quinta-feira, 25 de outubro de 2018

SENTO SÉ: ÂNIMOS ACIRRADOS, MUITO BATE-BOCA E VEREADOR SENDO CHAMADO DE “BABA OVO E PUXA SACO” MARCAM A SESSÃO DA CÂMARA POR CONTA DE PROJETO DE LEI DO EXECUTIVO MUNICIPAL.


Foto: Guara APLB

Na sessão desta quinta-feira, 25, na Câmara Municipal de Sento Sé, algo inédito aconteceu e teve quase de tudo. Vereador usando a tribuna desrespeitou o próprio regimento interno ao interagir, discutir os berros com servidores e cidadãos, ameaçando chamar a policia,  muita ironia e Edil sendo chamado de “Baba Ovo e Puxa Saco”.
O motivo que gerou muita polemica foi o Projeto de Lei nº  391/2018 que Dispõe sobre a extinção de cargos previstos na Lei Municipal nº 239 de Julho de 2011 de autoria da Prefeita Municipal. Nos bastidores a conversa geral é que a gestão municipal pretende contratar uma Cooperativa cujos gastos com a contratações de pessoal não interferirá no índice de 54% (cinquenta e quatro por cento), estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Ou seja, a gestão busca uma forma de burlar a LRF e contratar novos servidores  a seu bem querer. Segundo o Vereador Rodolfo Café, nada justifica e tal Projeto de Lei uma vez aprovado, eliminará, no futuro, toda e qualquer chance dos jovens adentrarem no serviço público via concurso que é a portal legal.
A oposição encabeçada pelos vereadores Rodolfo Café e Uemisson Almeida, fez o seu papel de oposição e manobrou ao máximo para impor o maior desgaste possível ao governo da prefeita Ana Passos (PSD). O tema central dos discursos foi que a gestão municipal está agindo contra os servidores em geral, extinguindo diversos  cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Vigias, Auxiliar de Administração, de serviços administrativos, Agente Administrativo, Condutor de Viatura Leve e Pesada e Operador de Máquinas.
O Vereador Denis Almeida, da base do governo, cumprimentou a todos e disse: “...Eu quero dizer a cada um de vocês que quando entrei no politica foi pensando no bem, no desenvolvimento e no progresso do nosso município. (...) Desde o meu mandato passado, estou fazendo cinco anos e dez meses (...)sempre procurei defender o povo de Sento Sé”. “Quero dizer a vocês, que tenham a certeza, que vamos ser contra aquilo que vai prejudicar vocês”.
Membro da bancada da base do governo, o Vereador Hailton Rocha até que iniciou o seu discurso dizendo que (...). Se o projeto vier para prejudicar o povo, não vota.  Entre outras, disse ainda: “a oposição está fazendo politica”, gerando gritaria, vaias, muita discussão com servidores e cidadãos até que alguém da plateia gritou que o Vereador era “Baba Ovo e Puxa Saco” da gestão. De Imediato do Edil pediu respeito, sugeriu a presença da Policia Militar  e solicitou interveniência  do Presidente da Casa para contornar a “ bagunça” formada.
Finalmente, com muito equilíbrio na condução dos trabalhos e fazendo prevalecer o Regimento Interno,  após algumas considerações, o Presidente da Casa Legislativa, Juliano Afonso, deu por encerrada a sessão.

Home Ads