quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Vergonha: Pesca predatória em pleno período da piracema vem acontecendo na região; há suspeitas de fazendeiros envolvidos

Apesar do período da piracema (reprodução) dos peixes só acabar no final de fevereiro deste ano, pescadores inescrupulosos dão sempre um jeito de burlar a lei. Informações recebidas pelo Blog dão conta de que a pesca noturna predatória, com uso de redes, vem acontecendo frequentemente em pontos de subida do Rio São Francisco, onde os peixes fazem o trajeto para desovar.
Suspeita-se de que fazendeiros da região estariam envolvidos nesse crime ambiental, pagando diária a pescadores para, na calada da noite, tirarem 500 quilos ou mais de peixe.
Vergonha ainda maior é o fato de haver pescadores que recebem o Seguro Defeso – benefício oferecido pelo governo federal aos profissionais, durante a piracema, quando a pesca é proibida –, e mesmo assim entraram nesse esquema. Os locais onde a prática pode ser constatada são num trecho até Lagoa Grande, em Pernambuco, e Sobradinho, na Bahia.
A multa aplicada pelo Ibama para quem for flagrado descumprindo a lei varia de R$ 700 a R$ 100 mil, mais R$ 20 por quilo de peixe apreendido. Com a palavra, o órgão federal.
Postado no Blog Carlos Britto/radiocidadeam870
Home Ads