de serviço para revitalização urbanística da Bacia do Rio Camaçari. As obras contam com investimento de aproximadamente R$ 274 milhões e fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento II, beneficiando 90 mil moradores.



sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Xique-Xique tem projeto de energia solar

1/27/2012 07:37:00 AM
Depois da energia do vento (eólica), agora é a energia solar que começa a se desenvolver na Bahia. O Diário Oficial do Estado publicou a licença do projeto do grupo Enel Green Power em Xique-Xique, no semiárido baiano, com capacidade de produzir cinco megawatts de energia através de painéis fotovoltaicos (solares). Comparativamente, no Ceará, a usina MPX, já em operação, tem capacidade para um megawatt.
O grupo Enel já possui investimentos em energia eólica na Bahia, onde está implantando cinco parques de energia movida pelo vento com potência instalada de 146,4 megawatts nos municípios de Igaporã e Morro do Chapéu.
Com a licença ambiental, agora o projeto aguarda do governo federal a realização de leilão para energia solar. “O governo da Bahia atua junto ao governo federal para que essa fonte possa ser introduzida na matriz elétrica brasileira. O projeto de Xique-Xique junta-se à usina do Estádio Governador Roberto Santos (Pituaçu), que está em construção – será o primeiro estádio solar do país”, disse o secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia.
Segundo dados da Sicm, outras empresas de energia solar prospectam na Bahia e apontam para mais de um gigawatt de projetos em análise no estado. “O potencial solar baiano é um dos maiores do Brasil e, assim como a energia eólica, pode trazer importantes ganhos, porque o estado tem as regiões de maior incidência solar em zonas que precisam de investimentos e oportunidades”, explicou o secretário-executivo da Câmara de Energia da Sicm, Rafael Valverde.
De olho nesse potencial, a Bahia já possui indústrias e empresas especializadas em equipamentos solares em processo de implantação. Dentre elas, destacam-se os grupos Viv (Portugal), Agnys (Brasil), Gehrlicher Ecoluz (Alemanha-Brasil) e Donauer (Alemanha).

Mais 133 projetos de energia eólica são licenciados

1/27/2012 07:26:00 AM
A Bahia licenciou, na última semana, 133 projetos para implantação de complexos de energia eólica no estado, que representam, aproximadamente, 3.200 MW de potência.

A Bahia licenciou, na última semana, 133 projetos para implantação de complexos de energia eólica no estado, que representam, aproximadamente, 3.200 MW de potência. As Licenças de Localização (LL) foram publicadas no Diário Oficial do Estado, no último fim de semana (21 e 22 de janeiro), e se referem à análise da viabilidade ambiental de competência do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).
Com a LL, as empresas cumprem um dos requisitos para a participação no leilão de energia A-3, a ser realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em março deste ano. Somando as novas licenças à carteira de projetos já habilitados, a Bahia pode superar 4 mil MW no próximo leilão, quando será contratada energia com suprimento previsto para 2015.
"As licenças são resultado do esforço conjunto das secretarias estaduais do Meio Ambiente e da Indústria, Comércio e Mineração, por meio da sua Comissão Técnica de Garantia Ambiental (CTGA)", afirma o secretário James Correia.
Segundo ele, caso todos os projetos sejam habilitados no leilão, é provável que a Bahia garanta maior participação nos certames realizados pelo governo federal.
Potencial baiano – Hoje, existem 57 projetos de energia eólica previstos para serem instalados no estado. Os empreendimentos somam, aproximadamente, R$ 6,5 bilhões em investimentos, com a previsão de gerar entre 400 e 600 empregos na fase de operação. Quando os parques estiverem operando, vão acrescentar cerca de 1.418 MW à rede elétrica.
A previsão é de que, até setembro deste ano, 18 parques estejam em pleno funcionamento. As usinas eólicas foram contratadas nos Leilões de Fontes Alternativas e no Leilão de Energia de Reserva, realizados pelo governo federal, nos anos de 2009, 2010 e 2011.
Fonte: Secom

Sindicato dos servidores municipais realiza Audiência Pública em Sento-Sé

1/27/2012 03:40:00 AM
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sento-Sé, Estado da Bahia, promoverá uma audiência publica nesta sexta-feira, dia 27, às 19 horas no plenário da Câmara de Vereadores de Sento-Sé, onde serão abordados os seguintes temas: INSALUBRIDADE, CRIAÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL, NOVA TABELA SALARIAL, A IMPORTANCIA DO SERVIDOR PUBLICO MUNICIPAL, BENEFICIOS AOS AGENTES DE SAÚDE E DIÁRIAS.

O evento terá como palestrantes:

JOSE HELIO BRAGA – Pres. da federação Baiana dos Serv. Pub. Municipais;
RAIMUNDO NONATO – Coordenador da União dos Sindicatos do Vale São Francisco;
SÔNIA LUCIA – Secretária Geral da Estadual;
TELMA SILVA – Pres. do Sind. dos agentes de Saúde de Pindobaçú;
BERTIAN ANDRADE – Tesoureiro da Estadual;
CÍCERO SILVA - Pres. do Sind. Juazeiro BA;
CIPRIANO FILHO – Pres. do Sind. Sobradinho BA;
BISPO – Pres. do Sind. Casa Nova BA;
ELIAS RODRIGUES - Comd. da Guarda Municipal de Juazeiro BA;
JOSÉ ALBERTO – Diretor da Força Sindical Salvador BA;
NEUMACIR – Vice-Presidente da federação Baiana dês servidores Públicos Municipais.

