terça-feira, 11 de outubro de 2016

BRASIL: Depois de comentário no Facebook, adolescente é detido por morte de morador de rua

Adicionar legenda
Um adolescente de 17 anos foi apreendido na segunda-feira (10) depois de comentar uma postagem no Facebook sobre sua participação nas agressões que casaram a morte de um morador de rua de 32 anos em Cruzeiro, São Paulo, na madrugada de domingo. Já detido, ele negou ter participação no caso. Morador de rua, Michel Angelo Carpinetti dormia na Praça Doutor Antero Neves quando foi agredido com socos, chutes e pedradas por várias pessoas. Testemunhas e o adolescente detido disseram que a agressão aconteceu porque o morador de rua teria estuprado e matado uma criança de 3 anos, ocorrência que segundo a polícia não tem nenhum registro. "Mataram um cara na praça ontem só na pancada e pedrada. Eu também ajudei", diz o adolescente em uma postagem. Já no depoimento, ele afirmou que essa frase era uma "brincadeira". "Ele diz que não participou e que foi uma brincadeira no Facebook. Ele foi ouvido e entregue aos responsáveis. Agora vamos fazer as diligências e encontrar as demais pessoas que participaram. Por enquanto só o adolescente foi ouvido. Ele continua sendo investigado, mas em liberdade", explicou ao G1 o delegado Sandro Ramos. O morador de rua tinha passagem por lesão corporal. Um conhecido dele, Alessandro Circio, disse que os agressores estavam usando drogas na praça e começaram a agredir Michel de maneira gratuita. Depois, começaram a dizer que ele havia estuprado uma criança. "Se fosse isso, todo mundo estaria sabendo. Não tem nenhuma criança morta. Foram jovens que cometeram o crime, muitos adolescentes. Nós trabalhávamos com ajuda a moradores de rua na cidade e eu o conhecia. Era bonzinho, tinha família e não queria voltar pra casa porque não queria dar trabalho porque bebia. Arrancaram a vida de alguém que não faz nada pra ninguém. Os agressores não podem ficar impunes, queremos Justiça". (Correio).

Fonte: Carlos Geilson
Home Ads