segunda-feira, 6 de junho de 2016

MAIS DE MIL CRIADORES DE CAPRINOS E OVINOS DO NORTE BAIANO VOLTAM A TER ACESSO A ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL ATRAVÉS DO PROGRAMA BIOMA CAATINGA

Será iniciada amanhã terça-feira, 07 de Junho, a segunda etapa do Programa Bioma Caatinga.  O programa de inclusão produtiva da ovinocaprinocultura do semiárido da Bahia surgiu de uma articulação entre o SEBRAE, Banco do Brasil e Fundação Banco do Brasil, com o objetivo de, por meio de análise detalhada da cadeia produtiva de caprinos e ovinos, investir coletivamente no desenvolvimento regional sustentável nos municípios de Juazeiro, Curaçá, Uauá, Remanso e Casa Nova. A primeira fase do programa foi desenvolvida entre Janeiro de 2012 e Janeiro de 2014, quando 1200 produtores rurais de 217 comunidades dos cinco municípios foram assistidos. Nessa segunda fase, 1.054 produtores de 325 comunidades e 186 Micros e Pequenas Empresas serão atendidas e acompanhadas por técnicos do programa durante dez meses. Os criadores serão orientados a melhorar o manejo do seu rebanho, melhorar as instalações e comercializar seus produtos de forma legal e inspecionada. Os produtores rurais atendidos no programa Bioma Caatinga, também terão acesso a uma linha de crédito, que será disponibilizada pelo Banco do Brasil, para investir na sua empresa rural. Os técnicos do programa também vão atuar junto aos abatedouros legalizados, frigoríficos e açougues. O objetivo é capacitar os profissionais que atuam na comercialização dos produtos de caprinos e ovinos para melhorar a estrutura das suas instalações e ofereçam produtos de melhor qualidade ao consumidor. Ao todo, 44 profissionais entre técnicos agrícolas, engenheiros agrônomos, veterinários e zootecnistas desenvolverão as ações do Bioma Caatinga.
                O lançamento e início das atividades do programa será no dia 07 de Junho, terça-feira, no Sindicato de Trabalhadores Rurais de Remanso, às 8:30. Durante o lançamento, o supervisor do Bioma caatinga, André Campelo, irá apresentar os profissionais que vão trabalhar no programa. O SEBRAE e o Banco do Brasil estarão à disposição da imprensa para entrevistas.
O coordenador geral do Bioma Caatinga, Robério Araújo, destacou a importância do programa para melhorar o negócio da carne de bode e carneiro na região. “Conseguimos implementar um novo modelo de orientação técnica e gerencial, pautado na busca por competitividade das empresas que compõem o negócio da caprinocultura e ovinocultura aqui na região, estamos esperançosos que possamos manter a nossa tradição de produção e consumo da carne de bode, contudo elevá-la a condição legal como diferencial competitivo e não apenas de sua saída do mercado clandestino” concluiu Robério.
SERVIÇO
O QUE: Lançamento do Programa Bioma Caatinga – Ciclo II
QUE DIA: 07 de Junho
QUE HORAS: 8h30

ONDE: Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Remanso.

ascom/sebrae
Home Ads