quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

UAUÁ: Opinião – Presidente do DEM de Uauá relata a prática do nepotismo

UAUÁ –  Este texto é de 05 de abril de 2014, publicado num blog fantasma de nome Falando sério, na época eles condenavam as nomeações feitas no governo passado. Parabéns ao autor (a) do texto que tão bem traduz a realidade atual a quem peço Vênia para replicar, como eram fakes e não assinavam nada não preciso de autorização formal. NOTARAM SEMELHANÇA COM ALGO ATUAL?
Marco Aurélio
” Entre o nepotismo, o cinismo político e a hipocrisia desmedida da atual gestão.
A escandalosa prática do nepotismo, tão condenada pela trupe política que hoje ocupa o poder municipal, parece que voltou a ganhar espaço dentro da administração pública. Antes o que era crime ou uma tremenda imoralidade, se tornou prática conveniente e aceitável para a atual gestão. Nesse desgoverno o que não faltam são parentes e parentes dos parentes do prefeito e dos secretários municipais lotando os órgãos públicos e ocupando os cargo de confiança e em comissão dentro da administração. Além dos velhos conhecidos e já escancarados casos de nepotismo envolvendo o atual governo, o prefeito tentando passar atestado de “burrice” no povo, resolveu nos empurrar mais um ato de imoralidade, aliás, imoralidade é o que não falta nessa gestão. Essa semana o ato de imoralidade da vez foi a nomeação de …. , que ganhou um espaçozinho reservado aos puxas-babões dentro da administração… mesmo sem ter capacidade e competência técnica alguma para responder por tal função…
Alguém avisa para essa trupe sedenta pelo poder que a nomeação sem análise técnica dos cônjuges, companheiros ou parentes diretos ou por afinidade até o terceiro grau para cargos de confiança ou comissionados na administração pública, incluindo os familiares dos secretários municipais, violam a Constituição Federal. Esses fatos escandalosos de nepotismo na atual gestão merecem ser questionados pelos vereadores e pelo Ministério Público local, ou será que o poderoso prefeito de nossa cidade está acima das leis?”
Texto enviado pelo leitor Marco Aurélio de Uauá
Fonte: acaopopular

Home Ads