terça-feira, 18 de setembro de 2018

JUAZEIRO: O começo do fim

A corte acatou pedido da Procuradoria Regional Eleitoral, que argumenta que ele está enquadrado na Lei da Ficha Limpa por condenação crimina

Foto: ascom/PMJ

Em sessão encerrada ontem (17) a noite, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) indeferiu o pedido de registro de candidatura a deputado estadual de Isaac Carvalho (PCd0B), ex-prefeito de Juazeiro.
A corte atendeu a pedido da Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE), órgão do Ministério Público (MPF), que pediu impugnação da candidatura sob argumento de que o comunista está enquadrado na Lei da Ficha Limpa.
Isaac Carvalho foi condenado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) em maio de 2016 a ficar inelegível por cinco anos. O ex-prefeito foi acusado de desviar R$ 111,9 milhões da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2009 em Juazeiro.
Em Juazeiro, os seus seguidores ficaram chateados com a decisão da justiça. O silêncio na cidade foi total para uns, já os opositores beberam, dançaram, cantaram, fizeram gozações em redes sociais, em fim, eram uns tristes e outros alegres. Nos bastidores, opositores já se articular para as eleições de 2020.
Fonte: Açãopopular
Home Ads