sábado, 17 de março de 2018

Bahia e Juazeirense ficam no empate no Adauto Moraes no primeiro jogo da semifinal

por Leandro Aragão
Bahia e Juazeirense ficam no empate no Adauto Moraes no primeiro jogo da semifinal
Foto: Ivan Cruz/ Futura Press/ Estadão Conteúdo
Juazeinse e Bahia ficaram no empate de 0 a 0 neste sábado (17), no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano. Com isso, a decisão de uma das vagas da final da competição ficou para Salvador.

O Esquadrão de Aço precisa de um novo empate para seguir na briga pelo título. Já o Cancão de Fogo tem que vencer, por qualquer placar, para sonhar com o caneco do Baianão. As duas equipes se enfrentam no próximo domingo (25), às 16h, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela partida de volta da semifinal.

O JOGO

A primeira boa chance foi do Bahia aos três minutos em bola alçada na área. Kayke cabeceou muito fraco, Marco Antônio pegou a sobra, mas chutou muito fraco facilitando o trabalho de Tigre. Em seguida veio a resposta da Juazeirense, que também finalizou fraco e o arqueiro Douglas ficou com a bola.

Aos seis minutos, Léo fez boa jogada pela esquerda, após receber passe de Zé Rafael. O lateral chegou a linha fundo e cruzou para trás. Kayke não aproveitou e Vinícius ficou com a sobra. Ele dominou e soltou a bomba, mas Júnior Gaúcho se jogou na frente afastando o perigo.

A Juazeirense teve boa chance aos 26 minutos com o artilheiro do Campeonato Baiano, Salatiel. Ele recebeu a bola na meia-lua da grande área do Tricolor e bateu girando. Douglas conseguiu fazer a defesa. No minuto seguinte, Júnior Gaúcho desperdiçou outra oportunidade. Ele aproveitou a bola alçada na área, numa cobrança de falta, mas cabeceou mal e ela subiu demais indo para fora.

A Juazeirense fez uma blitz aos 37 minutos. Eron bateu de chapa e Douglas fez grande defesa evitando que o placar fosse inaugurado. O ataque do Cancão de Fogo pegou a sobra, mas a defesa do Bahia conseguiu afastar o perigo.

O volante Waguinho caiu no gramado e precisou receber atendimento médico. O árbitro solicitou a maca. Mas o jogador se recuperou e voltou para a partida.

No último minuto da primeira etapa, o Bahia teve boa chance. Léo puxou o ataque e tocou com Marco Antônio. Ele tabelou e recebeu na frente já na grande área cara a cara com Tigre, mas bateu mal e o goleiro fez a defesa.

Segundo tempo

O Bahia voltou modificado do vestiário. O técnico Guto Ferreira sacou Marco Antônio e colocou Elton. Enquanto a Juazeirense voltou com o mesmo time para o segundo tempo.

Aos 16 minutos, o Bahia abriu o placar com Kayke. Edigar Junio fez o arco para a grande área e o centroavante subiu e cabeceou. A bola passou pelo meio das pernas de Tigre e balançou as redes no Adauto Moraes. Mas o bandeira viu o camisa 21 em posição de impedimento, levantou o pano e o árbitro anulou o gol.

Zaluar foi obrigado a fazer a primeira substituição no minuto 20. O zagueiro Alyson sentiu a coxa e deixou o gramado. Emílio entrou no jogo.

Bruno Matos fez uma boa jogada aos 28 minutos. Ele deu dois cortes no lateral Nino, mas quando chutou para o gol foi travado por Elton e a bola saiu. A resposta do Bahia veio na sequência. Léo foi à linha de fundo da defesa da Juazeirense e cruzou para trás. Edigar Junio furou, a bola sobrou para Kayke que foi travado na hora do chute e Júnior Gaúcho afastou o perigo.

Nino Paraíba desperdiçou uma boa chance aos 32. Ele recebeu passe de Vinicius, mas bateu muito mal e a bola subiu passando longe da meta de Tigre.

Vinicius mandou uma pancada no gol aos 35. Ele aproveitou a sobra da bola e emendou uma bomba da meia-lua. A bola passou tirando tinta da trave direita do goleiro Tigre.

Depois foi a vez de Sassá experimentar de fora. Ele avançou pela direita e mandou a sapatada de longe. A bola passou perto do gol de Douglas e foi para fora.

Aos 39 minutos, Élber protagonizou um lance bizarro. Ele recebeu livre na direita, mas na hora de fazer o cruzamento para a grande área, mas ela saiu pela linha de fundo. A resposta da Juazeirense veio com uma bola que explodiu no travessão com Sassá. Ele pegou de primeira, de fora da área, e o goleiro Douglas, que se esticou, já estava batido no lance.

FICHA TÉCNICA
Juazeirense 0x0 Bahia
Campeonato Baiano – Semifinal (1º jogo)

Local: Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro
Data: 17/03/2018 (sábado)
Horário: 18h30
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida (CBF/Salvador)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Paulo de Tarso Bregalda Gussen. (CBF/Salvador)
Cartão amarelo: Capone, Deca (Juazeirense) / Vinícius, Gregore, Léo (Bahia)
Juazeirense: Tigre, Capone, Alyson (Emílio), Eron e Deca; Waguinho, Júnior Gaúcho, Jussimar (Toni Galego) e Bruno Matos; Rayllan e Salatiel.Técnico: Luis Antonio Zaluar.

Bahia: Douglas; Nino Paraiba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore; Marco Antônio (Elton), Vinicius, Zé Rafael e Edigar Junio (Élber); Kayke (Geovane Itinga). Técnico:Guto Ferreira.


BN
Home Ads