O presidente da entidade sindical em Sento-Sé, Carlos Jader fama Avelino, aproveita para convidar todos os associados.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Presidente do PSDB critica falta de investimento em saúde pública

1/26/2012 12:59:00 AM
Ao analisar os números do IBGE que mostram que o brasileiro gasta 29,5% a mais do que o governo para ter acesso a remédios, consultas, planos de saúde, hospitais e exames, o presidente estadual do PSDB na Bahia, Sérgio Passos, afirmou que esse desequilíbrio é fruto da falta de planejamento e prioridade com a saúde pública.

“Esses dados mostram a carência de um serviço público de melhor qualidade, o  que acaba empurrando as pessoas para o setor privado, onde geralmente são melhor atendidas”, observa Sérgio Passos.

Sérgio Passos também criticou a posição de veto da presidente Dilma Rousseff  em relação a pontos estratégicos da Emenda 29, como o que previa que 10% da receita da União fossem investidos em saúde. “Faltou sensibilidade a presidente,  que poderia fazer valer o pacto federativo, dividindo  responsabilidades com estados e municípios”, acrescenta.

O presidente PSDB  explica ainda que,  atualmente,  os municípios, em média, gastam 20% de sua receita em saúde,  enquanto os estados gastam 12%. “ Com a Emenda 29, o governo federal repassaria 10% da sua receita,  o que representaria um aporte substancial de recursos em hospitais e postos de saúde, mas, infelizmente, a presidente vetou o ponto mais importante do projeto”, lamentou.
Fonte:GJ

Remanso está a um passo de receber uma UPA

1/26/2012 12:56:00 AM
A luta para conseguir uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para Remanso começou a partir de uma audiência realizada em 22 de dezembro de 2009 na Secretaria Estadual de Saúde. Na época, o Vice-Prefeito Hugo Régis agendou a audiência na SESAB e foi acompanhado por Dr. Jorge Moura e outros para tratar de problemas relacionados com a tentativa de redução das AIH's para Remanso e o assunto da instalação da  UPA foi introduzido, tendo o secretário Jorge Solla se comprometido em atender o pleito para Remanso.

"Naquela oportunidade, Solla argumentou que a unidade seria viável para ser instalada em Remanso a partir de uma parceria com os municípios vizinhos, já que Remanso não tinha população suficiente que atendesse ao critério estabelecido nas regras do SUS instituídas pelo Governo Federal. Agora, com a anuência do município de Pilão Arcado teremos uma unidade da UPA instalada em Remanso em breve. Nós que acreditamos nos projetos políticos de Lula, Dilma e Wagner ficamos muito felizes com essa notícia", destacou o vice-prefeito. (Fonte: Blog do Hugo Regis)

MG tem 203 cidades em estado de emergência

1/26/2012 12:50:00 AM
Mais de 200 municípios mineiros já decretaram situação de emergência em consequência dos temporais que atingem o Estado desde outubro do ano passado, segundo levantamento da Defesa Civil Estadual. Entre as 251 cidades atingidas pelas chuvas, 203 decretaram a situação. Dezoito pessoas morreram neste período e 3.444.994 pessoas foram afetadas pelos alagamentos. Deste total, 69.239 estão desalojados (que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares) e 7.588 estão desabrigados (pessoas que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos). Uma pessoa continua desaparecida.

Após o término das obras emergenciais, o tráfego na Rodovia MG-353 foi liberado. Já foram executadas as obras de drenagem, aterro e compactação do solo, que estão permitindo a passagem de veículos. A próxima etapa é a pavimentação asfáltica do segmento que, ao todo, recebeu recursos da ordem de R$ 250 mil.

A erosão de aterro na rodovia estadual impedia a passagem de cerca de seis mil veículos/dia numa das principais estradas da região, que permite o acesso ao Aeroporto Regional da Zona da Mata Presidente Itamar Franco. A interdição da MG-353 não prejudicou a movimentação de passageiros no terminal, já que foram utilizadas estradas alternativas. Os quatro voos diários permaneceram inalterados e não houve queda no número de pessoas que embarcaram e desembarcaram durante o período.

Mega Sena acumula e vai pagar R$ 21,5 mi no sábado

1/26/2012 12:48:00 AM
O prêmio da Mega Sena acumulou novamente e pode chegar a R$ 21,5 milhões no próximo sorteio, a ser realizado no sábado, dia 28 de janeiro. Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.357. A quina saiu para 116 apostadores (prêmio de R$ 17.572,17) e a quadra, para 6.940 apostadores (prêmio de R$ 419,59). As dezenas sorteadas nesta quarta-feira, dia 25, na cidade de Santos (SP), foram: 01 - 19 - 24 - 26 - 52 - 55.
Fonte: A tarde

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

PREFEITO EDNALDO BARROS PARTICIPA DE EVENTO DA UPB

1/25/2012 02:51:00 PM
Foi realizado, ontem (24), no Auditório Iemanjá, no Centro de Convenções da Bahia o evento “Eleições 2012: Condutas Vedadas e outros aspectos da legislação eleitoral”, no Centro de Convenções de Salvador.
Na platéia, prefeitos, vereadores e equipes de pré-candidatos às eleições municipais deste ano assistiraam  seis  palestras relacionadas à legislação eleitoral.
Diversos temas foram abordados: A lei da Ficha Limpa, propaganda eleitoral, prestação de contas e condutas que os candidatos devem evitar na candidatura, e antes dela, para fugir dos crimes eleitorais.
Organizado pela União dos Municípios da Bahia (UPB) em parceria com o TRE e a EJE - Escola Judiciária Eleitoral.  o objetivo do evento é combater a falta de preparo dos candidatos sobre questões da legislação.
O prefeito Ednaldo Barros, o Secretário de Administração e Finanças Rodolfo Café e outros assessores estiveram presentes ao evento. Ednaldo destacou a importância do mesmo, especialmente no que diz respeito às novidades já publicadas pelo TSE e outras que ainda serão publicadas para o pleito eleitoral 2012.
Imagem do Prefeito Ednaldo Barros e o Ministro do Tribunal Superior Eleitoral Henrique Neves.
Foto: Osiel Amaral

