OUÇA A NOSSA WEB RÁDIO SENTO SÉ AGORA - AO VIVO

quinta-feira, 16 de março de 2017

Caso Beatriz: Polícia tem imagens do assassino e certeza sobre autoria; veja fotos


Caso Beatriz: Polícia tem imagens do assassino e certeza sobre autoria; veja fotos
Foto: Divulgação/ Polícia Civil
A Polícia Civil já identificou o responsável pelo assassinato da menina Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, morta com 42 facadas em dezembro de 2015, durante uma festa na escola em que estudava, em Petrolina (PE) (relembre). Segundo a delegada Gleide Ângelo, que conduz o inquérito, não há dúvidas sobre a autoria do crime. Ela pediu ajuda da população para identificar o suspeito que aparece nas imagens da câmera de segurança, divulgadas pela polícia nesta quarta-feira (15). De acordo com informações do Diário de Pernambuco, o Disque-Denúncia vai oferecer R$ 10 mil de recompensa para quem tiver informações sobre a localização do homem. As novidades sobre o caso foram apresentadas nesta quarta pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Em janeiro passado, circularam rumores de que um suspeito de envolvimento no crime teria sido preso no interior da Bahia. A Polícia Civil, entretanto, desmentiu as informações. O assassino é um homem negro, magro, de aproximadamente 1,65m e de cabelos crespos. Beatriz foi encontrada morta em um depósito da escola. Segundo as investigações, muitas pessoas avistaram o homem durante a festa. Segundo as descrições feitas no retrato falado, ele vestia uma camiseta verde e calça jeans. As testemunhas disseram tê-lo visto fingir que bebia água no bebedouro onde a criança disse que iria antes de ser assassinada. Nos depoimentos, o suspeito foi descrito como de olhar “assustador e intimidador”. Uma criança ouvida disse ainda que ele teria a chamado para buscar mesas e cadeiras, mas, com medo, ela correu. Até mesmo um funcionário da escola percebeu a presença do desconhecido e ficou no local esperando que outro aluno tomasse água para não deixá-lo sozinho com o homem. Foram analisadas 4.270 fotos oficiais da festa e mais de cinco terabytes de fotos e vídeos cedidos pela população. A faca também foi analisada. No objeto, foi identificado um perfil de DNA masculino. Quem tiver informações que possam colaborar com a polícia na localização do suspeito deve entrar em contrato através do Disque Denúncia pelo número (87) 3719-4545.

BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário