A OPINIÃO DO PASTOR TEOBALDO


A morte de Paulo Henrique Amorim Não era meu jornalista predileto. Mas a morte de PH é uma perda para o jornalismo brasileiro. Perda maior ainda para o jornalismo militante e engajado de esquerda no Brasil. Ainda que seja, em parte, uma militância midiática paga para sê-lo.  Espero que ninguém aplauda a sua morte. Adversário político se derrota nas urnas. E nenhuma morte deveria ser motivo de celebração. E se para vencermos quem pensa diferente for preciso vê-lo morto, então perdemos o mínimo da nossa capacidade de lutar com nobreza para obter vitória. Mesmo discordando, muitas vezes, dele e suas crônicas, reconheço seu peso e importância para o jornalismo brasileiro. Posto isso, peço que Deus console sua esposa e filha. Agora é com Deus. Um dia todos partiremos. Respeitemos isso, sem zombarias. 
Pastor Teobaldo Postado por RADIO WEB JUAZEIROmeuip

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.