UPB denuncia que redução de 17% no FPM trava municípios baianos

1/25/2012 02:13:00 PM
Durante o Fórum de Debates, Eleições 2012: Condutas Vedadas e Legislação Eleitoral (realizado ontem, terça-feira, dia 24 no Centro de Convenções em Salvador), o presidente da entidade, o prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, garantiu aos prefeitos que entrará com um pedido emergencial junto a União e o Estado por medidas compensatórias aos municípios que mais sofreram com a redução de 17% no Fundo de Participação dos Municípios feita pelo governo federal.

“Conversei com o Tesouro Nacional e a explicação deles é que a redução acompanha a queda que houve no PIB nacional. Mas, a população não quer saber disso. O povo quer ver o posto de saúde funcionando. Como os prefeitos conseguirão fazer isso com a redução do FPM e com o aumento do salário mínimo? É preciso que a União e o Estado intervenham com recursos compensatórios”, afirmou o prefeito Luiz Caetano

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Dragagem facilita transporte pelo São Francisco

1/23/2012 01:13:00 AM
Três comboios fluviais, com capacidade de transportar 3,5 mil toneladas de carga cada um, trafegam atualmente no Rio São Francisco. Pertencentes à empresa Icofort, que beneficia caroço de algodão no município de Juazeiro, as embarcações operam no único trecho comercialmente navegável, com extensão de 610 quilômetros, entre os municípios baianos de Ibotirama e Juazeiro.
Esse trecho utilizado - do total de 1.371 quilômetros que compõem a hidrovia do São Francisco - sinaliza para a viabilidade econômica da navegação fluvial no rio, como aponta o secretário do Planejamento da Bahia, Zezéu Ribeiro.
Ele destaca ainda a intervenção do Governo do Estado, por meio de um decreto, que deu condições de fazer a dragagem de aproximadamente 50,8 mil metros cúbicos de areia em três passagens críticas que dificultavam a navegação dos comboios. “Esse trabalho garantiu a continuidade da navegação dos comboios, que estava em vias de ser paralisada”, observa Zezéu.
Estiagem 
Os bancos de areia que ameaçavam interromper o fluxo de mercadorias regularmente transportadas pela hidrovia se formaram com a estiagem ocorrida entre os meses de agosto e novembro, acentuando o rebaixamento do nível do Rio São Francisco.
O rio é utilizado principalmente para o escoamento da safra de grãos, o que ocorre entre os meses de maio e março do ano seguinte, período durante o qual a navegação não pode ser interrompida, pois provocaria grandes prejuízos para a economia baiana.
A dragagem dos mais de 50 mil metros cúbicos ocorreu entre 22 de setembro e 29 de dezembro do ano passado.
Os trechos beneficiados foram a Ilha do Mendonça, Amarra Couro e a Fazenda Carrapicho.
Fonte: Tribunaa da Bahia

O Ministério Público não pode ingerir nos outros poderes

1/23/2012 01:09:00 AM
O presidente da seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Saul Quadros, além de defender a corregedora do CNJ, Eliana Calmon, das críticas que vem sofrendo, endossa as palavras dela ao ressaltar que “temos dentro da magistratura pessoas que não são dignas de vestir a toga”.

Nesta entrevista à Tribuna, Saul, que tem atuado para fortalecer a entidade, sobretudo no interior do Estado, disse discordar da perda de poderes do CNJ e reiterou a cobrança feita ao Tribunal de Justiça sobre a divulgação dos nomes dos servidores e juízes que tiveram uma evolução patrimonial 'atípica'.

Direto, o presidente da OAB disse ainda não reconhecer no Ministério Público “nenhuma autoridade para impedir que a Câmara de Vereadores aprove ou desaprove um determinado projeto de lei porque são eles quem nos representam, inclusive representam os próprios representantes do Ministério Público, seja ele estadual, federal e trabalhista”.

 
Tribuna da Bahia - A ministra Eliana Calmon mexeu num vespeiro. Como avalia as críticas que ela vem sofrendo?
Saul Quadros - Eu acho que as críticas feitas à ministra Eliana Calmon são injustas porque ela disse uma verdade que todo mundo sabia. Nós temos dentro da magistratura pessoas que não são dignas de vestir a toga e essas pessoas maculam a magistratura. Talvez as palavras da ministra possam ter sido, em seu primeiro momento, contundentes e chocantes. A ministra não generalizou, mas particularizou, e o que ela disse é o que todo mundo sabia e mantinha como se fosse uma caixa-preta, sem que fosse aberta, sem que se tomasse conhecimento. E ela sabe que era assim, nós todos sabemos que é assim, e um ministro do STJ inclusive acabou afastado, sendo acusado de corrupção. Então, quando a ministra se referiu àqueles que são indignos de vestir a toga, nós todos sabemos, advogados, Ministério Público e a própria magistratura e a sociedade como um todo conclui que muitos juizes já deveriam ter saído de lá para que a magistratura ganhasse a estatura que merece como Poder da República.  
 
