OUÇA A NOSSA WEB RÁDIO SENTO SÉ AGORA - AO VIVO

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Léo Pinheiro afirma que Lula o orientou a dar sumiço em documentos

Foto: Divulgação

O empresário Léo Pinheiro, da OAS, fez um relato devastador nesta quinta-feira, 20, sobre o apartamento triplex do Guarujá e que pode complicar a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, réu da Lava Jato. Segundo Léo Pinheiro, o petista o teria orientado a destruir provas de pagamentos via caixa dois ao PT no exterior. “Se tiver destrua!”, foi a ordem de Lula, segundo o empresário.”Eu tive um encontro com o presidente em junho (de 2014), bom isso tenho anotado na minha agenda”, disse Léo Pinheiro. “São vários encontros onde o presidente, textualmente, me fez a seguinte pergunta. ‘Léo’, até notei que ele tava um pouquinho irritado, ‘Léo, você fez algum pagamento ao João Vaccari no exterior?’ Eu disse: ‘não presidente, eu nunca fiz pagamento dessas contas que temos com Vaccari no exterior’.”Lula insistiu, ainda de acordo com as revelações do empreiteiro. “Como é que você está procedendo os pagamentos para o PT através do João Vaccari?”"Estou fazendo os pagamentos através de orientação do Vaccari, de caixa dois, de doações diversas que fizemos a diretórios.”E Lula, então, deu a ordem, segundo o empreiteiro. “Você tem algum registro de encontro de contas, de alguma coisa feita com Vaccari com você? Se tiver destrua.”"Acho que quanto a isso não tem dúvida”, afirmou Léo Pinheiro.
Estadão Conteúdo/politicalivre

Nenhum comentário:

Postar um comentário