quinta-feira, 28 de agosto de 2014

MANCHETE DOS JORNAIS

8/28/2014 03:21:00 AM
- A Tarde: Rui sobe sete pontos, mas Souto venceria no 1º turno
- Correio*: Paulo Souto lidera com folga, Rui é 2º no Ibope
- Tribuna da Bahia: Ibope dá Souto 44, Rui 15 e Lídice 9
- Estadão: Maioria do TCU rejeita bloqueio de bens de Graça
- Folha de S. Paulo: Presidente do BB pagou multa para se livrar da Receita
- O Globo: Responsabilidade sobre avião era do comitê de Eduardo Campos, diz Marina
politicalivre

FRASE DE MARINA SILVA NO DEBATE DA BAND

8/28/2014 03:19:00 AM
FRASE DO DIA

“Esse Brasil colorido, quase cinematográfico que Dilma mostrou, não existe na vida das pessoas. A gente continua parado no trânsito, a reforma política virou troca de ministros em troca de apoio e tempo de televisão.”

EX-SENADORA MARINA SILVA, CANDIDATA DO PSB À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, NO PRIMEIRO DEBATE ENTRE PRESIDENCIÁVEIS NA TV.

HOJE TEM SESSÃO ORDINÁRIA NA CÂMARA DE VEREADORES

8/28/2014 02:35:00 AM
Todas as quintas-feira, sempre às 09h a Câmara Municipal de Vereadores de Sento Sé realiza a Sessão Ordinária. Na pauta assuntos de interesse de toda a comunidade. Compareça e acompanhe o trabalho do Legislativo local e o que fazem nossos Vereadores. 

Comumente, a grande maioria absoluta da população não acompanha os trabalhos dos nossos representantes e ainda saem dizendo que nada fazem.

Compareça.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Pastor Everaldo diz que soltou pum no Jornal Nacional: 'Foi sem cheiro'

8/27/2014 06:06:00 PM
Pastor Everaldo diz que soltou pum no Jornal Nacional: 'Foi sem cheiro'
Foto: Divulgação / Globo
O candidato à Presidência da República pelo PSC, Pastor Everaldo, admitiu que soltou um pum durante a entrevista que concedeu ao Jornal Nacional, no dia 19 de agosto. "Vou te confessar um segredo: teve pum. Mas foi silencioso e sem cheiro”, brincou o pastor, em resposta às montagens que foram publicadas da internet. "A gente entra na campanha e acaba virando alvo das brincadeiras mesmo. Faz parte do jogo", confessa. Informações do Terra Magazine.
BN

Na Bahia, Dilma lidera com 54%, Marina chega aos 21% e Aécio aos 11%, diz Bapesp

8/27/2014 06:05:00 PM
por Fernando Duarte
Na Bahia, Dilma lidera com 54%, Marina chega aos 21% e Aécio aos 11%, diz Bapesp
Fotos: Agência Haack
Se as pesquisas nacionais mostram a ex-ministra Marina Silva (PSB/Rede) com um percentual relevante na corrida pelo Palácio do Planalto, a pesquisa Bapesp, encomendada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), apresenta a substituta de Eduardo Campos com 21%, enquanto a presidente Dilma Rousseff (PT) lidera com 54% a corrida pela Presidência da República na Bahia. O candidato do PSDB, Aécio Neves, que aparecia em segundo lugar nas pesquisas, caiu para a terceira posição após ser ultrapassado por Marina, com 11% das intenções de voto. A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 84 municípios da Bahia e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob nº BR -00408/2014.

BN

Geddel lidera intenções de voto para o Senado, aponta pesquisa Ibope

8/27/2014 06:04:00 PM
por Luiz Fernando Teixeira
Geddel lidera intenções de voto para o Senado, aponta pesquisa Ibope
Fotos: Max Haack e Evilásio Junior/ Bahia Notícias
O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) lidera as intenções de voto para o Senado na Bahia com 35%, de acordo com pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (27). Na sequência, o atual vice-governador Otto Alencar (PSD) aparece com 17% e Eliana Calmon (PSB) tem 4%. Empatados com 1% das intenções de voto estão Hamilton Assis (PSOL) e Adson Gomes (PEN). Os indecisos ou que não responderam somam 21% e os que declaram que vão votar branco ou nulo são 20%. Foram entrevistados 1.008 eleitores em 59 municípios do estado. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 00013/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00433/2014. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

BN

"O SUL DA BAHIA JÁ FALA EM SEPARATISMO", DIZ ELIANA CALMON

8/27/2014 06:00:00 PM
Candidata ao senado federal tem percorrido diversas cidades no interior do Estado
Eliana Calmon, candidata ao senado federal pelo PSB, viajou por diversas regiões da Bahia e mostrou-se descontentamento com a ausência do poder público no interior do Estado. A candidata deparou-se com diversos problemas e afirmou que a região sul pensa em separatismo, "O sul da Bahia esta numa situação alarmante, eles estão desprezados pela Bahia. Eles estão falando em separatismo, porque existe uma corrupção muito grande, grilagem de terra, problema com índio. Parece que o governo não ocupa todo o território.", alertou Eliana.
Para a candidata da coligação "Coragem para Mudar a Bahia", a violência e os problemas com as rodovias são uma das mazelas mais marcantes, "As rodovias estão sucateadas, o povo anda amedrontado por conta da violência e a infraestrutura é deficiente. Em Porto Seguro, vi esgoto a céu aberto, escolas desativadas e postos de saúde cobertos pelo matagal. A história se repete no oeste e é ainda mais assustadora no semiárido. Precisamos integrar a Bahia e acabar com esse vácuo político que insistir em existir", argumentou.
Eliana Calmon
 Eliana Calmon é ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e também ocupou o cargo de corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A magistrada é conhecida pela luta contra a corrupção dentro dos órgãos federais, chegando a investigar irregularidades nos tribunais.
Ascom