Tribuna - O senhor concorda com a diminuição de poderes do CNJ?
Saul - Absolutamente. O Conselho Nacional de Justiça é fruto da democracia, conquistada há mais de 20, tanto da democracia quanto da sociedade civil. O poder Judiciário controla o poder Legislativo, enquanto declara inconstitucional uma lei aprovada pelo poder legislativo. O Judiciário determina as regras, em cumprimento às normas jurídicas, através do poder Executivo. O poder Executivo tem a sua influência sob o poder Legislativo e o Legislativo julga as contas do Executivo. Quem fiscalizaria o poder Judiciário? Nem o Executivo, nem o Legislativo. Era preciso que se criasse um órgão externo que surgiu com a emenda constitucional 545, mas integrando a própria estrutura do Judiciário. Fora do poder Judiciário, existem no CNJ apenas dois representantes da Ordem, dois da sociedade civil, indicados pelo Senado e Câmara Federal, e dois do Ministério Público. Esse órgão tem que ser preservado. O poder é concorrente e, portanto, a sociedade está engajada neste momento e, ao tomar conhecimento de que esse órgão venha a acabar, não concorda. A Advocacia, o Ministério Público e, pelo que sei, boa parte da magistratura não concordam, tendo a Associação Nacional dos Magistrados Trabalhistas já se manifestado que não concorda e por isso eu creio que o Supremo deve levar em consideração tudo isso e o CNJ deve manter os poderes tal como foram outorgados pela emenda 545.
 
Tribuna - Acredita que a ministra Eliana Calmon conseguirá reverter a decisão do Supremo e manter o poder de investigação do CNJ?
Saul - Não é só a ministra Eliana Calmon não. Somos todos nós e toda a sociedade civil, todo meio jurídico, o próprio CNJ vem de uma fração de muita importância porque você já tem seis que são favoráveis, chamando a atenção do poder do CNJ. Ninguém quer que o CNJ seja cerceado em seus poderes porque é preciso que exista um órgão externo de controle à magistratura. Nós não saberíamos nada do que está acontecendo agora se não existisse o CNJ. 
 
Tribuna - O senhor cobrou do Tribunal de Justiça os nomes dos servidores que tiveram uma evolução patrimonial atípica. Eles já informaram os nomes dos responsáveis pela movimentação de R$145,4 milhões?
Saul - Em razão dessa solicitação que foi feita pela Corregedoria ao Coaf, eles fizeram um levantamento de toda a vida pregressa do ponto de vista financeiro e não do ponto de vista pessoal, portanto, não há nenhuma violação à intimidade e eles encontraram o que classificaram de movimentações financeiras atípicas, o que significa isso? Significa que fugiu do padrão. Não significa dizer que há irregularidade em todos eles. Dessas três mil e duzentas e tantas pessoas que estão com essas suspeitas de anormalidade em seu crescimento pessoal não se pode dizer que todas estejam envolvidas em irregularidades, mas é preciso que seja apurado, ou então nós vamos ter um comprometimento da magistratura inteira. Pode ser que desses três mil não tenham nada a ver com isso, mas é preciso saber quem são essas pessoas. Eles precisam ser nominados e punidos. O que me disse a presidente, Telma Brito, é que ela não tinha esses nomes, inclusive ela leu o nosso ofício no pleno do Tribunal e disse que iria encaminhar ao CNJ e ao próprio Coaf para que o órgão preste os esclarecimentos que a OAB está solicitando. A OAB vai esperar isso até o final de janeiro, porque até lá a desembargadora determinou que todos os magistrados da Bahia, todos os servidores apresentem as suas declarações de imposto de renda. Depois disso vamos ver qual  posição a OAB passa a tomar a partir desse momento.    
 
Tribuna - Concorda com o discurso de que o Judiciário possui “bandidos escondidos atrás de togas”?
Saul - Eu acho que essas pessoas que cometem infração e que podem ser codificados como bandidos estão em todas as partes, estão na advocacia, na medicina, no jornalismo e na magistratura. São pessoas que estão na magistratura para se aproveitarem do prestígio, da condição do poder Judiciário de influenciar na própria sociedade civil. Essas pessoas que lá estão são indignas de vestir a toga, então elas precisam ser expulsas da magistratura. Não podem sair de lá para ficarem recebendo como aposentados um polpudo valor que eles recebem para não trabalhar. Eu acho que talvez o Ministério Público Federal pudesse tomar providências imediatas e o próprio Congresso poderia até pensar em uma alteração de ordem legal para que essas pessoas sejam afastadas, garantido o direito de que elas deixem de ser remuneradas.
 
Tribuna - O corporativismo é um dos maiores problemas do Judiciário no país?
Saul - O corporativismo também está em toda profissão. Acho que o poder Judiciário não é exceção. Mas o corporativismo agora só faz prejudicar o Judiciário que está sob suspeição e não pode ficar sob suspeição porque isso significa a quebra de um dos pilares do estado de direito na República Federativa do Brasil. É preciso que o corporativismo desta vez, neste caso pessoal, garantindo o direito de defesa àqueles que venham a ser acusados que vai ter que responder como uma pessoa homo. Não pode prevalecer o corporativismo neste momento, pois isso irá prejudicar a própria magistratura brasileira.    
 
Tribuna - Qual o maior desafio do novo presidente do TJ?
Saul - O desembargador Mário Hirs é uma pessoa que tem o melhor trato com os colegas de magistratura e com os advogados. Eu espero que o desembargador esteja mais perto da advocacia, que melhore sensivelmente o serviço judiciário de nosso estado. Ele já pega o que já foi feito nas duas administrações. Essas últimas administrações fizeram coisas significativas que foi a desembargadora Sílvia Zarif e a desembargadora Telma Brito. Ele tem que dar continuidade a esse trabalho, que não teve fruto imediato porque é algo que demora e o desembargador vai ter a chance de dar sequência a isso. Não podemos viver ainda costurando o processo com barbante, em uma era da internet, da eletrônica, da modernidade. É um trabalho que tem que ser feito diuturnamente. Ele tem que, de agora, mais do que nunca ficar atento a todos esses problemas que vêm maculando a magistratura. É preciso que o poder Judiciário se mire, por exemplo, na Justiça do Trabalho, que é rápida, ágil, onde os processos não retardam.    
 
