domingo, 11 de março de 2018

SENTO SÉ: CIDADE SEM SORTE - ABANDONADA


fotos: Osiel Amaral











SERÁ QUE GOVERNAR É CUIDA DAS PESSOAS MESMO? QUAIS? È inaceitável que uma cidade com aproximadamente 5.000m² - (Muito pequena - menor que determinadas vilas de cidade média) população estimada pelo IBGE em 2017 de 21.676 pessoas com aproximadamente 9.500 domicílios e orçamento anual de quase 82 milhões de reais/ano continue entregue ao descaso quando na verdade deveria ser bem cuidada. A cidade era pra ser um brinco.  Ao contrário, até parece que não tem governo. Após vários governos dos dois grupos políticos que comandaram e comandam a cidade por quase vinte e quatro anos (verdadeiro BA-VI administrativo), nenhuma medida foi adotada para melhorar a infraestrutura de quase todas as ruas da cidade e bairros. O pouco que foi feito foi pelo ex-gestor. 
Essa tem sido  a forma de governar dessa gente; apenas fazem remendos e depois dizem que são os melhores,  os únicos que cuidam ou fazem pelas pessoas.
A bem da verdade, moradores vem convivendo com essa lastimável situação há pelo menos quarenta e dois anos. De nada adianta milhões e milhões de recursos que a prefeitura recebe mensalmente.
Aqui a Educação, a Saúde, a água servida é de qualidade, mas gestores, residem em cidades da região e do Estado, seus filhos não estudam aqui, não bebem a água servida pelo SAAE e por ai vai.
Moradores da Avenida Dr. Demóstenes Nunes enfrentaram nova invasão de suas casas na noite e madrugada deste domingo (11) e a prefeitura simplesmente na sua inercia a tudo. Sem nenhuma reação 48 horas após. Talvez fazendo jus à cor do governo - Cinza= não tem nas suas características a capacidade de estimular ou tranquilizar. Como não tem uma carga emotiva, é frequentemente caracterizada como uma cor enfadonha e sem movimento.

EM TEMPO:
No ano passado, a prefeitura fez um remendo na Travessa da Colônia, inclusive com direito a efusivos elogios na Câmara Municipal. À época dissemos: "Tudo se deterioriza nas primeiras chuvas"- Hoje, voltou ao passado.

Home Ads