domingo, 19 de março de 2017

Ministério descarta irregularidade em carnes na Bahia

O Ministério da Agricultura começa a recolher a partir de domingo, 19, a carne estragada dos três frigoríficos do sul onde a fraude foi confirmada pela Operação Carne Fraca deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira. Mas na Bahia não há indícios de que os produtos processados pelas duas unidades das JBS no estado – em Itapetinga e São Gonçalo dos Campos – estejam fora do padrão para consumo.A operação já prendeu executivos dos grupos JBS (de marcas como Friboi, Swift e Seara) e BRF (Sadia e Perdigão) no Distrito Federal e em seis estados, entre os quais Paraná, Santa Catarina e Goiás.Segundo informou neste sábado, 18, ao A Tarde o chefe da Divisão de Defesa Agropecuária da Superintendência Federal da Agricultura na Bahia, Altair Santana de Oliveira, as duas empresas baianas da JBS são de padrão de excelência e nível tecnológico muito avançado. Ele assegurou que as inspeções feitas pelo órgão nestas unidades mostram que não há irregularidades como as reveladas na operação da PF.

Fonte: redebrasildenoticias
Home Ads