Tribuna - Sara Brito foi eleita para o TRE. O senhor acredita que essa é uma demonstração de que o desembargador Dutra Cintra está perdendo espaço no Judiciário?
Saul - Eu acho que assim como o desembargador Dutra Cintra marcou uma época quando ele teve a oportunidade de quebrar a hegemonia de um governador do estado (Antonio Carlos Magalhães), acho que Cintra também está completando o período dele. Ele prestou serviços à magistratura baiana, foi presidente do Tribunal, foi presidente do TRE, já está quase chegando à idade máxima de poder permanecer, embora tenha muito a dar à magistratura, mas a regra é pra todos. Acho que a eleição da desembargadora Sara é uma demonstração de independência do próprio Tribunal de Justiça, independência essa que foi resgatada pelo desembargador Cintra. Acho que foi uma demonstração de absoluta independência e nessa hora eu quero inclusive conclamar ao Tribunal para que, encerrada essa eleição da desembargadora Sara, ela tome posse no Tribunal e nós toquemos a vida pra frente porque é assim, uns perdem, outros ganham. O perder não significa desmoralizar nem perder prestígio, mas significa a vontade de um Tribunal que quer que a pessoa participe, e essa vontade deve ser respeitada, deve ser mantida.       
 
Tribuna - Quando serão as próximas eleições da OAB Bahia? Qual a situação?
Saul - Quando nós chegamos à OAB – eu não gosto de falar muito nisso porque é passado – mas encontramos, lamentavelmente, uma situação de muita dificuldade, que nunca se registrou na história da Ordem.  Chegamos a ter mais de 50 títulos protestados, depois de dois a três anos, a Ordem recebeu uma ação de cobrança de valores não recolhidos ao INSS, uma ação de mais de R$ 800 mil. A OAB devia ao Conselho, à Caixa de Assistência, devia a meio mundo. Quando eu cheguei à Ordem, nós recebemos o caixa com R$5 mil e um débito a pagar de quase R$ 600 mil. Nós resgatamos a credibilidade financeira e do mesmo modo resgatamos o prestígio e o respeito, o que me orgulha muito, como orgulha a todos aqueles que compõem a atual diretoria e a diretoria passada que eu também tive a oportunidade de presidir.  Estamos em um ano eleitoral e a eleição deve ocorrer na segunda quinzena de novembro. Temos diversos nomes para a minha sucessão e eu não quero ser candidato mais, pois já completei o meu ciclo. Seis anos à frente da entidade é uma vida e a entidade precisa se reoxigenar, os jovens precisam ter espaço na nova diretoria, no novo conselho. Para a eleição, acho que podemos conseguir sim uma chapa de consenso sem maiores problemas. Eu acredito que o grupo se mantém unido e que possa enfrentar possíveis adversários que estejam na oposição e que até agora não apareceram. Nós tivemos o primeiro mandato de três anos e fomos confirmados numa reeleição com mais três mil votos de frente e durante esses dois anos ninguém se arvorou a fazer qualquer tipo de política mais séria ou mais contundente contra o comportamento da atual diretoria porque não se tem margem para isso mesmo. Ninguém apareceu fazendo oposição. Mas haverá o momento com certeza, quando a entidade estiver próxima à eleição vai aparecer porque só aparecem candidatos quando a Ordem está bem, quando está mal só aparecem dois.    
 
Tribuna - Como vê as críticas aos exames da Ordem?
Saul - As críticas aos exames da Ordem são em decorrência muitas vezes daquelas pessoas que lamentavelmente fizeram um, dois exames da Ordem e perderam. Essas pessoas são muitas vezes capacitadas e que têm conhecimento jurídico, mas um fato de ordem psicológica as impedem de vencer aqueles obstáculos. Tem muita gente nervosa, muita gente estressada e tem muita gente que perde o controle no exame de ordem. A discussão a respeito da constitucionalidade está vencida. O Supremo Tribunal Federal declarou que é constitucional. O jovem conclui o curso de bacharelado em Direito, e aí ele pode ser advogado, pode ser delegado de polícia, assessor jurídico, consultor jurídico. Você imagina que em São Paulo tem mais faculdades de Direito do que nos Estados Unidos, e em todo o Brasil tem mais faculdades de Direito do que o resto do mundo. A Bahia tem 56, São Paulo tem mais de 230, Minas Gerais mais de 150, quer dizer é um absurdo. É preciso que essas pessoas que vêm para a profissão tenham no mínimo preparo para tomarem conta de um processo, para requerer uma recuperação judicial de uma empresa, para entrar com um recurso numa reclamação trabalhista. Se essas pessoas não estiverem qualificadas, os seus clientes vão sofrer enormemente. A advocacia é que vai ter as consequências negativas, em razão do exercício da profissão daqueles que não se encontram adequados. 
 
