quarta-feira, 26 de agosto de 2015

SENTO SÉ: Agravamento da seca e o baixo nível do lago preocupam autoridades

seca-aumenta-sseO agravamento da seca e o baixo nível do lago de Sobradinho estão preocupando as autoridades municipais de Sento-Sé. Dados da própria prefeitura apontam a escassez de água e alimentos em diversas localidades da zona rural, inclusive as ribeirinhas. Os atuais sistemas de abastecimentos não conseguem mais captar a água bruta, por que o lago recuou quilômetros de distancia, inviabilizando o funcionamento das bombas. O gado fica preso nos atoleiros provocados pelo assoreamento, e a sobrevivência dos rebanhos esta comprometida. A produção agrícola, a pesca, a agropecuária e o agronegócio como um todo, já sofrem com os efeitos. Preocupada com essa dura realidade, a administração municipal vem adotando alternativas viáveis com as comunidades atingidas, para minimizar a falta d|`ágau no campo. Essa semana o prefeito Ednaldo Barros, os vereadores João Borges e Uemisson Almeida (Eminho), assessores e lideranças comunitárias, percorreram toda a extensão da foz do rio Jacaré, e constataram a morte do afluente, que é um importante berçário natural de peixes e aves aquáticas, e fundamental para as comunidades de Cajuí, Volta da Serra e Ponta D`água. Nesse ponto, rio Jacaré ou vereda do Romão Gramacho, teve seu leito perenizado em 40 km, a partir do enchimento da barragem de Sobradinho em 1977, mas que hoje agoniza.
Por conta da situação, o prefeito Ednaldo Barros autorizou em loco, a abertura de um canal de 500 metros de comprimento, que vai transpor águas do leito do São Francisco para a vereda, e com isso assegurar o abastecimento de pessoas e animais. Máquinas da prefeitura já estão no local fazendo a escavação, e a previsão é que nos próximos cinco dias a situação esteja controlada.
Fonte: ascom/pmss
Home Ads