BAHIA: Atraso no pagamento do seguro defeso prejudica pescadores de Remanso

Os pescadores de Remanso, Sento Sé e Sobradinho estão com os seus pagamentos do seguro defeso atrasados. Esses trabalhadores têm direito ao beneficio de novembro a fevereiro, no período da piracema, quando a pesca é proibida.
“Sem poder pescar e sem receber o benefício, estamos numa situação bem difícil, onde quase não conseguimos nem pagar nossas contas”, relata um pescador remansense.
Sento Sé – 3 mil pescadores, menos de mil sacaram.
Sobradinho – 1.400 pescadores, menos de 100 receberam.
Remanso – 1.300 pescadores, pouco mais de 100 receberam.
Remanso Notícias
Tecnologia do Blogger.