sexta-feira, 10 de novembro de 2017

SENTO SÉ: PRESIDENTE DO SINSERBS REBATE NOSSO COMENTÁRIO

Com a permissão do nosso amigo e Presidente do Sinserbs, veja na íntegra, “prints” das mensagens recebidas:



Ontem (09) emitimos comentário no facebook, fundamentado em diversas manifestações recebidas via whatsapp de diversos servidores públicos que contestavam o atraso de dois dias no pagamento dos salários de alguns servidores municipais.
Apesar da liberdade de pensamento está contida na Constituição Federal de 1988, em seu art. 5º, inciso IV,[1] considerada como um direito fundamental. Além disso, é corroborada com o dispositivo 220 também da Carta Magna que reza: “A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nessa Constituição, recebemos do nosso amigo José Carlos – Presidente do Sinserbs, mensagens de insatisfação pelo comentário publicado, considerando que a matéria publicada no blog tratava do mesmo assunto relacionado a um município da região. A manifestação de insatisfação também é um direito assistido a todo e qualquer cidadão e respeitamos a opinião de todos, ainda que não concordamos. Uma rápida pesquisa nos meios de comunicação da região comprova o que comentamos.
Pedimos desculpas, pois não tínhamos escopo de atingir nenhuma entidade. Não citamos nome de ninguém.
(...) Diferentemente dos Servidores de Remanso, aqui nenhum servidor na Sessão da Câmara e muito menos manifestação. As entidades de classes não se pronunciam. No ano passado, alguns meses antes das eleições faziam manifestações politiqueiras muito antes do final do mês em curso. Hoje, todos caladinhos!



Home Ads