sábado, 28 de janeiro de 2017

90% dos casos de AVC poderiam ser evitados

Embora seja uma doença considerada silenciosa, especialistas afirmam que 90% dos casos de AVC (Acidente Vascular Cerebral) poderiam ser evitados. O desconhecimento dos sinais da doença pelo público constitui o principal entrave para garantir maiores chances de êxito no tratamento, que só serão realidade quando a população e os serviços de emergência forem conscientizados da necessidade de se identificar rapidamente os sintomas e sinas do AVC, como acontece no infarto agudo do miocárdio, por exemplo.Os números ligados ao AVC são alarmantes: a cada dois segundos alguém sofre um AVC no mundo. A doença, que acomete 16 milhões de pessoas por ano ao redor do globo, é uma das principais causas de morte no planeta, com mais de 6 milhões de óbitos anuais, e também no Brasil, com 68 mil mortes por ano, segundo dados do Ministério da Saúde.

Redebrasildenoticias
Home Ads