MP-BA determina que mais de 160 médicos deixem postos de trabalho

O desligamento tem como finalidade regularizar a situação de profissionais que mantêm duplo vínculo com o Estado.
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
Mais de 160 médicos devem sair dos postos de trabalho em hospitais e instituições de saúde ligados à Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), por orientação do Ministério Público da Bahia (MP-BA).
FONTE: varelanoticias

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.