quinta-feira, 21 de abril de 2016

BRASIL: ANS quer incluir exames para detecção de Zika em planos de saúde

O vírus Zika foi considerado situação de emergência em saúde pública pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso porque, além de estar se espalhando por diversos países, ele pode causar microcefalia em recém-nascidos. Trata-se de uma doença do sistema nervoso que não tem cura e exige cuidados permanentes. É um vírus transmitido pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito que causa a dengue e a febre chikungunya.
Devido a esse cenário, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) criou uma proposta que obriga os planos de saúde a oferecerem exames de detecção do Zika. O projeto foi elaborado em parceria com representantes do setor, com órgãos de defesa do consumidor e com a Associação Médica Brasileira (AMB).
O texto ainda será avaliado pela Diretoria Colegiada da ANS. Se aprovada, as operadoras de planos de saúde terão um prazo para organizar uma rede de atendimento e de laboratórios para oferecer os exames. Segundo a agência, a proposta está alinhada com as diretrizes do Ministério da Saúde, da OMS, da AMB e do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.
Para saber mais sobre as doenças que o Aedes transmite e sobre as formas de combatê-lo, acesse o site:combateaedes.saude.gov.br

Reportagem, Gabriel Veras/agencia do rádio
Home Ads