Tribuna - Então o que fazer?
Saul - Eu compreendo a situação das pessoas que lamentavelmente não tenham passado no exame de Ordem. Eu não tenho a menor dúvida que essas pessoas vencerão esse obstáculo. O exame de Ordem é constitucional. Agora mesmo a Bahia foi a primeira do Brasil colocada em percentual de aprovação. Nós tivemos em torno de 30%, quando a média nacional foi de 24%. Agora só para você ver uma coisa: as faculdades da Bahia, por exemplo, a Uesb de Vitória da Conquista teve 78% de aprovação, a Federal teve 74%. Como é que essas faculdades têm mais de 70% de aprovação e você tem uma média de 30%? É porque tem faculdades que não estão devidamente classificadas para ministrar o curso de Direito àqueles que pretendem concorrer ao bacharelado em Direito. É preciso que os cursos de Direito se qualifiquem cada vez mais. O que pretendemos com a Ordem é justamente isso: qualificação e não fechamento das faculdades de Direito.
 
Tribuna - Como o senhor interpreta a tentativa do Ministério Público em ingerir em outros poderes, como o Executivo e o Legislativo?
Saul - Eu tenho o maior respeito pelo Ministério Público, seja o Estadual, o Federal ou do Trabalho. Agora tanto respeito eu tenho ao Ministério Público, como tenho aos representantes do povo, sejam vereadores, deputados estaduais e federais. Eles são quem tem a competência de ditar as normas de conduta. O Ministério Público é o fiscal da lei, mas ele não elabora a lei. Quem elabora a lei é a Câmara de Vereadores, a Assembleia Legislativa e o Congresso Nacional, então o que eles têm que fazer é fiscalizar a lei. Com todo o respeito, não reconheço no Ministério Público nenhuma autoridade para impedir que a Câmara de Vereadores da cidade de Salvador aprove ou desaprove um determinado projeto de lei porque são eles quem nos representam, inclusive representam os próprios representantes do Ministério Público, seja ele estadual federal e trabalhista. Portanto, o Ministério Público não pode ingerir dessa forma nos outros poderes.
 
Tribuna - Como cidadão, como avalia o estado em que se encontra Salvador hoje?
Saul - Eu acho que a cidade de Salvador merece uma atenção muito maior. Compreendo os esforços de seus administradores. Eu fui procurador geral do município há cerca de 20 anos e vi a dificuldade que tem para administrar essa cidade.  Agora se você não eleger prioridades, não tiver planejamento, você vai ficar fazendo uma ruazinha calçada aqui, tampando buracos acolá, melhorando uma praça pública, colocando meia dúzia de poste de iluminação ali. A cidade de Salvador, ultimamente, com todo respeito a quem está na administração, mas esses administradores não tiveram planejamento. Você tem que ter um plano de ação para seguir esse plano de ação. Ficar administrando a cidade sendo mero atendedor de problemas de última hora, isso é muito ruim. A nossa capital, com todo o respeito ao prefeito João Henrique, de quem eu gosto e sou amigo pessoal e admiro, precisava ter uma força-tarefa e uma atenção muito maior, apesar das dificuldades que Salvador tem como um cidade dormitório. As indústrias que chegam vão sempre para a grande Região Metropolitana, Camaçari, Candeias e outros municípios e nós aqui somos verdadeiros hospedeiros daqueles que trabalham lá. Salvador vive assim há muito tempo. Mas acho que a nossa cidade precisa de mais energia, dedicação e devoção de nossos administradores, precisa mais de planejamento.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Clodoaldo se destaca e Juazeirense vence Itabuna; veja resultados da rodada do Baianão

1/22/2012 02:56:00 PM
Da Redação

Jogando no estádio Adauto Moraes, a Juazeirense conquistou sua primeira vitória na elite do Baianão. Na tarde deste domingo (22), a equipe do baixinho Clodoaldo bateu o Itabuna por 3 a 0 e assumiu a terceira colocação do campeonato.

Clodoaldo, duas vezes, e Willian fizeram os gols do triunfo do time apelidado de Canção de Fogo. Tanto a Juazeirense como o Itabuna voltam a campo na próxima quarta-feira (25), pela terceira rodada do estadual. O Dragão do Sul, décimo colocado com um ponto, enfrenta o líder Bahia de Feira, no estádio Luiz Viana Filho. Já a equipe de Clodoaldo enfrenta o Bahia em Pituaçu. As duas partidas começam às 20h30.

Serrano x Feirense
No estádio Lomanto Júnior, Serrano e Feirense repetiram o desempenho da rodada de abertura e ficaram no empate em 1 a 1. Ciel abriu o placar para o Rubro-verde ainda no primeiro tempo, mas André Cabeça deixou tudo igual na etapa final. Com dois pontos na conta, as duas equipes dividem a sétima posição na tabela. Na próxima rodada, quarta-feira (25), a Águia do Sertão enfrenta o Camaçari, no Pedro Amorim. O time mongoió encara o Flu de Feira, no Joia da Princesa.

Atlético x Vitória da Conquista
Em Serrinha, Carcará e Bode ficaram no empate em 1 a 1. Robert colocou o time mandante na frente, mas a equipe comandada pelo técnico Elias Borges igualou o marcador na etapa final, com Mica. Com quatro pontos conquistados, o Vitória da Conquista está na quarta posição, dentro da zona de classificação para próxima fase. O Atlético chegou aos dois pontos e está em sexto. Na rodada de quarta, o time de Alagoinhas pega o Juá, às 20h30, enquanto o alviverde do sudoeste recebe o Vitória no estádio Lomanto Júnior, às 21h50.

Camaçari x Fluminense
Mesmo atuando no estádio Armando Oliveira, o Camaçari não evitou a segunad derrota consecutiva no Campeonato Baiano 2012. Com um gol solitário de Allan Dellon, o Flu de Feira venceu a partida por 1 a 0. O resultado fez o Touro do Sertão subir algumas posições e assumir a quinta colocação, com quatro pontos. O Camaça é o vice-lanterna, dentro da zona de rebaixamento. Quarta-feira, as equipes voltam a campo. O time azul e branco visita o Feirense em Senhor do Bonfim. O Flu pega o Serrano em casa.

