sexta-feira, 30 de junho de 2017

ULTIMAS NOTICIAS DA RBN

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Garimpo de Sento Sé é interditado


O garimpo de ametistas na serra da Quixaba, em Sento Sé, foi oficialmente interditado pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira, 29, na sede da superintendência baiana do órgão, em Sussuarana. A medida não tem efeitos práticos imediatos, já que o ato não implica na retirada dos cerca de três mil garimpeiros do local.A interdição foi determinada após a segunda vistoria de técnicos do DNPM ao local, entre os dias 16 e 19 deste mês. Há o entendimento de que houve usurpação de um bem da União, já que a área é federal, e de que a proximidade entre os serviços de extração e a profundidade de alguns cortes oferecem riscos de colapso ou desabamento para os garimpeiros. No último dia 14, três trabalhadores foram feridos após desmoronamento da mina onde estavam. Um deles sofreu uma fratura na perna.

Mulher é morta a facadas em São Cristóvão e marido é o principal suspeito


Marlene Rodrigues Moura, 62 anos, foi assassinada a facadas dentro da própria casa, em São Cristóvão. O crime aconteceu nesta quinta-feira (29) e o principal suspeito é o marido dela, José Amadeu dos Santos. O crime aconteceu na Travessa São José, no antigo final de linha do bairro.Segundo a Central de Polícia, Marlene foi esfaqueada diversas vezes e foi socorrida por moradores para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e chegou ao local sem vida. Revoltados, moradores espancaram José. Ele foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Geral do Estado (HGE). O estado de saúde dele não foi divulgado. No sábado (24), a aposentada Vanucia dos Santos, 48, também morreu depois ser esfaqueada dentro de casa pelo companheiro, o mecânico José Cosme Alves de Brito, 51, que foi espancado por populares após o crime.

Prefeitura anuncia que cortará ponto de grevista


A prefeitura de Salvador anunciou hoje que vai cortar o ponto dos servidores municipais que faltarem ao trabalho sem justificativa amanhã, dia em que centrais sindicais convocam uma greve geral no país contra as reformas propostas pelo presidente Michel Temer (PMDB).De acordo com a Secretaria Municipal de Gestão (Semge), os casos de ausência serão avaliados individualmente, levando em conta também paralisação de ônibus, que, segundo o sindicato dos rodoviários, vão deixar as garagens, mas apóia a manifestação.A prefeitura também ressaltou que o expediente funcionará normalmente nesta sexta-feira. A vereadora Marta Rodrigues (PT) criticou a decisão da Prefeitura, alegando que desrespeita a Constituição Federal. Para Marta, a atitude do prefeito, é típica de quem não respeita a democracia. “A Constituição Federal, no seu artigo 9º, assegura o direito à greve e proíbe que empresas ou patrões constranjam o empregado ao comparecimento no trabalho”, disse Marta.

Para Maia, Câmara deveria cancelar recesso para analisar denúncia contra Temer


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comentou na noite de quinta-feira (29) em Uberlândia (MG), que acha positiva a suspensão das férias dos parlamentares enquanto não sair a definição da denúncia contra Michel Temer (PMDB). Contudo, afirmou que esta é uma decisão do plenário.“Hoje o presidente da Câmara e do Senado não tem mais a prerrogativa individualmente de suprimir o recesso. Essa é uma decisão democrática. De qualquer forma, por enquanto o recesso está mantido”, acrescentou.Durante à tarde, Maia disse que a denúncia da Procuradoria Geral da República contra Temer seja analisada "o mais rápido possível", mas sem "atropelos”. E no encontro em Minas Gerais reforçou que é preciso respeitar a história dos pedidos de impeachment.“O pedido de impedimento da Dilma foi aceito depois que ocorreu o afastamento dela e levou quase 250 dias para ser decidido.

Governo estuda aumento de tributo sobre os combustíveis


A equipe econômica do presidente Michel Temer estuda um aumento de tributos cobrados na venda de combustíveis para compensar a perda de receitas com a recessão e fechar as contas deste ano sem descumprir a meta estabelecida para redução do rombo no Orçamento.A ideia seria elevar as alíquotas de PIS e Cofins que incidem sobre os combustíveis, garantindo recursos que o governo federal não precisaria compartilhar com Estados e municípios. Outra possibilidade seria aumentar a Cide dos combustíveis, mas as receitas dessa contribuição precisam ser compartilhadas.Neste momento, a principal aposta do governo para fechar suas contas é obter receitas extraordinárias com um projeto de lei que permite usar recursos separados para pagamento de precatórios, dívidas decorrentes de decisões judiciais, que não foram sacados pelos credores.

