terça-feira, 24 de julho de 2018

Caso Wagner seja plano B a Lula, Sidônio deve deixar campanha de Rui Costa

por Fernando Duarte
Caso Wagner seja plano B a Lula, Sidônio deve deixar campanha de Rui Costa
Foto: Renata Farias/ Bahia Notícias
O baiano Sidônio Palmeira é cotado para ser o marqueteiro do PT na campanha presidencial de 2018, após as passagens dos conterrâneos Duda Mendonça e João Santana pela função (lembre aqui). No entanto, até o momento o nome do marqueteiro está confirmado como comandante da campanha de Rui Costa (PT) à reeleição como governador da Bahia. Sidônio já esteve no posto em 2014 e manteve boas relações com Rui após a vitória em primeiro turno. A situação pode mudar caso o ex-governador Jaques Wagner seja alçado à condição de candidato ao Palácio do Planalto no lugar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Profissionais vinculados ao marqueteiro participam do planejamento da pré-campanha do PT em São Paulo e estariam prontos para assumir o comando caso Wagner seja o substituto de Lula na corrida presidencial. O ex-governador é citado como plano B, porém se mantém como pré-candidato ao Senado pela Bahia nas eleições de 2018. Ainda que Wagner não assuma uma candidatura federal, também não é descartada a hipótese de Sidônio participar da campanha ao Planalto petista. Todavia, a posição oficial da equipe de Rui é que a “preferência” do marqueteiro ainda continua com a campanha à reeleição.

BN
Home Ads