segunda-feira, 11 de junho de 2018

RIO DE JANEIRO: Criminalidade atesta o fracasso da intervenção Publicado em 11/06/2018

Nem parece que a segurança do Rio de Janeiro está sob intervenção federal. A sensação na cidade é de fracasso. Rezando para não se surpreender em meio a arrastões ou tiroteios, hoje, como antes, a população conta apenas com os policiais militares e civis na linha de frente na guerra contra os bandidos. Como sempre, são mortos quase diariamente. Só este ano, já são 60 os policiais mortos, 47 baleados.
O ministro Torquato Jardim (Justiça) denunciou em outubro que “os comandantes da PM são sócios do crime”. Não se fala mais nisso.
Na rotina do crime, bandidos bloqueiam túneis para fazer arrastão, fecham o aeroporto e até o bondinho do Pão de Açúcar. Que vexame.
Em 2017 foram registradas 134 mortes de policiais militares no Estado do Rio, 71 deles assassinados na capital.
Com a sensação de insegurança confirmada nos relatos das vítimas, perdem sentido as estatísticas cor-de-rosa de “queda” na criminalidade.
Fonte: acaopopular
Home Ads