RUI IRONIZA PESQUISA QUE IGNORA SEU NOME NO 2º TURNO

8/27/2014 05:59:00 PM
Coligação Pra Bahia Mudar Mais vai acionar TV Bahia /Ibope por propaganda eleitoral disfarçada
O candidato do PT a governador, Rui Costa, ironiza o fato peculiar gerado pela pesquisa Ibope/TV Bahia divulgada nesta quarta-feira (27), que, inusitadamente, simulou segundo turno entre candidatos posicionados em primeiro e terceiro lugar. “O Ibope excluiu meu nome do questionário e conseguiu fabricar um fato historicamente inédito”, desdenhou, reafirmando sua convicção de vitória no 1º turno das eleições de 2014.
Além do mais, lembra ele, "a  emissora que encomendou a pesquisa pertence a ACM Neto, aliado de meu concorrente Paulo Souto e o Ibope é o instituto que mais erros cometeu  em levantamentos eleitorais na Bahia", para completar: “Alvoroçados com a aberração que produziram, fizeram a divulgação no telejornal do meio dia para conseguir incluir os dados no horário gratuito da noite”, disse. “Se esperassem até o noticiário noturno, como sempre fizeram, só poderiam usar os dados no horário gratuito da próxima sexta-feira”.
Em relação à pesquisa da Babesp, Rui ressalta que apresenta um quadro mais próximo daquele que ele e seus companheiros de chapa - Otto (senador) e João Leão (vice-governador) - observam nas ruas. “Mas pesquisas refletem um momento apenas. É nas ruas que enxergamos a vontade do povo de ver a Bahia mudar mais e melhor e não voltar para o passado de atraso, com saúde sucateada, estradas esburacadas e servidores maltratados, ganhando menos que o salário mínimo”, fala.
Rui afirmou, ainda, que a forma calorosa como ele tem sido recebidos durante as Caravanas 13, que já percorreu cerca de 100 municípios, mostra que há motivos reais para manter  a certeza de que ganhará a eleição no primeiro turno.
A pesquisa do Ibope será contestada pela coordenação jurídica da Coligação Pra Bahia Mudar Mais.  O advogado Adriano Soares argumenta que não existe justificativa técnica para excluir Rui da sondagem de segundo turno e que pesquisa eleitoral é mera expectativa, uma projeção de intenção de voto. “A lei eleitoral determina tratamento igualitário. Vamos tomar medidas contra a TV Bahia e o Ibope por prática de fraude e propaganda eleitoral disfarçada”, afirmou o advogado Adriano Soares.
Ascom Rui Costa

Pesquisa Bapesp mostra crescimento de Rui Costa e Lídice da Mata na Bahia

8/27/2014 03:21:00 PM
Os candidatos Rui Costa (PT) e Lídice da Mata (PSB), cresceram na pesquisa Bapesp - Instituto Bahia Pesquisa e Estatística (Babesp) divulgada nesta quarta-feira (27/8), se comparados com o resultado anterior, divulgado dia 13. Paulo Souto (DEM), no entanto, com 41% das intenções de voto venceria a eleição no primeiro turno.
Na pesquisa estimulada, Rui Costa detém 21% das intenções de voto e Lídice 12% dos 2 mil entrevistados, em 84 municípios da Bahia.
A pesquisa foi encomendada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT).
Quando os candidatos têm seus nomes associados a apoiadores, Souto mantém a liderança, com 39% dos votos, apoiado por ACM Neto (DEM) e Aécio Neves (PSDB), enquanto Rui cresce para 26% ao ser associado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, à presidente Dilma Rousseff e ao governador Jaques Wagner.
A senadora Lídice da Mata chega a 13% das intenções de voto quando é citada ao lado de Eduardo Campos e Marina Silva.
A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.
Para o Senado: Geddel Vieira Lima (PMDB), 36%; Otto Alencar (PSD), 23%; e Eliana Calmon 7%. Com apoios: Geddel 35%; Otto Alencar 18% e Eliana Calmon 8%. 
A pesquisa está registrada sob nº BA-00010/2014.

