sábado, 16 de setembro de 2017

BAHIA: Sem licitação, governo contrata consultoria de R$ 90 mil para acompanhar obras no TCA

por Jamile Amine
Sem licitação, governo contrata consultoria de R$ 90 mil para acompanhar obras no TCA
Foto: Jamile Amine / Bahia Notícias
Para fazer o acompanhamento in loco das obras da Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA), previstas na segunda etapa da qualificação do equipamento cultural, o governo do estado contratou, sem licitação, uma consultoria no valor de R$ 90 mil. O resumo do contrato, firmado entre a Fundação Cultural da Bahia (Funceb) – vinculada à Secretaria de Cultura da Bahia (Secult) – e o arquiteto cubano Yoanny Rodriguez Calvo, foi publicado no Diário Oficial do Estado, no dia 1º de setembro, com vigência entre 4 de setembro de 2017 e 4 de junho de 2018. Procurada pelo Bahia Notícias, a direção do TCA disse não ter um posicionamento sobre o início das obras ou para justificar a contratação por inexigibilidade, porque não teria elementos suficientes para falar do assunto, que dependia de encaminhamentos do governo do estado. A assessoria da Secult, por sua vez, informou que Yoanny Calvo foi validado pelo Estudio America – escritório de arquitetura paulista vencedor do concurso público para a realização do projeto de requalificação do Teatro Castro Alves – e que a dispensa de licitação se deu porque o profissional “é a única pessoa de confiança da empresa”, para que não haja nenhuma descaracterização do projeto original. Apesar da justificativa dada pela assessoria da Secult, Lucas Fehr, sócio do Estudio América, negou que a empresa tivesse atuado neste sentido. Ao BN, o arquiteto afirmou que, “infelizmente”, o consultor não foi indicação do escritório. “Eu até conheço o arquiteto, o Yoanny Calvo, mas não fomos nós que indicamos”, afirmou Fehr. “Ele tem contato com a gente, mas não somos contratados para fazer essa consultoria. Então, eu acho uma pena, mas enfim, são os procedimentos”, acrescentou, dizendo ainda que o ideal nestes casos, em sua opinião, seria uma consultoria com profissionais da mesma equipe que integrou o projeto, “porque você garante a integridade do projeto todo”.   

Resumo do contrato foi publicado no DOE, no dia 1º de setembro (clique na imagem para ampliar)


Residente em Salvador, Yoanny Rodriguez Calvo é graduado em arquitetura pelo Instituto Superior Politecnico Jose Antonio Echeverria e tem especialização em Restauração de Monumentos e Conjuntos Históricos, Paisagismo e Planejamento Estratégico. De acordo com informações disponíveis em seu currículo na plataforma Lattes (clique aqui), Calvo tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, tendo atuado em trabalhos, como a restauração do Salão Nobre e Ala Nobre da Faculdade de Medicina do Terreiro de Jesus; projeto de requalificação da Feira de São Joaquim; planta de beneficiamento do Complexo de Mineração Nova Xavantina; restauração do anexo Carneiro de Campos, na Faculdade de Medicina do Terreiro de Jesus; e a reestruturação da Biblioteca Central da Ufba. Ainda no currículo de Yoanny Calvo, consta sua atuação como coordenador no Estúdio Sete43, escritório que venceu o primeiro prêmio do espaço urbano na 6ª Bienal Ibero-americana de Arquitetura em Lisboa (2008), pelo trabalho na Praça Dedé Caxias (Turca) em Juazeiro, no qual, além do arquiteto cubano, atuaram Naia Alban Suarez, Sérgio Alencar e Moacyr Gramacho - atual diretor do Teatro Castro Alves.

BN
Home Ads