quinta-feira, 1 de outubro de 2015

BAHIA: 2016: PT leva cano de senador Walter Pinheiro

Foto: Ag. Câmara/Arquivo

Petistas dizem que, no fundo, obsessão política de Pinheiro é estar na chapa de 2018
A possibilidade de Nelson Pelegrino deixar a secretaria estadual de Turismo para concorrer à Prefeitura de Salvador em 2016 salva o PT do vexame de não apresentar um candidato na capital baiana no ano que vem principalmente porque o partido levou um verdadeiro cano do senador Walter Pinheiro.
Conta uma fonte importante do Palácio de Ondina que, há 15 dias, o governador Rui Costa (PT) teria tido uma conversa que considerava definitiva com Pinheiro sobre a sucessão municipal do próximo ano. No encontro, o senador teria se comprometido com Rui a disputar a Prefeitura.
No último sábado, entretanto, o governador foi surpreendido com uma entrevista ao jornal A Tarde em que Pinheiro, além de fazer duras críticas ao governo Dilma Rousseff, anunciava que não concorreria e ainda se queixava de pouco apoio na campanha de 2008, em que perdeu a eleição para João Henrique.
“Não é possível que Pinheiro nos deixe num mato sem cachorro”, desabafou ontem pela manhã uma fonte do governo ao Política Livre, antes, portanto, de Pelegrino admitir que poderia se desincompatibilizar da secretaria de Turismo para enfrentar o prefeito ACM Neto (DEM).
O mesmo assessor de Rui diz ter percebido, “nas entrelinhas” da entrevsita, o motivo da “confusão” que atribui a Pinheiro. Em sua avaliação, no fundo, o senador está com medo de que sua participação na campanha do ano que vem “queime” a possibilidade de estar na chapa com que Rui disputará a reeleição em 2018.
Quem conhece Pinheiro, garante que ser reeleito ou mesmo ser indicado candidato a vice transformou-se na atual obsessão política do senador. Ocorre que o espaço do PT na chapa já está preenchido com a presença do próprio Rui e a virtual candidatura do hoje ministro Jaques Wagner (Defesa) ao Senado.
Seria este o motivo porque Pinheiro abriu uma interlocução com as forças oposicionistas, entre as quais o prefeito ACM Neto (DEM), cujo projeto é concorrer ao governo em 2018. Na impossibilidade de estar ao lado de Rui, Pinheiro teria a esperança de ocupar espaço na futura chapa de Neto como candidato ao Senado ou mesmo a vice-governador.
politicalivre
Home Ads