sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

BAHIA: Incra investe R$ 92 milhões em agroindústria e sistemas de abastecimento de água na Bahia

A presidente do Incra, Maria Lúcia Falcón, assinou dois convênios com o governo do estado da Bahia, na tarde desta quarta-feira (02), que investem R$ 92 milhões em áreas de reforma agrária do estado. O evento aconteceu na sala de Atos da Governadoria. Com o pacto, serão instaladas 171 agroindústrias e implantados de sistemas de abastecimento de água potável em 39 assentamentos. Ao todo serão beneficiadas 22 mil famílias de áreas de reforma agrárias do estado.  
As agroindústrias serão implementadas nos 27 territórios de identidades do estado onde há assentamento com perfil adequado para receber os equipamentos. Esse investimento será de R$ 50 milhões do Incra, além de mais R$ 10 milhões do governo do estado. A execução está planejada para acontecer até o fim de 2017.

O projeto prevê a inserção de oito cadeias produtivas das agroindústrias: cacau, leite, mandioca, mel, frutas, doces e compotas, avicultura e dendê. A estimativa é de que as unidades possam atender 16 mil trabalhadores rurais da reforma agrária, além de agricultores familiares e comunidades tradicionais fundo e fecho de pasto.

A ação ocorre por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e será executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) do Governo do Estado. Os assentamentos receberão unidades simplificadas e outros, unidades mais complexas de beneficiamento de produtos. As famílias serão qualificadas para a gestão das agroindústrias e haverá o mapeamento das cadeias produtivas da reforma agrária para implantação das agroindústrias.

Água

Já com a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), serão 39 assentamentos beneficiados com ações de elaboração de projetos básicos e execução de sistemas de abastecimento de água. Ao todo, 4,2 mil famílias serão favorecidas com água potável.  Esse investimento é de R$ 32 milhões, em três anos.

Os assentamentos que terão sistemas de abastecimentos até o final de 2017 estão localizados em 13 territórios de identidade. São eles: Semiárido Nordeste II, Agreste de Alagoinhas, Sisal, Chapada Diamantina, Velho Chico, Irecê, Piemonte do Paraguaçu, Sertão do São Francisco, Extremo Sul, Vitória da Conquista, Recôncavo, Oeste e Vale do Jiquiriça.

Para a assentada da área de reforma agrária Atracaju, situada em Tucano, Gilvaniza dos Santos, o sistema de abastecimento irá abrandar a seca extrema que as famílias têm enfrentado. "Só temos água no assentamento quando vai o caminhão pipa. Agora nossos sonhos serão renovados. Teremos água para consumo e quem sabe, para alimentar os animais", avalia Gilvaniza. 

Asscom Incra/bloggeraldojose
 
Home Ads