LÍDICE CRITICA ATRIBUIÇÃO DE TODAS AS OBRAS DO GOVERNO A RUI COSTA

8/27/2014 03:17:00 PM
A candidata do PSB ao governo da Bahia, Lídice da Mata, criticou a tentativa do PT de inflar a candidatura de Rui Costa atribuindo-lhe a realização de todas as obras do atual governo, na propaganda eleitoral. “É uma forma de tentar transferir prestígio eleitoral dando uma importância excessiva ao candidato”, afirmou. “O PT está se valendo de um modelo antigo de fazer campanha eleitoral: pegar obras que foram feitas pelo conjunto do governo e creditá-las artificialmente a uma pessoa só”, disse a candidata socialista, durante entrevista, na noite desta terça-feira (26), ao programa Se Liga Bocão, na rádio Itapoan FM.
Lídice lembrou que a execução direta de obras não é atribuição de nenhuma das secretarias que Rui Costa ocupou no atual governo. “Ele ocupou duas secretarias: uma de Relações Institucionais, que nenhuma obra efetivou, e a da Casa Civil, que também não executa nenhuma obra diretamente”, observou. “Na secretaria de Relações Institucionais, ele foi o negociador que levou o Governo do Estado a duas greves”, lembrou, em referência às greves da PM e dos professores. A candidata do PSB também criticou a briga que Paulo Souto e Rui Costa têm travado no horário eleitoral sobre a autoria da construção de hospitais no interior do Estado. “É a velha forma de fazer campanha, com os marqueteiros um querendo passar a perna no outro, mas sem discutir propostas”, afirmou. “Não podemos continuar com essas campanhas milionárias, cinematográficas, que não apresentam o debate político e preferem ficar no faz de conta”, acrescentou.
Pesquisa do Ibope – Na entrevista, Lídice também comentou a pesquisa do Ibope divulgada na noite desta terça-feira, na qual a candidata à Presidência da República de seu partido, Marina Silva, dispara e aparece em segundo lugar na disputa do primeiro turno com 29% das intenções de voto – 10 pontos percentuais a mais que Aécio Neves e a apenas cinco pontos de Dilma Roussef, que obteve 34%. “Estou satisfeita. Ela registrou um crescimento importante e há uma tendência de maior crescimento ainda, o que indica que haverá um segundo turno entre duas mulheres”, afirmou. “Dilma e Marina são duas mulheres honradas, mas apenas uma delas significa um projeto novo para o Brasil, e seu nome é Marina Silva”, completou.
Ela disse ainda ter certeza de que estará no segundo turno nas eleições estaduais. “Estamos construindo o cenário de segundo turno na Bahia e o bom desempenho de Marina também terá um impacto positivo na minha candidatura”, disse. “A eleição nacional sempre exerce impacto sobre a eleição local”, emendou. Lídice observou que, apesar de não ser nova na política, é a única que representa um caminho novo. “Não vou fazer demagogia dizendo que sou nova na política, porque o baiano me conhece e eu tenho 30 anos de vida pública. Mas entre as três principais candidaturas ao governo estadual, eu sou a única que apresenta um projeto político novo, direcionado a práticas novas. Eu não sou uma novidade no cenário; mas as minhas propostas, sim”.
Ascom PSB-Bahia

REELEIÇÂO: DEPUTADO ESTADUAL ADOLFO VIANA REAFIRMA SEU COMPROMISSO EM DEFESA DO VALE DO SÃO FRANCISCO

8/27/2014 03:11:00 PM
O deputado estadual e candidato a reeleição pelo PSDB, Adolfo Viana visitou região norte da Bahia, nesta terça-feira (26). Pela manhã, o deputado percorreu o Mercado do Produtor de Juazeiro, maior entreposto comercial do país, junto com lideranças do Vale do São Francisco. Durante a tarde, Adolfo participou do Programa Geraldo José na Rádio Transamérica, ao lado do candidato a deputado federal João Gualberto (PSDB), e dos vereadores de oposição de Juazeiro, José Carlos Medeiros (PV), Sargento Bastos (PROS) e Bené Marques (PSDB), que declaram apoio a sua candidatura. Na pauta da entrevista, o deputado defendeu seu ponto de vista sobre a campanha eleitoral na região e a adesão das lideranças juazeirenses ao seu projeto político para a cidade.
“Respondendo aqueles que dizem que não sou de Juazeiro, quero informar que me sinto tão juazeirense quanto aqueles que nasceram aqui. Se estou na vida pública é para defender o Vale do São Francisco. Não vou entrar nesse nível de discussão, enquanto alguns políticos preferem difamar aqueles que têm propostas, eu prefiro debater meus projetos e colocar em prática as minhas propostas em defesa dessa cidade. Desde que fui eleito, em 2010, procurei defender os interesse da região, esse é a obrigação do deputado estadual, e assim, sempre farei. Podem acreditar que represento e defendo os interesses de Juazeiro”, disse.
Adolfo teceu inúmeras críticas a administração municipal, e considera que a região norte da Bahia foi abandonada pelo atual governo do estado. “É visível como o governo do estado esqueceu nossa região. Os problemas que afligem a cidade de Casa Nova, são os mesmo em Sento Sé, em Pilão Arcado, e em todas as cidades do Vale do São Francisco, não podemos admitir isso. Minha luta na Alba é para defender nossa região. Sei que Juazeiro pode avançar mais, o juazeirense está insatisfeito, sem uma saúde de qualidade, sem segurança pública e sem investimento em infraestrutura. Sou oposição a esse governo que aí está. A Bahia precisa encontrar o caminho do desenvolvimento. Juazeiro está abandonada e a população insatisfeita. Precisamos de investimentos nas áreas estruturantes, e essa articulação farei junto ao governo”, declarou.
Na última eleição, sem apoio de lideranças, Adolfo obteve 500 votos em Juazeiro. Para o pleito deste ano, o representante do PSDB na Assembleia Legislativa conta com apoio de Medeiros, Bené e Sargento Bastos. “Só tenho a agradecer, todas as vezes que venho aqui, sou muito bem recebido. Tenho recebido a solidariedade das pessoas, e das lideranças da cidade. Vou trabalhar muito para que sejam feitos os investimentos necessários do tanto na infrasestrutura, quanto na segurança  pública e principalmente na saúde. Juazeiro precisa da presença atuante do poder público”, concluiu. 
No final da tarde, Adolfo Viana seguiu junto com o vereador Bené Marques para uma caminhada no bairro Itaberaba, em Juazeiro.

