quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Oposição marca território e vota unida para mesa diretora da Câmara de Vereadores em Remanso

Por Victor Fabrízio

15878903_369765150056628_645391967_n
Na tarde do dia 1º de janeiro o clima da eleição a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores foi tenso com as candidaturas de Candinho do SEC (DEM) e de Renilson Marechal (PP). Nos bastidores aconteceram muitas articulações e conversas. O candidato do Prefeito Candinho SEC contava com os votos dos vereadores dos partidos PSD, SD, PSDB e PT esses todos participam da base de sustentação do Prefeito eleito. Já a oposição permaneceu unida em torno dos partidos PP e PC do B, encabeçando a chapa o Vereador Marechal que mostrou desenvoltura durante as conversas, mas o peso do rolo compressor do prefeito nos edis da base governista, acabou influenciando diretamente no voto dos vereadores situacionista.
As 16:00 horas o presidente em exercício Mailto Brito, por ser o mais velho da casa nessa legislatura, iniciou a sessão de posse dos eleitos, quando deu iniciou a votação para Mesa Diretora da Câmara convocando os vereadores para a eleição de Presidente onde vereador governista Candinho do SEC (DEM) foi eleito por 09 votos contra 04 votos de Renilson Marechal candidato da oposição. Os outros cargos da mesa ficou assim: vereadores Alair Rodrigues 1º Vice Presidente, Valdir do Feijão 2º Vice Presidente, Savinho Castro 1º Secretário e Cristiano Marques. 2º Secretário.
A oposição uniu em torno dos partidos PP e PC do B, tendo como cabeça de chapa o Vereador Marechal, que teve mito e equilíbrio e fez uma boa articulação durante as conversas e articulações, mas o prefeito eleito acabou utilizando métodos não convencionais a democracia, daí acabou influenciando os vereadores governistas. Com isso a chapa de oposição não conseguiu os votos suficientes para a vencer a chapa situacionista. Segundo Renilson “nossas propostas eram as melhores, queria comandar a Câmara de forma moderna e responsável. Marechal é vereador de primeiro mandato, relatou ainda que “ficou satisfeito, pois a obrigação de ganhar é do sistema que acaba de assumir o poder, nós da oposição cumprimos nosso papel, mostramos aos vereadores e a população que estamos unidos, e que nessa legislatura iremos trabalhar incansavelmente para melhorar a qualidade de vida do povo remansense, principalmente respeitando os direitos sociais. Ainda avisou “que a oposição não será massa de manobra estaremos atentos a tudo”.
Já a Bancada do PC do B, composta pelos vereadores Humberto, João Pinga Pinga e Didi, tiveram um papel fundamental na chapa da oposição. Pois fizeram parte com candidaturas para 1º Vice Presidente, 1º Secretário e 2º secretário. O resultado da eleição deixou satisfeitos os comunistas pois conseguiram o objetivo de marcar o espaço da oposição. Para o vereador Humberto que inicia o seu quarto mandato na oposição “creio que a política vem renovando e essa renovação trouxe a câmara outros colegas de primeiro mandato que juntos poderemos realizar um trabalho sério e voltado para população menos favorecida”. Continuou dizendo “saímos vitoriosos pois a oposição com essa chapa firmou seu espaço na Câmara, e mostrou pra que veio. O vereador Didi que inicia seu primeiro mandato, mas ja tem muito trabalho e experiência nos movimentos sociais, além de ter suas bases eleitorais na divisa do município de Remanso com Campo Alegre de Lourdes, disse: “volto pra minhas bases com o dever cumprido, não trai minha consciência, votei num companheiro que esteve na mesma trincheira de luta que eu em busca da mudança pra nossa terra. Já o vereador Joao Pinga Pinga líder político da região do Desterro na divisa com Casa Nova, se mostrou muito satisfeito com a chapa oposicionista “não é só a vitória que nos fortalece, mas a união de quatro vereadores sérios, que tem as melhores intensões para desempenhar um trabalho em prol de toda a comunidade de Remanso já é uma grande vitória.
A Câmara de Vereadores inicia os trabalhos parlamentares no próximo 15 de fevereiro, as 19:00 horas, onde acontecerá a primeira sessão do biênio 2017/2018.

Ascom: Bloco da Oposição/remansonoticias.com.br
Home Ads