Dominado pelo Bahia de Feira, Tricolor perde no estádio Joia da Princesa

1/22/2012 02:50:00 PM
O Bahia edição 2012 ainda não tem cara nem coração. Desorganizado, o time comandado pelo técnico Joel Santana assistiu o Bahia de Feira jogar e conheceu a primeira derrota no Baianão. Jogando em um gramado no qual a bola quica e pouco rola, o Tremendão fez valer o mando de campo e venceu por 1 a 0, no estádio Joia da Princesa. Um dos destaques da partida, o camisa 10 Raylan marcou o tento do triunfo feirense.


Time do Bahia de Feira dominou a partida no Joia da Princesa

Com o resultado, o Tremendão chegou aos seis pontos e lidera a competição. Já o Tricolor segue com apenas um ponto conquistado e está em nono na classificação. Os times voltam a campo na próxima quarta-feira (25), às 20h30. O Bahia enfrentará a Juazeirense, em Pituaçu, enquanto o time feirense encara o Itabuna, fora de casa, no Luiz Viana Filho.

O jogo
A história da partida só pode ser contada através das ações do Bahia de Feira. O Bahia da capital não produziu e o goleiro Dionatan por pouco não foi acionado durante os 90 minutos. Logo de cara, aos três minutos de jogo, o meia Raylan levantou bola na área do Tricolor, em cobrança de falta, e Menezes desviou de cabeça. A bola bateu na trave esquerda de Marcelo Lomba e saiu.

Como o estado do gramado não favorecia à prática do bom futebol, os principais lances envolveram a bola parada. Mesmo assim, vez ou outra um contra-ataque era armado. Aos 20, o Bahia vacilou no ataque e o Tremendão partiu em velocidade. O volante Lau recebeu na intermediária e chutou à direita da meta Tricolor. Aos 24, Weritinho deixou dois marcadores para trás e cruzou para Carlinhos, que meteu a cabeça na bola direto pra fora.

O zero só saiu do placar na segunda etapa. Aos dez minutos, o meia Raylan recebeu na entrada da área, passou com facilidade pelo zagueiro Danny Morais, driblou o goleiro Marcelo Lomba e empurrou a bola para o fundo das redes. O Bahia de Feira quase ampliou o marcador aos 22, quando Carlinhos pegou sobra livre dentro da grande área, mas Lomba fechou o ângulo e fez grande defesa após chute do atacante. O Esquadrão ainda tentou um último suspiro aos 47, mas Fahel cabeceou a bola para fora após levantamento de Lulinha. Melhor para o atual campeão baiano.

Bahia de Feira 1 x 0 Bahia - 2ª rodada do Campeonato Baiano 2012
Data: 22/01/2012
Local: Estádio Joia da Princesa
Árbitro: Jailson Macêdo Freitas
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira e Raimundo Carneiro de Oliveira

Bahia de Feira: Dionantan; Tiago Granja (Marcos Vinicius), Paulo Paraíba, Menezes e Weritinho; Carlos, Lau, Francisco Júnior e Raylan; Carlinhos e João Neto. Técnico – Arnaldo Lira.

Bahia: Marcelo Lomba; Boiadeiro (Lulinha), Titi, Danny Morais e William Matheus; Fabinho, Fabinho, Morais (Reinaldo), Vander (Rafael) e Gabriel; Júnior. Técnico - Joel Santana.

Fortes chuvas no Recife adiam jogo entre Fera Sertaneja e Sport

1/22/2012 02:46:00 PM
As fortes chuvas que caíram no Recife levaram a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) a adiar para esta segunda-feira (23) o jogo entre a Fera Sertaneja e o Sport, marcado para a tarde de hoje (22) na Iha do Retiro (foto).

No seu site oficial, a FPF postou um nota sobre o adiamento do jogo:

Fortes chuvas afetaram as condições do gramado da Ilha do Retiro. Dirigentes rubro-negros convocaram especialistas e a diretoria da Federação Pernambucana de Futebol para conferirem a situação no estádio Adelmar da Costa Carvalho. O volume das chuvas inviabilizou o uso do gramado. O presidente da FPF autorizou o adiamento da partida, cumprindo as Normas Especiais da Série A1:

Art. 35 Força Maior – Qualquer partida poderá ser adiada, ou não iniciada, em virtude do mau tempo ou outro motivo de força maior, nos limites da legislação vigente, e em especial obediência à Lei nº 10.671, de 15.05.03 (Estatuto do Torcedor).