Fonte: Geraldo José

BAHIA: APENAS 5% ACHAM ÓTIMA O GOVERNO JAQUES WAGNER

8/27/2014 03:07:00 PM
A segunda pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (27) quanto ao governo do PT no Estado.
A pesquisa Ibope também perguntou como o eleitor classifica a administração do governador Jaques Wagner. Veja os números:

Ótima: 5%
Boa: 26%
Regular: 38%
Ruim: 12%
Péssima: 15%
Não souberam ou não opinaram: 4%
G1 Bahia

IBOPE MOSTRA PAULO SOUTO COM 44%, RUI COSTA COM 15% E LÍDICE COM 9%

8/27/2014 03:03:00 PM
A segunda pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (27) mostra Paulo Souto (DEM) com 44% das intenções de voto para governador do estado da Bahia. Em seguida, aparecem Rui Costa (PT) com 15%, Lídice da Mata (PSB) com 9%, e Da Luz (PRTB) e Renata Mallet (PSTU) empatados com 1%. O candidato Marcos Mendes (PSOL) não pontuou. A pesquisa foi encomendada pela TV Bahia. Confira abaixo os números do Ibope, segundo a pesquisa estimulada, em que os nomes de todos os candidatos são apresentados ao eleitor:
Paulo Souto (DEM): 44%
Rui Costa (PT): 15%
Lídice da Mata (PSB): 9%
Da Luz (PRTB): 1%
Renata Mallet (PSTU): 1%
Marcos Mendes (PSOL): 0%
Brancos e nulos: 16%
Indecisos: 14%
A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.008 eleitores em 59 municípios do estado. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 00013/2014, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00433/2014.
Rejeição
A pesquisa aferiu a taxa de rejeição de cada um dos candidatos, isto é, aquele em quem o eleitor diz que não votará de jeito nenhum. Veja os números:
Da Luz: 21%
Lídice da Mata: 20%
Paulo Souto: 20%
Rui Costa: 17%
Marcos Mendes: 15%
Renata Mallet: 15%
Não rejeitaram nenhum dos candidatos: 10%
Não souberam ou não opinaram: 32%
Segundo Turno
O Ibope também realizou uma simulação em caso de segundo turno. O instituto considerou os candidatos que apareceram pontuando 10% ou mais na pesquisa anterior, divulgada no dia 23 de julho. Naquela data, os candidatos foram Paulo Souto (DEM) e Lídice da Mata (PSB). Na próxima pesquisa, que será divulgada em setembro, a simulação será feita com o candidato Rui Costa (PT), que apareceu na pesquisa desta quarta-feira, com percentual acima de 10%. Caso a eleição para o segundo turno para governador da Bahia fosse nesta quarta, o resultado seria:
Paulo Souto (DEM): 49%
Lídice da Mata (PSB): 17%
Brancos e nulos: 18%
Indecisos: 16%
Classificação do governo atual
A pesquisa Ibope também perguntou como o eleitor classifica a administração do governador Jaques Wagner. Veja os números:
Ótima: 5%
Boa: 26%
Regular: 38%
Ruim: 12%
Péssima: 15%
Não souberam ou não opinaram: 4%
G1 Bahia

Prefeito Ednaldo Barros e comitiva são recebidos com festa em Quixaba e Bazuá

8/27/2014 06:44:00 AM
26/08/2014 Comentar
Ednaldo Barros e comitiva
Em reunião convocada pelos moradores de Quixaba e Bazuá nos dias 21 e 22/08, o prefeito Ednaldo Barros foi recebido com festa. A convocação das comunidades foi para discutir melhorias na qualidade da água, reduzir o valor da tarifa que sofreu um aumento de 32% nos últimos dias e combater o furto de água na adutora, que abastece as duas comunidades. Presente aos encontros o diretor do SAAE, Dávio Paes de Castro, afirmou que vai intensificar ações de fiscalização para combater furos na adutora para aumentar a pressão. Justificou que a tarifa de água estava congelada há seis anos, por isso foi necessário o aumento, e sclareceu que o aumento não foi abusivo e que o índice ficou abaixo da inflação acumulada no período. A última vez que tivemos uma alteração na tarifa de água foi em 2008, com 48% de acréscimos, lembrou o diretor.
Para evitar a inadimplência dos consumidores de baixa renda e a escassez no meio rural, o prefeito Ednaldo Barros assegurou que a prefeitura vai subsidiar as contas de água de Quixaba e Bazuá, como vem fazendo em outras comunidades do inteiro. Satisfeitos, os moradores agradeceram.
Ednaldo Barros esteve acompanhado do secretario de administração João Batista Castro Pinto, da líder comunitária Expedita Anunciada e dos vereadores Moacir Martins (presidente), João Borges, Rudival Caetano, Hipólito Domingos e Zé Do Rufino.

Fonte: ascom/pmss

MANCHETE DOS JORNAIS

8/27/2014 05:55:00 AM
- A Tarde: Marina venceria Dilma no segundo turno, diz Ibope
- Correio*: Ibope: Marina rouba votos de todo mundo
- Tribuna da Bahia: Marina esmaga Aécio e vence Dilma no 2º turno
- Estadão: Marina se descola de Aécio e venceria Dilma no 2º turno
- Folha de S. Paulo: Marina venceria Dilma no 2º turno, mostra Ibope
- O Globo: Ataques marcam 1º debate entre presidenciáveis na TV
POLITICALIVRE

