terça-feira, 7 de novembro de 2017

Assessor diz que dinheiro era contado na casa da mãe de Geddel

por Neison Cerqueira no dia 07 de novembro de 2017 às 15:24
Foto: Divulgação/PF
À Polícia Federal (PF), o assessor Job Ribeiro disse em depoimento, que contava o dinheiro na casa da mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que está preso em Brasília.
De acordo com o depoimento, Job disse que a contagem era feita em uma sala reservada, que funcionava como uma espécie de gabinete. Ele trabalhou com o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão de Geddel, mas negou que recebesse dinheiro por isso.
Ainda à PF, ele disse que se considerava um contador de dinheiro e que a quantia vinha em papeis pardos, presos, mas no valor de R$ 10 a 15 mil.
Job ainda negou que sabia da quantia de R$ 51 milhões encontrada em um apartamento atribuído ao ex-ministro. A polícia investiga se Geddel era dono ou intermediário da fortuna.
Fonte: radardabahia
Home Ads