SENTO SÉ: GESTÃO MUNICIPAL REDUZ SALÁRIOS DE COMISSIONADOS

Imagem de Internet - reprodução

Com o velho argumento de garantir a responsabilidade na gestão fiscal do Município para assegurar o equilíbrio entre a receita e a despesa pública e considerando (...) para assegurar a continuidade dos serviços essenciais à comunidade, o Diário Oficial Eletrônico do Município publicou  o Decreto Municipal nº 57 publicado na Edição nº 390 Ano 3 - de 17 de Abril de 2019 que reduz subsídios da Prefeita e do Vice-Prefeito (para servir de exemplo), em 10% (dez por cento) por noventa dias; dos Secretários Municipais e outros cargos equivalentes em 10% (dez por cento); válido por 90 dias e reduz em 80% (oitenta por cento) as gratificações concedidas por prazo indeterminado e ficam suspensas as horas extras e contratações  ressalvando os casos que gerem descontinuidade de serviços essenciais as quais somente se darão mediante autorização da chefe municipal.
FONTE: doem.org.br

PONTO DE VISTA:
Assim tem sido os procedimentos do atual grupo político. Foi assim em diversas ocasiões no período de 2001 a 2008. Em Agosto/2001 uma comissão foi criada para “reestruturação administrativa). Muitos nomeados e contratados foram submetidos a trabalharem na condição de voluntários com a expectativa de serem nomeados posteriormente (4 a 5 meses depois) ou na expectativa de receberem seus vencimentos que estavam alguns meses atrasados. Igualmente, outros recebiam normalmente via outros caminhos. Será que a mesma pratica  será colocada em evidencia? Pena que não tem como provar.
As nomeações continuam liberadas e publicadas. Veja Diário Oficial - doem.org.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.