PERNAMBUCO: DILMA É A SEGUNDA COLOCADA

8/27/2014 05:52:00 AM

bope: Em PE, Marina tem 41%, Dilma, 37%, Aécio, 3%

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira, 26, mostra que a candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, está empatada tecnicamente com a presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, no Estado de Pernambuco, terra natal do então candidato do PSB Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo no último dia 13. Marina tem 41% das intenções de voto contra 37% da petista. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem apenas 3% e o Pastor Everaldo (PSC) aparece com 1% das intenções de voto. Brancos e nulos somam 7% e não sabe e não respondeu, 11%. A pesquisa Ibope, encomendada pela Rede Globo, ouviu 1.512 eleitores em 69 municípios de Pernambuco, entre os dias 23 e 25 de agosto. A margem de erro da mostra é de três pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança, de 95%. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE-00019/2014 e no TSE sob o número BR-00424/2014.
Agência Estado/POLITICALIVRE

Debate de confrontos tem Aécio no ataque, Dilma acuada e Marina regular

8/27/2014 05:49:00 AM
Sete candidatos participaram na noite desta terça-feira (26) do primeiro debate entre presidenciáveis, realizado pela TV Band, em São Paulo. Os três líderes da corrida eleitoral, Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), não se pouparam do confronto direto e trocaram perguntas entre si. Mesmo se confrontando em todas as oportunidades que tiveram, os três presidenciáveis deixaram a desejar na apresentação de novas ideias.  
O debate ocorreu poucas horas depois do Ibope ter divulgado pesquisa que mostrou um avanço da candidata do PSB no primeiro turno, que abriu dez pontos de vantagem sobre o tucano. A ex-senadora ainda venceria a petista no segundo turno. Os números da pesquisa para o primeiro turno apontaram as seguintes intenções de voto: Dilma, 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%. 
Quando os candidatos puderam fazer perguntas entre si, Marina abriu a discussão, questionando Dilma sobre o que deu errado nos cinco pactos propostos pela presidente após as manifestações de junho de 2013. A petista rejeitou a afirmação da socialista, cintando números positivos nas áreas de saúde, economia e educação.
Na réplica, Marina fez o seu primeiro ataque mais direto a Dilma. "Para resolver problemas, precisamos reconhecer que eles existem. Esse Brasil colorido descrito por Dilma, quase cinematográfico, não existe”, atacou a ex-senadora. Em tréplica, Dilma (PT) propôs uma reforma política. "Só a força do povo brasileiro é capaz de transformar a relação política com a coisa pública", indicou a petista.
Performance no debate:
Logo depois, Dilma questionou Aécio sobre supostas medidas impopulares que ele tomaria se fosse eleito, citando ainda que o desemprego quando o PSDB comandou a Presidência era dobro em relação ao governo atual petista. “O PT surfou e se valeu muito das reformas que foram feitas no governo Fernando Henrique. Mas a bendita herança acabou", retrucou o tucano.
Na sua vez de perguntar, Aécio partiu para o ataque contra Marina. "A candidata tem falado muito sobre a nova política, disse que não subiria a determinados palanques. Será que não deveria ter uma boa dose de coerência?", questionou o tucano, lembrando que a candidata se negou a subir no palanque de Geraldo Alckmin (PSDB), que é parceiro do PSB em São Paulo, mas disse recentemente que pediria o apoio do ex-governador paulista José Serra, caso fosse eleita.
Marina negou a incoerência e emendou crítica à disputa entre tucanos e petistas nas últimas eleições. "Me sinto inteiramente coerente. É combater a velha polarização que tem sido um verdadeiro atraso para o nosso País. A polarização PT e PSDB já deu o que tinha que dar”, respondeu a candidata do PSB.
Nos outros blocos do debate,  o clima permaneceu com Dilma escolhendo o tucano como seu oponente principal. A petista buscou colar a imagem dele ao do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que deixou o governo com baixa popularidade.  
Aécio, por sua vez, buscou ligar Dilma ao baixo crescimento da economia brasileira e também aos escândalos na Petrobras. Em relação a Marina, o tucano disse que faltava clareza em sua propostas. 
Em todo o debate, Marina tentou se colocou como a representante da "nova política", num espécie de passo a frente da polarização PT e PSDB.  Em mais de uma vez, a candidata do PSB lembrou do momento difícil que ela passou recentemente com a morte do Eduardo Campos. 
Além de Dilma, Aécio e Marina, participaram do debate, Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB). A discussão se prolongou por mais de três horas, chegando a cansar os telespectadores ou mesmo os presentes nos estúdios da Band.
Eduardo Jorge rouba cena
Com menos de 1% das intenções de voto no Ibope, o candidato do Partido Verde se destacou por levantar temas polêmicos como a legalização do aborto e da maconha. Com estilo informal, mas contundente, o candidato foi comparado nas redes sociais, durante o debate, a Plinio Arruda Sampaio, candidato do PSOL à Presidência em 2010. Plinio morreu recentemente. 
 "A legislação é cruel. Coloca 800 mil mulheres por ano à sua própria sorte, à métodos clandestinos", declarou Jorge, questionando Aécio sobre a legalização do aborto. O tucano discordou do candidato do PV, dizendo que manteria a legislação vigente sobre o tema. 
Jorge também foi irônico. Ao comentar a proposta de Marina de criar uma lei para tornar o Banco Central independente, o candidato do PV disparou: "Independente de quem? Do povo?"
A atual candidata do PSOL também levantou um tema polêmico. Luciana confrontou o Pastor Everaldo, que tem declarado em sua campanha que os casais devem ser formados por homens e mulheres, numa rejeição as parcerias homossexuais. 
"Homofobia e transfobia matam. A falta de educação a respeito desses temas nas escolas faz falta", declarou Luciana. O candidato do PSC negou ser homofóbico e disse que "o povo cristão é o mais tolerante do mundo". 
Luciana se referiu ao candidato do PSC apenas como Everaldo, explicando que não se sentia confortável em usar a alcunha de pastor por acreditar que o Estado brasileiro deve ser laico. 

