Reminiscência...




Geraldo,
É um prazer poder contribuir com a Coluna "Reminiscências" do Blog do Geraldo José.Segue foto da antiga cidade de Sento-Sé e texto falando sobre a época da mudança para a nova cidade, apos a construção da Barragem de Sobradinho.
Atenciosamente,
Socorro Nascimento
ANTIGA SENTO-SÉ
No ano de 1971 recebendo com grande surpresa a notícia que a “CHESF” daria início a construção da barragem, Pânico Geral! A partir deste primeiro comunicado deu-se a seqüência a várias reuniões para estabelecer-se o local para onde iria a nova Sento-Sé. Seja Piçarrão? Pirí? Ou Tombador?.
Quantas lágrimas, quantas tristezas, pior, perdas de memórias, mortes apaixonadas e repentinas. No município tudo isso aconteceu. Estavam acostumados ao torrão natal, ao carnaubal, ao rio São Francisco, as cozinhas humildes, más que viu nascer e crescer.
A CHESF não aceitava debate. Começam as míseras indenizações em 1970, as permutas de casas e de roças. Algumas famílias a CHESF resolveu levar para as Agrovilas em Bom Jesus da Lapa. E quantas ofertas boas. Era desnatural o tamanho do feijão, do milho, do tomate, até filmes, As moradias “Santo Deus”, não eram casas... Eram sobrados. E muita gente se foi, alguns puderam voltar e outros nem este direito tiveram.

Em 1975 começaram as mudanças, lentamente dava-se o adeus, as casas derrubadas, as roças queimadas, o plantio abandonado, as fruteiras desvalorizadas, os paus de arara transportando gente. As barracas de lona para abrigar as crianças. Em 10 de outubro de 1976 chegou à vez de mudar a sede da municipalidade, e em seguida as mudanças das famílias por completo, o mesmo sofrimento. A casa número 01.. a casa número 02… Que ora era pequena demais. Novembro de 1976, última mudança. Atrás deixavam-se parentes falecidos, casas caídas, a história. Aqui finda Sento-Sé de ontem, abrindo espaço para uma nova vida numa nova cidade. A velha Sento-Sé foi inundada pelas águas do grande lago de Sobradinho.
Fonte: Blog do Coelho.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.