quarta-feira, 5 de abril de 2017

SENTO SÉ: PREFEITURA RETIRA DAS RUAS, PRAÇAS E ORGÃOS 32 LIXEIRAS INSTALADAS NA GESTÃO ANTERIOR

Em 2013 a Prefeitura de Sento-Sé, através do Departamento de Limpeza Pública  inovando a coleta de lixo da cidade. Para isso foram instaladas 32 lixeiras para coleta seletiva de lixo, nas praças Dr. Juvêncio Alves, Coronel Tonhá Sento-Sé (Balbino), João Leopoldo (populares), Bibiano (Tombador), e em mais dez locais de visitação publica, estádio de futebol, colégio Custódio, secretaria de educação, secretaria de saúde, hospital, unidade básica, secretaria de obras, prefeitura, câmara de vereadores e colégio Theódulo Albuquerque.
A falta de lixeiras era um grave problema existente na cidade, principalmente na área central e praças e foi solucionado na gestão do ex-prefeito Ednaldo Barros. A instalação das lixeiras em pontos de grande circulação da cidade era uma forma de manter a cidade limpa, bem como facilitar a coleta do lixo e educar a população quanto a Coleta Seletiva. Entendemos que a população é importantíssima na colaboração com a limpeza da cidade.
Na Proposta de Governo da até então Candidata e atual Prefeita publicada no portal do TSE consta o seguinte sobre o assunto:
14 DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (...)
Ampliar e fortalecer as políticas de prevenção ambiental para garantir o desenvolvimento sustentável das gerações futuras, através de campanhas nas escolas e nas comunidades sobre coleta seletiva de lixo;
Sem nenhuma justificativa a atual gestão resolveu retirar todas as lixeiras instaladas na gestão passada.
Alguns exemplares intactos e outros desmontados estão armazenados em imóvel do Setor de Limpeza
Perguntar não ofende: Dessa forma é possível ampliar e fortalecer as politicas de prevenção ambiental? Não há necessidade das lixeiras?  Busca motivos para gastar de novo o dinheiro público com a aquisição de novas lixeiras?  Quais as justificativas?

Com esta visão politica-administrativa, nosso município dificilmente irá avançar. Como diz o saudoso Raul Seixas: “... não vai a lugar nenhum”. Infelizmente !
Home Ads