domingo, 6 de novembro de 2016

Número de gestores baianos com contas rejeitadas aumenta

Em apenas três dias, o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia (TCM-BA)
 rejeitou as contas de sete prefeituras baianas referentes ao exercício fiscal de 2015 dos
respectivos gestores.Foram reprovadas em sessões plenárias da corte as contas das
prefeituras de Itamari, Valença, Canavieiras, Rio Real, Governador Mangabeira,
 Seabra e Jeremoabo. Levantamento feito pela Tribuna no site do TCM constatou há uma
 semana 10 rejeições em 10 dias: Baixa Grande, Jussari, Água Fria, Aiquara, Aporá,
Aramari, Encruzilhada, Fátima, Itanhém, e Porto Seguro.No rol, estão as contas do
 prefeito de Itamari, Valter Andrade da Silva Júnior, em decorrência da abertura
de créditos suplementares por anulação de dotações de R$ 625 mil sem autorização
da Câmara Municipal e a reincidência no investimento em educação abaixo do percentual
mínimo previsto na Constituição, já que só foram investidos 24,65% dos recursos devidos.
Home Ads