PROPAGANDA VOLANTE DEPOIS DAS 22 HORAS

8/27/2014 04:56:00 AM
Imagem de Internet
Muitas pessoas não conseguem ter a sensação de tranqüilidade, mesmo dentro de suas casas, devido ao barulho feito nas ruas. Motos com escapamentos irregulares e acelerações, uso desnecessário de buzinas, motos de propagandas, entre outros.
Atualmente, por diversas vezes a população é incomodada pela veiculação de Notas Sentimentais após as 22 horas e o que se observa é que o falecimento ocorreu á tarde ou inicio da noite e o sepultamento no dia seguinte sem horário definido, ás vezes programado para o final do dia seguinte.
A Lei Municipal Nº 24/2001 – CÓDIGO DE POSTURA  - Título III – Artigos 64 diz“...É proibido perturbar o sossego com ruídos os sons excessivos, tais como: Item III – A propaganda com alto-falantes fixo ou móvel, bombos, tambores, cornetas, e outros instrumentos que produzam som em excesso, sem prévia autorização da Prefeitura. O Artigo 65 – Em zonas estreitamente residenciais é proibido  executar qualquer trabalho ou serviço que produza  ruído ou venha perturbar a população antes das 6h (seis) e depois das 22h (vinte e duas), horas.
RECOMENDAÇÃO

Os proprietários de motos e carros de som que prestam esse tipo de serviço, quando solicitados, precisam informar aos solicitantes dos serviços, que não é permitido para veicular  propagandas entre as 22h e 06hs,  e na medida do possível evitar após ás 18hs.

Há algum tempo atrás determinada Juíza de Direito da Comarca local proibiu todo e qualquer uso de som em bares e carros de som após as 18h.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

SÃO PAULO; CANDIDATO DO PT TEM APENAS 5% DOS VOTOS

8/26/2014 04:05:00 PM
Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) aponta o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), com 50% das intenções de voto na corrida eleitoral deste ano. Com o percentual, ele venceria a disputa pela reeleição no primeiro turno. Em seguida, aparece o presidente licenciado da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf (PMDB), com 20%. O ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT) tem 5%.
No levantamento anterior, realizado pelo instituto entre os dias 26 e 28 de julho, Alckmin tinha 50%, seguido por Skaf (11%) e Padilha (5%).
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo.
Confira abaixo os números na modalidade estimulada da pesquisa (em que o pesquisador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):
Geraldo Alckmin (PSDB) – 50% das intenções de voto
Paulo Skaf (PMDB) – 20%
Alexandre Padilha (PT) – 5%
Gilberto Natalini (PV) – 1%
Raimundo Sena (PCO) – 1%
Laércio Benko (PHS) – 1%
Wagner Farias (PCB) – 0%
Gilberto Maringoni (PSOL) – 0%
Walter Ciglioni (PRTB) – 0%
Brancos e nulos: 10%
Não sabe: 11%
A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 25 de agosto. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 79 municípios do estado.  A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levada em conta a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o número SP-00017/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo número BR-00419/2014.
Pesquisa espontânea
Na parte da pesquisa em que os entrevistadores do Ibope perguntaram ao eleitor em quem votará (sem apresentar a ele a relação de candidatos), 29% mencionaram Alckmin. Veja abaixo:
- Geraldo Alckmin: 29%
- Paulo Skaf: 9%
- Alexandre Padilha: 3%
- Brancos/nulos: 14%
- Não sabe: 44%
Segundo turno
O Ibope fez uma simulação de segundo turno entre Geraldo Alckmin e Skaf. Os resultados são os seguintes:
- Alckmin: 55%
- Skaf: 28%
- Branco/nulo: 9%
- Não sabe/não respondeu: 9%
Rejeição
O Ibope também apontou a rejeição dos candidatos. A maior rejeição é do petista Alexandre Padilha, que tem 26%. Na sequência aparecem Alckmin (19%), Skaf (12%), Sena (9%), Benko (8%), Natalini (7%), Maringoni (7%), Farias (7%), Ciglioni (5%).
Avaliação do governador
Na mesma pesquisa, os eleitores também responderam sobre a avaliação ao governo Alckmin. Segundo o Ibope, 41% disseram que a administração dele é "ótima ou boa". Outros 36% afirmaram que ela é regular. Os que dizem que é “ruim ou péssima” somam 19%.
O Ibope também perguntou se o entrevistado aprova ou desaprova a maneira como Alckmin vem administrando o estado. Entre os entrevistados, 56% disseram que aprovam, enquanto 32% afirmaram que desaprovam.
Fonte; g1

Marina abre 10 pontos sobre Aécio e venceria Dilma Rousseff no 2º turno

8/26/2014 04:00:00 PM
Foto: Vanderlei Preite Sobrinho/iG
Marina Silva posa para fotos ao lado de eleitores na Bienal do livro, em São Paulo
Marina Silva posa para fotos ao lado de eleitores na Bienal do livro, em São Paulo
Com impressionantes 29% das intenções de voto, a candidata à Presidência Marina Silva (PSB) disparou na corrida eleitoral e agora está na cola da presidente Dilma Rousseff (PT), que teria 34% no primeiro turno se as eleições fossem hoje, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26/8).
Em um eventual segundo turno entre as duas candidatas, Marina ainda ganharia de Dilma, com nove pontos percentuais a frente - 45% contra 36%.
De acordo com o Ibope, o candidato tucano, Aécio Neves, aparece em em terceiro lugar com 19% das intenções de voto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 

