quinta-feira, 2 de junho de 2016

Brasileiro trabalhou até esta quarta só para pagar impostos de 2016

Esta quarta-feira (1º) pode ser considerada o “ano novo” para a população brasileira. De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributações (IBPT), os primeiros 153 dias deste ano, que é bissexto- com 366 dias no total, foi de trabalho apenas para o pagamento de tributações.
O estudo “Dias Trabalhados para pagar Tributos”, criado pelo IBPT, considera a tributação incidente sobre rendimentos, formada pelo Imposto de Renda Pessoa Física, contribuições previdenciárias e sindicais; e a tributação sobre o consumo de produtos e serviços, como PIS, COFINS, ICMS, IPI, ISS, etc; além da tributação sobre o patrimônio, onde se incluem IPTU, IPVA, e as taxas de limpeza pública, coleta de lixo, emissão de documentos e contribuições, como no caso da iluminação pública também são consideradas.
Em média, 41,80% do rendimento bruto em 2016 é para pagar tributação sobre os rendimentos, consumo, patrimônio e outros. Nos anos de 2014 e 2015, o índice permaneceu em 41,37%.
No ranking dos países pesquisados, o Brasil se aproxima da Noruega, lugar em que os cidadãos destinam 157 dias de trabalho aos tributos. A diferença fica por conta da conversão da arrecadação em serviços para a população.
De acordo com o impostômetro do site feira do imposto, a arrecadação até hoje chega à soma de mais de R$ 842 bilhões.
Com informações do JC Online
Home Ads