segunda-feira, 5 de outubro de 2015

ULTIMAS NOTICIAS

FRASE DO DIA

Um povo inteiro que paga propina é um povo sem dignidade

SÉRGIO MORO, JUIZCOMENTAR
de outubro de 2015, 13:45

BAHIA Macarani: Porto é eleito prefeito com 67,80% dos votos

Foto: Divulgação
Armando Porto comemora vitória em Macarani
Armando Porto foi eleito prefeito de Macarani em eleições realizadas no município no último domingo. Ele assume pela terceira vez o cargo. Porto obteve 67,80% dos votos. Ao lado do vice-prefeito Miller Silva Ferraz, Armando demonstrou-se extremamente feliz com a vitória. “Esse é o resultado do nosso trabalho em prol de Macarani, cidade por que tenho tanto carinho. E também é a resposta da população que está em busca de uma vida melhor”, ressaltou. O presidente estadual do PSD, senador Otto Alencar, mostrou apoio incondicional à campanha de Armando Porto e afirmou estar muito satisfeito com o resultado das eleições. “Sei que Armando irá realizar muito por Macarani, trabalhando na área social, buscando novos investimentos para que o município possa crescer e evoluir naquilo que é fundamental para toda a população. Como senador da República, me comprometo em ajudá-lo e o governo do Estado também vai estar presente no município. Vamos ajudá-lo a fazer uma administração à altura do povo bom e amigo de Macarani. A imagem de Armando é de alguém que confiamos”, salientou.
de outubro de 2015, 13:36

BRASIL ANS abre seleção com 89 vagas para nível superior

O edital da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) com 89 vagas para Ensino Superior foi publicado nesta segunda-feira (5). São oportunidades para os cargos de Atividades Técnicas de Suporte e Complexidade nas áreas de Administração, ou Economia, ou Contabilidade (29 vagas); Direito (60 vagas).Os candidatos que desejarem se inscrever devem ter concluído o ensino superior nas áreas discriminadas no edital e em alguns casos ter Doutorado, ou Mestrado, ou Especialização ou experiência superior a 3 anos, na área de atuação a que concorre.As inscrições deverão ser realizadas pela internet, no site da Funcab (CLIQUE AQUI), a partir das 10h do dia 05 de outubro de 2015 até às 23h59 do dia 20 de outubro de 2015. A GRU de cobrança pode ser paga em Agências Bancárias, Casas Lotéricas e Correios.A seleção será composta de prova objetiva de caráter classificatório e eliminatório que será realizada nas cidades do Rio de Janeiro – RJ e Niterói – RJ.A jornada de trabalho dos profissionais é de 40h semanais, com remunerações de R$ 3.800,00 e R$ 6.130,00.O processo seletivo é válido por dois anos, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.
Correio*
de outubro de 2015, 13:15

BRASIL Policiais desativam artefato que causou interdição na Paulista

Policiais desativaram, por volta das 10h20, um botijão de gás que estava acoplado a uma mala na Avenida Paulista, na região central da capital paulista, na manhã desta segunda-feira, 5. O artefato estava ligado a um relógio no ponto de táxi ao lado do Itaú Cultural, na altura da Rua Leôncio de Carvalho. Funcionários do Itaú Cultural sentiram cheiro de gás e fizeram a denúncia. A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) procurou vazamento no prédio, não achou, mas encontrou o simulacro de uma bomba. A Polícia Militar vai buscar imagens de câmeras de segurança para descobrir a autoria. Segundo a PM, a pessoa tinha intenção de causar pânico. A via foi interditada às 7h53 entre as Ruas Carlos Sampaio e Abílio Soares, segundo a CET, e liberada por volta de 10h50. Às 11 horas, havia 2,2 quilômetros de lentidão na Paulista, no sentido Paraíso, do acesso às Avenidas Rebouças e Dr. Arnaldo à Rua Maria Figueiredo.
Estadão
de outubro de 2015, 13:11

BRASIL Congresso pode concluir amanhã pauta de vetos

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Depois da manobra de líderes partidários que acabou anulando a sessão do Congresso Nacional marcada para o último 30, deputados e senadores voltam a tentar, amanhã (6), às 11h30, apreciar os vetos presidenciais que barraram pontos ou o texto integral de projetos aprovados pelo Legislativo. Na pauta, há matérias consideradas sensíveis ao governo como a que trata do reajuste salarial entre 53% e 78,56% aos servidores do Judiciário e a que estende a aplicação da regra do reajuste do salário mínimo a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).Os parlamentares dizem, nos corredores do Congresso, que a tendência é a manutenção dos vetos. Se a tendência se confirmar, a medida significará alívio para o Planalto que tenta, a todo custo, evitar a criação de novas despesas. Pelas contas da equipe econômica, o reajuste teria impacto de mais R$ 25,7 bilhões nos cofres públicos em quatro anos e provocaria efeito cascata para carreiras correlatas em outros órgãos e nos estados e municípios. Paralela à votação, o governo conseguiu costurar com o Judiciário um projeto alternativo que ainda será analisado pelos parlamentares.O próprio presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que assumiu uma postura pessoal de rompimento com o governo, vem defendendo a manutenção do veto, “por coerência”. O peemedebista tem alertado que seria contraditório os parlamentares derrubarem o veto que criaria mais gastos enquanto fazem críticas à criação de novos impostos.
Agência Brasil
de outubro de 2015, 13:00

BRASIL Senado pode votar essa semana MP que cria nova fórmula para aposentadorias

Foto: Divulgação
Texto é resultado de um acordo com o governo
O Senado começa a semana com a pauta trancada por três medidas provisórias (MPs). A mais polêmica é a 676/15, que cria uma nova fórmula para o cálculo de aposentadorias. O texto é resultado de um acordo com o governo, que vetou a primeira proposta do Legislativo de criação da regra 85/95 – soma da idade e o tempo de contribuição para mulheres e homens respectivamente. O veto foi mantido pelos parlamentares na semana passada. Pela nova fórmula, o tempo mínimo de contribuição para homens é 35 anos e, para as mulheres, 30 anos. A mesma medida provisória regulamenta o recebimento do seguro-desemprego pelo trabalhador rural e do seguro-defeso pelos familiares que apoiam o pescador artesanal. Há ainda regras para o recálculo da aposentadoria para quem continuar a trabalhar e a pagar o INSS depois de se aposentar. Outra MP para votação é a 686/2015, que liberou crédito extraordinário de R$ 5,18 bilhões para atender a despesas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A maior parte dos recursos previstos — R$ 4,2 bilhões — foi direcionada para contratos já existentes e para a abertura de 61,5 mil novas vagas para o segundo semestre deste ano. A medida precisa ser votada até o dia 27 de novembro. Leia mais na Agência Brasil.
Karine Melo, Agência Brasil
Home Ads