quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Por falta de dinheiro Hospital Imip Dom Malan suspende internamentos e atendimentos ambulatoriais

Uma notícia ruim para Petrolina e região foi divulgada no final da tarde de ontem (14), pela Fundação Martiniano Fernandes (IMIP Hospitalar), responsável pela administração do Hospital Dom Malan, por meio de contrato de gestão firmado com o Governo de Pernambuco.
“Por absoluta falta de recursos financeiros para o seu custeio, o Hospital Dom Malan, estará temporariamente suspendendo os internamentos de obstetrícia e pediatria, bem como os atendimentos ambulatoriais”, afirma a nota enviada a imprensa.
Ainda de acordo com a direção do hospital durante este período só serão atendidos casos de urgência.
Comentário nosso
Esse é o modelo de gestão que não prioriza os investimentos no Sertão do Estado. Muito pelo contrário, até mesmo na área da saúde recebemos esse tipo de tratamento por parte de um governo que prometeu em campanha melhorar o atendimento a nossa gente. É lamentável que o governador vire as costas para Petrolina desta forma, a cidade mais importante do Sertão Pernambucano, que recebe pessoas de toda região.
O Art 196 da Constituição Federal de 1988, estabelece que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.
Portanto, se é um direito nosso e dever do Estado, enquanto cidadãos e cidadãs temos que levantar a voz e cobrar do Governo do Estado para que no mínimo cumpra com o seu papel e garanta os recursos necessários para gestão do Hospital Dom Malan.
Fonte: blogwaldineypassos
Home Ads