GOVERNO FEDERAL: 58% DAS OBRAS DO PAC 1 e 2 ESTÃO ATRASADAS

8/26/2014 03:56:00 PM
Um levantamento feito pelo Instituto Trata Brasil entre 2009 e 2013 analisou 149 obras de esgoto do PAC 1 ( Programa de Aceleração do Crescimento), Sento Sé – uma delas, e PAC 2 nas cinco regiões do país. A conclusão da pesquisa, divulgada em maio de 2014, apontou que 58% dessas obras estão em situação inadequada em relação ao cronograma e apenas 19% estão concluídas. Em 2014, o instituto fez o mesmo levantamento com 70 obras de água; dessas, apenas 27% estão concluídas.
Esses dados são divulgados anualmente pelo Instituto Trata Brasil no estudo “De Olho no PAC”, que acompanha o avanço físico desses projetos. Para chegar a esse resultado, o instituto analisou os atrasos, as paralisações e as obras não iniciadas. As 149 obras da amostra de esgoto estão distribuídas em 19 estados brasileiros e as obras de amostra de água, em 15 estados.
As construções de esgoto acompanhadas estão dentro do eixo Cidade Melhor, que concentra obras de esgoto, e são apenas 20% do investimento de R$ 40,9 bilhões feito pelo governo federal em esgoto, saneamento integrado e resíduos sólidos. Já os investimentos em água estão inclusos no Programa Água e Luz para Todos, e são 12,5% do total apresentado no que se refere a obras de abastecimento de água.
Do PAC 1 há 27 obras de esgoto concluídas e do PAC 2 apenas uma. Do PAC 2, inclusive, 50% das obras sequer foram iniciadas até o fim de 2013, de acordo com o Instituto Trata Brasil.
Imagem de Internet
Das obras de esgoto, 23% estão paralisadas, 22% atrasadas e 13% não iniciadas. As 35 obras de esgoto paralisadas totalizam investimentos de R$ 1,295 bilhão. Das obras de esgoto atrasadas, 34 pertencem ao PAC 1 – 19 contratos assinados em 2007, 14 em 2008, 1 em 2009 – e 1 obra pertence ao PAC 2, iniciada em 2012. Das obras de água, 19 foram concluídas, 16% estão paralisadas, 26% estão atrasadas e 9% não foram iniciadas.
Segundo a pesquisa do Instituto Trata Brasil, o estágio de avanço físico dessas 219 obras varia de 0,03% a 99,59%, indicando que há obras paralisadas desde a assinatura do contrato, até situações em que a obra está praticamente finalizada.
O valor alocado em todas as 219 obras de saneamento analisadas totalizam R$ 10,31 bilhões. São R$ 8,32 bilhões gastos com esgoto e R$ 1,99 bilhão em água.
As principais fontes de financiamento são os recursos do Orçamento Geral da União (OGU), que responde por R$ 3,47 bilhões (33,7%); financiamentos da Caixa Econômica Federal, que custeou R$ 5,17 bilhões (50,2%); e do Banco Nacional de desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com R$ 1,66 bilhão (16,1%).
O ABSURDO
De acordo com o Instituto Trata Brasil, em alguns casos, as empresas operadoras e governos consultados afirmam que, embora conste nas fontes das pesquisas que suas obras estejam paralisadas ou atrasadas, estas estão em ritmo normal e algumas já estão fisicamente concluídas (é o caso de Sento Sé). Há casos em que as obras avançaram nestes primeiros meses de 2014, o que não é captado pelo estudo.

Fonte: guiadeprefeitura – Edição 17 – Jul/2014
Destaque: Nosso

Colunista antecipa prováveis números do Ibope com empate entre Dilma e Marina no 1º turno

8/26/2014 11:58:00 AM
Colunista antecipa prováveis números do Ibope com empate entre Dilma e Marina no 1º turno
Fotos: Ag. Haack
O resultado da pesquisa Ibope, que será divulgada nesta terça-feira (26) no Jornal Nacional, já foi adiantado pelo colunista Lauro Jardim, ligada à revista Veja nesta manhã. No seu espaço Radar-online, Jardim já aponta empate técnico entre Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno, ao considerar a margem de erro de 2%. De acordo com as especulações, Dilma Rousseff aparece entre 31% e 32%. Já Marina Silva fica entre 27% e 28%. Aécio Neves, em terceiro lugar, pontua entre 18% e 20%. Empatadas tecnicamente na última pesquisa do Datafolha, no levantamento do Ibope Marina aparecerá com dois dígitos à frente de Dilma, ainda de acordo com o colunista. A pesquisa está protocolada sob registro nº BR-00428/2014  no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e entrevistou 2506 eleitores em todo o Brasil. O Instituto Ibope enviou nota na tarde desta terça-feira informando que as informações se tratam de especulação, visto que a pesquisa ainda não foi finalizada.

