quarta-feira, 7 de outubro de 2015

ULTIMAS NOTICIAS

Relator de processo contra Dilma, ministro do TCU é investigado por fraudes fiscais
Foto: Reprodução/ Veja
Após ser acusado pelo governo federal de adiantar o voto sobre a reprovação das contas da presidente Dilma Rousseff, o ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, é investigado pela Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF). Segundo a Folha de S. Paulo, ele teria recebido R$ 1,65 milhão de uma empresa investigada por suposto envolvimento em fraudes fiscais. Nardes se tornou alvo da investigação por ter sido sócio, em 2005, de uma empresa chamada Planalto Soluções e Negócios, investigada pela Operação Zelotes – que apura suposta compra de decisões no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) em julgamento de recursos contra multas aplicadas pela Receita Federal. A companhia é registrada em nome do sobrinho de Nardes, Carlos Juliano. Os investigadores afirmam que os dois receberam vários pagamentos da SGR Consultoria, que teria corrompido conselheiros do Carf. Os pagamentos de R$ 2,6 milhões ocorreram entre 2011 e 2012, quando Augusto já era ministro do TCU e desligado da Planalto. Os investigadores teriam encontrado, contudo, referências ao pagamento de R$ 1,65 milhão a uma pessoa identificada como “Tio” – para os promotores, há “fortes indícios” de que “Tio” é Nardes. O ministro, contudo, negou ter conhecimento sobre o caso. "O que eu posso te declarar é que eu saí em 2005 e não tenho conhecimento de mais nada, nunca tive cargo de direção, absolutamente nada. E essa história que tu estás falando de 'Tio', também não sei. Alguém pode ter 10, 15, 20 tios, ou seja, não tenho conhecimento de nada. Eu não posso avançar mais do que isso, até porque estou concentrado aqui nas contas [do governo Dilma]", disse o ministro. Carlos Juliano também negou as irregularidades e afirmou que a Planalto está inativa desde 2008. "Não tem nada disso. Se tivesse alguma coisa, eu teria sido chamado no inquérito. Essa questão eu vou tratar, se tiver alguma coisa, no inquérito", defendeu.
Quarta, 07 de Outubro de 2015 - 09:45

Presidente ataca ‘variantes golpistas’ e apela por aprovação de medidas no Congresso

por Luiz Fernando Teixeira
Presidente ataca ‘variantes golpistas’ e apela por aprovação de medidas no Congresso
Foto: Lula Marques/Agência PT
A democracia do Brasil deverá ser respeitada para impedir que as “variantes golpistas tenham espaço no cenário político brasileiro”, avalia a presidente Dilma Rousseff (PT). Em entrevista conjunta das rádios Metrópole e Barreiras nesta quarta-feira (7), a petista, que virá ao estado para inaugurar obras do Minha Casa, Minha Vida no oeste baiano, declarou que atualmente todos no Brasil tem independência e a liberdade de imprensa é valorizada, assim como a liberdade de opinião, de modo que “ninguém é preso por falar o que pensa”. Porém, ela defendeu que a base da democracia é consolidada através das urnas, por ser “o único método reconhecido para chegar ao governo”, sem que as pessoas queimem etapas do processo, afirmou a presidente, que ainda comentou a turbulência que enfrenta no governo. “É muito importante que as pessoas coloquem o interesse do país acima dos seus interesses. Estou vendo luz no fim do túnel. Nós não estamos negando que não tenha tanto dinheiro, mas queremos fazer mais com menos dinheiro”, disse Dilma. A presidente ainda apelou para que o Congresso Nacional aprove as medidas propostas pelo governo o quanto antes.
Quarta, 07 de Outubro de 2015 - 09:40

