terça-feira, 3 de maio de 2016

BRASÍLIA: PGR PEDE INCLUSÃO DOS NOMES DE LULA E WAGNER NO INQUÉRITO DA LAVA JATO

03/05 - 17:34hs -

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu que o Supremo Tribunal Federal inclua os nomes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de Jaques Wagner (chefe de gabinete da Presidência), e de mais 28 investigados, especialmente da cúpula do PT e do PMDB, no principal inquérito da Lava Jato no tribunal, que apura se uma organização criminosa atuou na Petrobras.

Além de Lula e Wagner, Janot pede a inclusão de Ricardo Berzoini (ministro da Secretaria de Governo), Edinho Silva (ministro da Secretaria de Comunicação Social) e Giles Azevedo, assessor especial da presidente Dilma Rousseff. Também foi solicitada a inclusão dos os ex-ministros Antonio Palocci e Erenice Guerra, do presidente do Instituto Lula Paulo Okamotto, e do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, segundo informou a Folha.

Do PMDB, a Procuradoria pede a inclusão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do senador Jader Barbalho (PA), e do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.

Esse inquérito já investiga 39 pessoas, entre políticos com ou sem foro privilegiado, por suspeita de terem participação no esquema de corrupção que atuou para desviar bilhões da Petrobras.

Segundo Janot, a inclusão de novos investigados se deve ao avanço das investigações. O procurador afirma ainda que "esse aprofundamento das investigações mostrou que a organização criminosa tem dois eixos centrais. O primeiro ligado a membros do PT e o segundo ao PMDB". Internamente no PMDB, haveria ainda uma separação entre os membros da sigla que estão na Câmara e os que estão no Senado.

Fonte: bahiaeconomica
Home Ads