sábado, 30 de dezembro de 2017

ESPAÇO DO LEITOR: EM SENTO-SÉ NÃO É SÓ O DÉCIMO TERCEIRO, FALTA MUITO MAIS!

Amigo Geraldo José gostaria de expressar aqui a tristeza dos moradores desta cidade nos dias que finalizam 2017, pois temos vividos fatos e acontecimentos que deixam cicatrizes em qualquer administração. Os funcionários estão sem receber a última parcela do seu décimo terceiro salário. O governo municipal em sua defesa diz que não pode ultrapassar o limite de gastos com pessoal, mas se olhar os salários são tantas pessoas com gratificações e cargos que ocupam ou ocupavam antes do corte que começou em setembro até final de novembro, que nos deixam perplexos em ainda ter dinheiro para pagar os demais na ativa.
O povo tem sofrido com ingerência da empresa responsável pelo fornecimento de água na cidade, o Saae, pois o que era ruim, ficou pior. As caixas não enchem mais, e não adianta culpar a seca do rio, pois o mesmo está enchendo novamente. Temos água nas torneiras 04:00h por dia. Isto, sendo que, 01:00h a cada 06:00 Hs. Mas as contas todas mês chegam, e um carro de som avisando que a equipe de corte está nas ruas, atrasou, corre risco de cortar se não fizer acordo.
O povo tem sentido na pele a falta de compromisso do governo municipal. Existe tanto cachorro doente nas ruas que não é saudável deixar as crianças brincar nas praças e calçadas. Este ano não vi uma campanha para retirar das ruas os cachorros que vivem doentes espalhados por toda cidade (e se caso postarem dizendo que é mentira, mando as fotos da cachorrada). Está difícil sentar à porta, pois é tanta imprudência cometida por carros e motos que dentro de casa se torna mais seguro. Estamos vivendo presos e os vagabundos soltos fazendo baderna. Esta é a nossa realidade. Quem hoje é poder comete erros e culpa os que passaram, quem errou no passado hoje cobra acertos do que aí estão, e assim vamos vivendo a vida, o povão sendo o maior prejudicado, e a minoria sendo o maior beneficiado.
Clamamos por ajuda, para que o Ministério Público atente aos nossos anseios, pois se sobra dinheiro para contratar bandas para festa de final de ano, falta compromisso em resolver os problemas mais simples que afetam diretamente a população.  E ainda é o início de tudo. Torcendo aqui que também seja o fim da falta de amor ao próximo (a população), e deixe de ajudar tanto o próximo que está próximo (os que elegeram), que não são muitos, hoje aqui em Sento-Sé os que mais estão revoltados são os que ajudaram o governo que ai está!

De um cidadão e eleitor de Sento-Sé, triste com a troca de 6 por meia dúzia!
Fonte: bloggeraldojose
Home Ads