Dilma afirma que governo não tem dinheiro 'para fazer tudo' prometido para a Bahia

por Luiz Fernando Teixeira
Dilma afirma que governo não tem dinheiro 'para fazer tudo' prometido para a Bahia
Projeto do BRT não foi 'abandonado', segundo presidente | Foto: Divulg
A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (7) que o governo federal não tem dinheiro para fazer todas as obras que foram acordadas anteriormente na Bahia. Em entrevista à Mário Kertesz, da rádio Metrópole, Dilma declarou que em 2015 “não temos dinheiro para fazer tudo e temos que priorizar”, em referência às obras do BRT de Salvador,cobradas pelo prefeito ACM Neto (DEM). “No que se refere ao BRT, estamos avaliando a engenharia financeira. Não abandonamos o projeto do BRT”, defendeu. A presidente afirmou que a verba investida no estado em mobilidade será a maior da história, com previsão de R$ 8,4 bilhões destinados a obras como a ampliação da linha 1 e a construção da linha 2 do metrô de Salvador – sob responsabilidade do governo do estado, comandado pelo também petista Rui Costa.
Mulher de Jaques Wagner pode ser candidata à prefeitura de Andaraí, diz colunista
Foto: Bahia Notícias
O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, e a mulher, Fátima Mendonça, transferiram o domicílio eleitoral para o município de Andaraí, no sudoeste baiano. Segundo a coluna Tempo Presente, do A Tarde, a decisão gerou especulações sobre uma possível candidatura de Fátima à prefeitura em 2016, com apoio do então gestor municipal, Wilson Cardoso (PSB). O prefeito, contudo, negou que haja qualquer confirmação. “Seria um sonho, mas nunca falamos disso. Wagner e Fátima compraram uma casinha aqui. E certamente querem aproveitar o dia de votar para descansar”, justificou. Cardoso disse ainda não ter escolhido quem apoiará para sua sucessão, mas quer um candidato único que “seja comprometido em colocar os interesses coletivos acima dos seus”.
Quarta, 07 de Outubro de 2015 - 09:00

Parlamentares vão apresentar representação contra Cunha por quebra de decoro

por Carla Araújo | Estadão Conteúdo
Parlamentares vão apresentar representação contra Cunha por quebra de decoro
Chico Alencar | Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados
Um grupo de parlamentares oposicionistas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), apresentará nesta quarta-feira (7), uma representação na Corregedoria da Câmara acusando Cunha de ter quebrado o decoro parlamentar em seu depoimento na CPI da Petrobras, em março, quando declarou que não tinha contas no exterior. Segundo o Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, revelou, a Procuradoria da Suíça confirmou que Cunha foi informado formalmente sobre o congelamento das contas das quais ele é beneficiário. Segundo fontes próximas ao caso de Cunha no Ministério Público suíço, o parlamentar foi informado sobre o bloqueio das contas "há um bom tempo". O líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), afirmou que já há parlamentares do PSB, Rede, PT e PMDB que ratificarão o documento. "Teremos ainda mais adesões", afirmou. O objetivo da representação é que a Mesa da Casa dê um parecer que permita que seja instaurado um processo de cassação de mandato no Conselho de Ética, da Câmara. Na prática, essa seria a primeira tentativa de retirar Cunha da presidência da Casa. Hoje, Cunha se negou mais uma vez a comentar a suposta existência de contas na Suíça em seu nome ou tendo seu nome como beneficiário. "Não vou falar sobre isso", limitou-se a responder.
Saída de Levy ocorrerá até o fim do ano e afetará preço do dólar, diz colunista
Foto: Reprodução / NBR
A saída do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, é vista como praticamente certa por ministros e petistas. Segundo a coluna painel, na Folha de S. Paulo, eles acreditam que o chefe da equipe econômica deixará o governo federal até o fim do ano, mas esperam que ele tenha ao menos uma vitória para que não saia do Palácio do Planalto “atirando”.  O momento, contudo, não seria o mais oportuno. Cálculos internos mostrariam que a saída de Levy faria o dólar chegar rapidamente a R$ 4,50. Enquanto isso, a manutenção dos vetos da presidente Dilma Rousseff teria um impacto positivo na cotação do dólar, que cairia para R$ 3,60. Mesmo assim, movimentos de moradia ligados ao PT, que até o momento apenas criticavam a política econômica, assinaram uma carta aberta em que pedem a destituição de Levy.

BN
Home Ads