BN

PAULO SOUTO PRETENDE MELHORAR AMBIENTE DE NEGÓCIOS NA BAHIA

8/26/2014 11:52:00 AM
“Estímulo, apoio e regulação são funções do estado, que não devem atrapalhar as ações da iniciativa privada”, afirmou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, durante encontro com o setor da construção, ontem (25), na sede do Sinduscon. No caso de eleito, ele pretende realizar uma gestão transparente, participativa e melhorar o ambiente baiano de negócios, que, acredita, depende da atitude do governo.
Para tanto, Paulo Souto apresentou seu plano de modernizar e descentralizar a gestão, com a criação de unidades administrativas nas regiões Oeste e Extremo Sul, reequilibrar as finanças públicas, criando condições para elevar a taxa de investimento do estado, bem como desburocratizar com o avanço do governo eletrônico.
“A Bahia perdeu competitividade nos últimos anos. Caiu de 9° para 13° lugar no ranking nacional. Isso se deveu a uma série de fatores, que incluem não só condições de infraestrutura, logística, segurança jurídica, mas também a deterioração dos serviços públicos, como a segurança pública”, observou Paulo Souto, garantindo trabalhar para reverter esse quadro.
Questionado sobre a baixa eficiência do estado, o candidato a governador admitiu o fato e disse que os exemplos se espalham por toda a Bahia. “Nas viagens ao interior, tenho visto obras inacabadas e até mesmo construídas, mas sem operar, como o caso de uma imensa Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Macaúbas, que, apesar da necessidade da população, permanece fechada”.
Paulo Souto citou ainda o fato de equipamentos comprados para uso nos centros de comunicação da polícia que estão encaixotados desde 2007, quando poderiam estar dando mais eficiência às ações de segurança pública do governo estadual. “Se não houver avanços na eficiência do estado, qualquer esforço será desperdiçado”, comentou.
No caso específico do setor da construção, Paulo Souto admitiu a reivindicação dos empresários para discutir pontos polêmicos da lei estadual de licitações e a reavaliação do Qualiop, programa de qualidade de obras públicas. “Se eleito, a minha disposição é estabelecer um diálogo construtivo e transparente”, asseverou.
O candidato a governador aproveitou e expôs também propostas gerais de seu plano de governo, como projeto para a infraestrutura turística, ações de desenvolvimento do semiárido, a restauração e a construção de novas estradas de interligação de regiões da Bahia, e a criação da controladoria estadual para acompanhar o desempenho do governo.
Asscom

RUI QUER AMPLIAR PROGRAMA BAIANO DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA

8/26/2014 11:51:00 AM
Em reunião com a coordenação da campanha e equipe técnica de assessores, o candidato a governador Rui Costa, pela coligação ‘Pra Bahia Mudar mais’, mostrou um interesse especial na continuidade e ampliação do programa Saúde em Movimento, criado pelo governo do estado, que hoje é uma referência nacional no rastreamento do câncer de mama. “Existem estudos mostrando que 75% das pacientes brasileiras descobrem o câncer de mama quando o tumor já está em fase avançada, e precisamos concentrar esforços para garantir o acesso das mulheres a ter seu risco avaliado”, assinala Rui. Na Bahia, mais de 185 mil mulheres já foram atendidas e fizeram mamografias através do programa Saúde em Movimento, que também inclui atendimento em oftalmologia, com cirurgias de catarata e pterígio, e prevê ampliação dos procedimentos para cirurgias urológicas, como vasectomia e fimose.
Asscom

Nova Ibope exclui Rui de cenário do segundo turno

8/26/2014 03:38:00 AM
Foto: Divulgação/Arquivo

Rui: exclusão de levantamento do Ibope para segundo turno
A terceira pesquisa Ibope/TV Bahia sobre a sucessão estadual que será divulgada nesta quarta-feira, dia 27, só apresenta como cenário para um eventual segundo turno no Estado uma hipotética disputa entre os candidatos do PSB, Lídice da Mata, e Paulo Souto, do DEM, excluindo do páreo o candidato do PT, Rui Costa. É o que se deduz da pergunta de número seis do questionário. “E se a eleição para Governador da Bahia tiver um SEGUNDO TURNO, em quem o(a) sr(a) votaria se tivesse que escolher entre: (LEIA ALTERNATIVAS 1 E 2 – FAÇA RODÍZIO A CADA ENTREVISTA) 1 ( ) Lidice da Mata 2 ( ) Paulo Souto 7 ( ) Nenhum/ Branco/ Nulo 8 ( ) Não sabe 9 ( ) Não respondeu”, é a questão apresentada aos entrevistados. Nos dois levantamentos anteriores (de julho e maio), Lídice e Souto aparecem com os mesmos percentuais em segundo e primeiro lugar, respectivamente. Souto tem 42% e Lídice, 11%, enquanto Rui surge com 8%, um ponto a menos que no levantamento anterior, de maio. A sondagem foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número BA-00013/2014 e está sendo realizada desde o último dia 23 até a data da divulgação pela emissora. Ao todo, 1008 pessoas serão entrevistadas. A pergunta sobre o segundo turno é a sexta de um questionário com 15 questões. A pesquisa foi contratada ao Ibope pela TV Bahia ao custo de R$ 62.324,64. Uma outra pesquisa foi registrada no TRE sobre a sucessão estadual. Ela pertence ao Instituto Sensus. São mil entrevistas em sete regiões, abrangendo 56 municípios, entre os dias 25 e 28 de agosto. O Sensus não informou a data de divulgação. Procurada, a representação do Ibope na Bahia, não soube confirmar se a pergunta nº 06 do candidato exclui o candidato Rui Costa.
politicalivre

MANCHETE DOS JORNAIS HOJE TERÇA-FEIRA

8/26/2014 03:37:00 AM
- A Tarde: Preço da gasolina varia até 21% em postos de Salvador
- Correio*: Do homem que ficou duas horas morto
- Tribuna da Bahia: Milagre de Irmã Dulce
- Estadão: Dilma e Aécio investem para conter ‘onda’ Marina
- Folha de S. Paulo: Número de roubos em SP sobe pela 14ª vez seguida
- O Globo: Relatório mostra que traficantes e milicianos intimidam candidatos no Rio

politicalivre

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

PARANÁ: PSDB 43%, PMDB 26% e PT COM 14%

8/25/2014 06:28:00 PM
Home Ads