Morador de Remanso questiona gastos da Secretaria de Saúde com hospital particular

O leitor Saulo Manhães, morador do município de Remanso, entrou em contato com a redação do Portal Preto No Branco para questionar os gastos da gestão municipal com um hospital da rede privada, que presta alguns serviços à população através do Sistema Único de Saúde. De acordo com ele, os serviços prestados pela Secretaria de Saúde são mínimos, comparados aos valores repassados a apenas uma unidade hospitalar.
“A Secretaria de Saúde já pagou a esse hospital vários milhões de reais para a realização de apenas algumas consultas e pouquíssimos procedimentos ambulatoriais, sendo que o referido hospital tem que fornecer à população consultas médicas, procedimentos médicos e procedimentos cirúrgicos ambulatoriais e hospitalares, conforme o contrato”, declarou Saulo Manhães.
Ainda de acordo com ele, os contratos tiveram início em 2017, primeiro ano de mandato da atual gestão, e desde então, o referido hospital vem recebendo, em média, de R$ 200 mil por mês.
“O valor desses procedimentos tem que ser de acordo a tabela SUS. Será que o Secretário de Saúde, com toda a sua arrogância, está fazendo que se cumpra o que está no contrato? Ou simplesmente está favorecendo o hospital com o dinheiro do povo? Duvido muito que esse hospital queira receber apenas R$ 10,00 por uma consulta, pois esse é o valor que o SUS paga por uma consulta médica. De acordo com o valor que esse hospital recebe por mês da Secretaria de Saúde, eles teriam que realizar mais de 20.000 consultas por mês”, acrescentou o morador.
Saulo Manhães finalizou cobrando explicações da prefeitura. “Todo esse serviço talvez seja uma cortina de fumaça para que o pagador de imposto não veja os gastos absurdos. Portanto, a população mais pobre que muitas vezes sofre para conseguir uma consulta e alguns procedimentos médicos, tem que cobrar da Secretaria de Saúde, pois é direito e o benefício é para todos”, concluiu.
O PNB está encaminhando as reclamações do leitor para a prefeitura de Remanso.

Da Redação Preto no Branco

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.