sexta-feira, 13 de julho de 2018

"Time sem muitas novidades ", diz Mancini sobre time que enfrenta o Paraná

por Mateus Carmo no dia 13 de julho de 2018 às 16:46
Foto: Maurícia da Matta / ECV
Nesta sexta-feira (13), o técnico do Vitória Vagner Mancini, foi o escolhido para participar da coletiva de imprensa no Centro de Treinamento da Toca do Leão. Durante a entrevista o comandante falou sobre os novos reforços que estão chegando ao clube neste período de pausa do Campeonato Brasileiro por conta da Copa do Mundo.
A lista de atletas oficializados conta com  Arouca, Ruan Renato, Erick, Marcelo Meli, Marcelo Benítez e Bruno Gomes. E outro dois jogadores devem ser anunciados nos próximos dias o goleiro João Gabriel e o atacante Walter Bou que estava no Boca Juniors da Argentina.
Entretanto, Mancini revelou que é quase certo que a maior parte desses novos atletas  fiquem de fora da primeira partida do Leão na volta do Brasileirão, contra o Paraná, na quarta-feira (18), no estádio do Barradão.
"Muitos atletas chegaram, não sei ao certo se foram oito ou nove, mas, em virtude disso, a gente tem que alterar a equipe, mas não para esse jogo diante do Paraná, porque não sei com quais atletas eu vou poder contar na reestreia do campeonato. [...] Temos um jogo diante do Paraná no dia 18 e domingo jogamos o Ba-Vi. Alguns atletas vão estar liberados para o Ba-Vi, e eu espero que alguns outros estejam liberados para o Paraná. Por isso a gente alterou um pouquinho aquilo que previamente havia decidido, de ser fazer dois amistosos oficiais. Por isso a gente optou por fazer internamente contra o sub-23, entre nós mesmos, porque o time contra o Paraná não vai mudar muito em relação ao time que jogou contra o São Paulo", disse  o técnico
Isso ocorre porque a maior parte das contratações vieram do mercado internacional e desta forma o time Rubro-Negro só vai poder inscrever os jogadores a partir da próxima segunda-feira (16), quando a janela de transferência vai ser aberta.
"Acho que para o jogo contra o Paraná, talvez a gente tenha a equipe basicamente que vinha jogando junto há mais tampo, com uma ou outra entrada de jogadores. Já no jogo do Ba-Vi, talvez eu tenha mais atletas à disposição. Se, por um lado, a gente pode sentir um pouquinho a falta de entrosamento, ou aquele atleta que não está adaptado ao calor de Salvador ou o esquema de jogo, a gente também ganha o cara que está chegando, que está motivado, que quer mostrar. Há uma balança nisso daí. O que nos dá segurança é aquilo que tenho visto nos treinamentos. Uma ajuda muito grande daqueles atletas que estão aqui e que estão tentando passar rapidamente aos outros que chegaram e uma integração muito forte de quem chegou e quer rapidamente se acostumar não só à vida no clube, mas à vida em Salvador. Temos aproveitado o tempo hábil para muitas conversas. Esses dias mesmo fiz uma apresentação do que é nosso esquema de jogo, a metodologia de jogos e treinamentos para todos aqueles que chegaram, junto com os demais. Estamos tentando acelerar o processor para que rapidamente eles estejam aptos" concluiu Mancini.
Fonte: radardabahia
Home Ads