domingo, 19 de março de 2017

Em meio a maior seca, transposição do rio São Francisco divide nordestinos

Onde o rio São Francisco deságua no primeiro canal da transposição, o pescador José Aílton da Silva, 22, acampou há 15 dias com a mulher, Ana Paula da Silva, 31, e o filho Uálison Caio, de 2 anos. Moradores de Petrolândia (PE), foram em busca de comida, pescada das águas em uma entrada do rio antes conhecida como Água Branca.Com a chegada da transposição, o lugar, ponto de partida do eixo leste do projeto, passou a ser chamado pelos locais de Paredão. A três quilômetros dali está a Estação de Bombeamento de Floresta (PE), que lança as águas do rio até Monteiro (PB), um percurso de 217 quilômetros cuja conclusão foi inaugurada com festa pelo presidente Michel Temer no último dia 10.A obra monumental já custou R$ 9,6 bilhões à União e tem sua paternidade reivindicada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que em 2007 tirou do papel uma ideia que circulava no país havia anos.

Fonte: redebrasildenoticias
Home Ads