Blog. Carlos Brito

Candidatos e eleitores devem ficar atentos ao calendário eleitoral

1/22/2012 03:35:00 AM
012 é um ano decisivo. Não pelo suposto fim do mundo, apregoado aos quatro cantos como certo. O ano mal começou, no entanto, o clima eleitoral que culmina com a escolha de prefeitos e vereadores no mês de outubro para o período de 2013 a 2016 já dominou muitas regiões do país. No Vale do São Francisco não está sendo diferente. Cada pronunciamento que possa ao menos indicar quem serão os futuros candidatos, as novas alianças e posicionamentos despertam a atenção do público eleitor.
Os meses que antecedem a votação, no entanto, não são feitos somente de especulação. Desde o ano passado, o Tribunal Superior Eleitoral divulgou as principais datas das Eleições 2012, como prazos para convenções, propagandas eleitorais, dentre outros procedimentos aos quais candidatos, partidos e eleitores devem estar sempre atentos.
Abaixo seguem os principais prazos, de acordo com o TSE. Em breve, o Portal Gazzeta disponibilizará o calendário completo.
10 de junho – domingo
Data a partir da qual é permitida a realização de convenções destinadas a deliberar sobre coligações e escolher candidatos a Prefeito, a Vice-Prefeito e a Vereador
 30 de junho – sábado
Último dia para a realização de convenções destinadas a deliberar sobre coligações e escolher candidatos a Prefeito, a Vice-Prefeito e a
Vereador
5 de julho – quinta-feira
Último dia para os partidos políticos e coligações apresentarem no Cartório Eleitoral competente, até às 19 horas, o requerimento de registro de candidatos a Prefeito, a Vice-Prefeito e a Vereador
 6 de julho – sexta-feira
Data a partir da qual será permitida a propaganda eleitoral; partidos ou as coligações podem fazer funcionar, das 8h às 22h, alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos; candidatos, partidos políticos e as coligações poderão realizar comícios e utilizar aparelhagem de sonorização fixa, das 8h às 24h; será permitida a propaganda eleitoral na internet, vedada a veiculação de qualquer tipo de propaganda paga.
10 de julho – terça-feira
Último dia para os candidatos, escolhidos em convenção, requererem seus registros perante o Juízo Eleitoral competente, até às 19h
 21 de agosto – terça-feira
Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão
 27 de setembro – quinta-feira
Último dia para o eleitor requerer a segunda via do título eleitoral dentro do seu domicílio eleitoral
 2 de outubro – terça-feira
Data a partir da qual e até 48 horas depois do encerramento da eleição, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto
4 de outubro – quinta-feira
Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão; para propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa entre as 8 e as 24 horas; para a realização de debate no rádio e na televisão.
 5 de outubro – sexta-feira
Último dia para a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral
6 de outubro – sábado
Último dia para entrega da segunda via do título eleitoral;  Último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8 e as 22 horas e para a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos
 7 de outubro – domingo
Dia das Eleições – Data em que se realiza a votação, das 8h às 17h (horário local)

Escolas estaduais da Bahia terão produtos da agricultura familiar na merenda

1/22/2012 03:30:00 AM
Após a primeira compra de produtos da agricultura familiar para a alimentação escolar em 270 escolas públicas estaduais em 2011, com a aquisição de nove produtos de oito cooperativas, mais uma etapa será ampliada. Este ano, serão atendidas mais de 1,4 mil escolas de toda a Bahia e, nessa nova etapa, 40 cooperativas vão fornecer mais de 100 produtos para todas essas instituições educacionais.
O assunto foi debatido nesta quinta-feira (19), no auditório da Secretaria de Agricultura, entre o superintendente da agricultura familiar da Seagri, Wilson Dias e representantes da Secretaria de Educação, diretores de escolas estaduais, o MDA, a UNICAFES-BA, a Agendha e as cooperativas.
A iniciativa atende ao disposto da Lei 11.947, que determina a utilização de no mínimo 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a alimentação escolar, através da compra de produtos da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações, priorizando os assentamentos de reforma agrária, as comunidades tradicionais indígenas e as comunidades quilombolas, com um potencial de transferir para os Empreendimentos da Agricultura Familiar um valor de R$ 30 milhões em aquisição dos seus produtos. As informações são da Secretaria de Agricultura da Bahia.

Empresas têm até o dia 9 de março para entregar a declaração da Rais

1/22/2012 03:29:00 AM
O prazo para que as empresas brasileiras entreguem a declaração da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ano-base 2011 vai até o dia 9 de março, segundo o Ministério do Trabalho. Esse também é o prazo para fazer retificações nas informações prestadas, sem multa.
Desde a última terça-feira (17), as empresas já podem entregar a declaração, que deve ser feita pela internet, nos endereços eletrônicos http://portal.mte.gov.br/rais/ e www.rais.gov.br.
O preenchimento da Rais é obrigatório para os estabelecimentos inscritos no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) com ou sem empregados. Os estabelecimentos ou as entidades que não tiveram vínculos laborais no ano-base poderão declarar a opção Rais Negativa.
Em caso de dúvidas, os empregadores podem contatar a Central de Atendimento da Rais pelo telefone 0800-7282326 ou as superintendências regionais do Trabalho e Emprego, gerências ou agências. As informações são da Agência Brasil.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Fórum de Debates traz novidades para Eleição em 2012

1/21/2012 03:26:00 PM
A Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA) e a União dos Municípios da Bahia (UPB) realizarão, na próxima terça-feira (24), o Fórum de Debates “Eleições 2012: condutas vedadas e outros aspectos da legislação eleitoral”, das 8 às 18 horas, no Auditório Iemanjá, no Centro de Convenções da Bahia.

O encontro é uma ação educativa com o intuito de esclarecer os pontos mais relevantes do pleito eleitoral, reunindo importantes nomes do Direito Eleitoral do País para debaterem temas como a lei da Ficha Limpa, Registro de Candidatura, condutas vedadas, gastos e prestação de contas de campanha, arrecadação e propaganda eleitoral.

Depois da etapa de discussões e palestras na capital baiana, outros seis encontros da mesma natureza serão realizados nas cidades de Barreiras, Porto Seguro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Juazeriro e Irecê.

EJE Online
No evento, irá também acontecer o lançamento da EJE Online, uma iniciativa da Escola Judiciária Eleitoral da Bahia e será apresentado pela coordenadora da EJE, Elke Petersen e pelo coordenador de eleições do TRE, André Luiz Cavalcanti. O serviço tem como objetivo oferecer cursos de ensino à distância. O 1º curso a ser disponibilizado será o curso preparatório Registro de Candidatura.
Fonte:TRE-BA
Home Ads