Justiça revoga prisão de Protógenes


O Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3) revogou, por 2 votos a 1, a ordem de prisão contra o ex-deputado federal (PC do B/SP) e ex-delegado da Polícia Federal Protógenes de Queiroz, acusado de vazar informações da emblemática Operação Satiagraha, deflagrada em julho de 2008. A prisão dele chegou a ser decretada em março deste ano, pela juíza Andréia Sarney, da 1ª Vara Federal Criminal, em São Paulo.Protógenes mora na Suíça desde 2015, quando pediu asilo ao país europeu.A prisão de Protógenes foi decretada em março deste ano pela juíza federal Andréia Sarney.“A ordem de prisão emitida pela juíza federal Andréia Sarney contra o ex-delegado Protógenes Queiroz, pela segunda vez, era totalmente descabida. E, por isso mesmo, foi novamente revogada. Queiroz se encontra asilado na Suíça e, portanto, não tem como comparecer a audiências no Brasil. Ele pode ser ouvido pela Justiça brasileira por meio de videoconferência”, afirmou o advogado de Protógenes, Adib Abdouni.

Adolescente que invadiu o Alvorada pegou o carro escondido dos pais


O adolescente de 15 anos que derrubou o portão de entrada e seguiu em direção à residência oficial da Presidência da República, na noite dessa quarta-feira (28/6), pegou escondido o veículo dos pais. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o rapaz faz acompanhamento psicológico. Ele foi ouvido e liberado ainda na noite de ontem, acompanhado de dois responsáveis.O caso foi registrado como dano a bem público e será enviado ainda nesta quinta-feira (29/6) à Vara da Infância e Juventude do Distrito Federal.O incidente ocorreu por volta das 19h. O rapaz chegou dirigindo o carro até a portaria do Palácio do Alvorada. Ele parou na entrada, como se fosse se identificar para entrar. Na hora que o segurança foi abordá-lo, o rapaz acelerou. Um soldado do Exército que estava na área no momento da invasão efetuou tiros de escopeta, na tentativa de detê-lo.Segundo o comunicado oficial do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), o jovem só parou o carro perto da igrejinha do Alvorada. 

Inadimplência de empresas cresce 3,35% em maio, diz SPC Brasil


Nesta quinta-feira (29) o Serviço de Proteção ao Crédito ( SPC Brasil ) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) divulgaram um balanço sobre o número de empresas em situação de inadimplência no País. Na apuração, foi constatado que a taxa cresceu 3,35% em maio, na comparação com o mesmo período de 2016. Em contrapartida, essa foi a menor variação para o mês de maio desde 2011.Já na comparação entre abril e maio deste ano, o registro foi de queda de 0,16%. ”Esse abrandamento do aumento do número de empresas negativadas , observado nos últimos meses, ocorre depois de um período de forte crescimento da inadimplência . Mesmo com o País ainda em crise, isso tem acontecido por conta da maior restrição ao crédito e menor propensão a investir que trazem redução do endividamento”, aponta o presidente da CNDL,

Giacobo notifica Temer sobre denúncia e diz que cumpre papel com tristeza


O primeiro-secretário da Câmara, deputado Fernando Giacobo (PR-PR), entregou a notificação da denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva ao subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Gustavo do Vale Rocha. A notificação foi protocolada nesta quinta-feira, 29, às 16h05.Ao chegar para entregar o documento, Giacobo afirmou que estava cumprindo um papel institucional "com tristeza". "Com tristeza, como cidadão brasileiro e como deputado federal pela crise que nós estamos passando. Agora, nós temos que cumprir o nosso papel. Estou cumprindo o meu aqui. Espero que tudo isso se resolva o mais breve possível para que o País possa continuar avançando", disse.Giacobo lembrou ainda que, no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a notificação também não foi entregue diretamente à presidente e sim ao então ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini. O deputado disse que não há prejuízo pelo fato do documento não ser assinado por Temer.
Home Ads