quinta-feira, 19 de outubro de 2017

BAHIA: Lojinha vendia armas ilegalmente há mais de 30 anos na Bahia

Comerciantes de três estabelecimentos foram detidos há uma semana; policiais e bandidos eram clientes
No comércio de Teixeira de Freitas, maior cidade do Extremo Sul da Bahia, com 161 mil habitantes, a Casa Morbeck, uma loja de secos e molhados, é famosa há décadas por “vender de tudo”. O dono, Otto Moreira Morbeck, um senhor de 86 anos, é um dos primeiros comerciantes do local, onde chegou em 1969, quando Teixeira de Freitas ainda era um povoado dividido ao meio entre os municípios de Alcobaça e Caravelas.
Devido à oferta de produtos (utensílios para cozinha, bebidas artesanais, alimentos em geral, etc.), conquistou uma clientela que mantém até hoje, no mesmo lugar, cuja estrutura permanece a mesma desde o início.
De tão querido, seu Otto chegou a ser, em 2015, um dos homenageados da Prefeitura nas comemorações dos 30 anos de emancipação política de Teixeira de Freitas que se desenvolveu a partir da construção da BR-101.
Otto Morbeck em sua loja de secos e molhados, em Teixeira de Freitas, onde também vendia armas e munições ilegalmente (Foto: Sulbahianews/Divulgação)
Há uma semana, contudo, a fama de “vender de tudo” da Casa Morbeck ganhou ares sombrios com a descoberta de que, paralelo ao comércio de secos e molhados, seu Otto vendia também armas e munições a criminosos, a civis com porte legal para ter arma e a policiais civis e militares.
“Isso [incluindo a venda a policiais] ocorria há mais de 30 anos, e era sabido de todo mundo”, disse o advogado Henrique Sandes Ronacher, defensor de seu Otto, preso no dia 11 de outubro com mais três comerciantes que praticavam os mesmos delitos.
Fonte: correio
Home Ads