quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Homem preso em Remanso pode ser suspeito do caso Beatriz Mota

Ele já foi submetido a coleta de material genético que foi enviado para o laboratório em Salvador (BA) para a realização do exame de DNA
Por Victor Fabrízio
 

Altemar Borges de Souza, de 47 anos, foi preso pela Polícia Militar da cidade de Remanso (BA), no último sábado (31) acusado de cometer assalto seguido de estupro na sexta-feira (30).
Ele foi encontrado em uma pousada no centro de Pilão Arcado-BA, onde também é acusado de cometer assaltos, depois que a polícia foi informada de que havia um homem com as mesmas características do suspeito que estava sendo procurado.
Segundo a polícia, após a abordagem Altemar confessou que praticou os crimes, pelos quais estava sendo acusado, inclusive o estupro em Remanso. Ele é natural de Campo Alegre de Lourdes.
A notícia da prisão de Altemar se espalhou nos blogs e nas redes sociais e logo foi feita uma associação da sua imagem a do suspeito do assassinato da menina Beatriz Motta, ocorrido há um ano em Petrolina (PE).
O Portal Preto No Branco apurou a informação e constatou que, de fato, Altemar já é considerado um suspeito do crime bárbaro que vitimou Beatriz. Ele já foi submetido a coleta de material genético que foi enviado para o laboratório em Salvador (BA) para a realização do exame de DNA. O acusado está preso na Delegacia de Remanso à disposição da Justiça.

Fonte: Preto no Branco/remansonoticias.com.br
Home Ads