domingo, 17 de abril de 2016

CASA NOVA SE DESPEDE DE NECO BIATO



Neco Biato, como já foi dito, sofreu um infarto fulminante na manhã desta última sexta-feira 15/04 e foi sepultado hoje às 10 horas no cemitério central da cidade em que chegou a governar por quatro anos, alem de ter contribuído com o seu progresso, como secretário de obras, construtor civil e também como vereador.
Durante o velório, pode-se ouvir de amigos e familiares de Neco Biato, o quanto ele era uma pessoa boa, mesmo diante de qualquer dificuldade que pudesse estar enfrentando, Neco estava alegre recebendo as pessoas com um sorriso e um aperto de mão.
Teve quem contasse que certa vez chegou uma mãe de família na casa dele pedindo um butijão de gás para terminar de cozinhar o feijão e Neco Biato procurou uma pessoa ali na hora para ir comprar um Butijão de gás pra ela e não encontrou... Ele foi la na cozinha, pegou o botijão de Dona Arlete (esposa) e doou para a mulher pedinte.
Zenildo Biato, primo carnal de Neco, disse que foram criados juntos e mesmo a família sendo grande, mas a amizade dele na infância com Neco era diferenciada. Em qualquer lugar que Zenildo fosse, passava na casa da mãe de Neco para pedir a ela que o deixasse ir com ele. Zenildo disse que só deixaram de andar juntos depois dos 18 anos, quando cada um tomou seu rumo...
José Libório (Maninho), ex-secretário de obras de Neco Biato, disse que só faltou divulgação, mas o governo de Neco Biato foi um dos que mais trouxe beneficio pra muita gente em Casa Nova, citando, por exemplo, aquela orla que tanto tem contribuído para a sobrevivência de muitos. Sem se falar que era um homem honesto que não aceitava malandragem. Maninho ficou de listar as obras que Neco Biato fez na sua gestão e por não ter sido divulgada, muita gente não sabe o quanto ele fez por Casa Nova.
Para Andréa Araújo, Casa Nova perdeu um grande homem, íntegro, honesto, amigo, solidário, um político como poucos. Neco Biato deixou seu legado em prol da sociedade casanovense.

E eu não poderia deixar de homenageá-lo por tudo que ele representou na nossa cidade, principalmente pela semente que ele plantou e hoje temos muitos frutos que foi a Escolinha Jóias de Cristo, m escola que nasceu no coração de Deus, mas que usou pessoas abençoadas como Neco Biato para realização desse lindo projeto que surgiu há 15 anos e perpertua até hoje. 
Neco Biato teve a felicidade de casar com Dona Arlete, uma mulher que o amava de verdade, ao ponto de não brigar com ele nem mesmo quando chegava ao ponto de pegar o único butijão de sua cozinha para servir alguém necessitado (Depois eu compro outro). Tudo que ele fazia em prol do povo, tinha o aval dela. Por isso, era considerado o casal exemplar de Casa Nova. "Ela vai sentir muito a falta dele", disse uma amiga da familia.

Fonte: santananoticias
Home Ads