Chesf anuncia nova diminuição da vazão da Barragem de Sobradinho. Agora é 800 metros cúbicos por segundo

 

Em atendimento à demanda do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) vai reduzir a partir desta terça-feira, a defluência média diária da Usina de Sobradinho, na Bahia, saindo dos atuais 1.000 m³/s para 800m³/s.

Atualmente, o reservatório está com apenas 33% de volume útil de capacidade.

A bacia do Rio São Francisco é responsável por cerca de 17% da energia armazenada do Sistema Interligado Nacional (SIN) e só a barragem de Sobradinho representa 10,4% desse total.

No que diz respeito à defluência média diária da UHE Xingó, a vazão pode variar até 2.900 m³/s, ao longo dos meses de outubro e novembro, respeitando uma mínima média diária de 800 m³/s e máxima média mensal de 2.500 m³/s. Tais variações poderão ocorrer a depender da necessidade de otimização energética nas outras regiões do País, conforme determina o ONS

A Chesf ressalta a importância da não ocupação de áreas ribeirinhas na calha principal do Rio São Francisco, haja vista que em condições emergenciais, a exemplo da necessidade de maximização de geração para atendimento ao Sistema Interligado Nacional (SIN), as usinas de Sobradinho e Xingó têm capacidade de turbinar valores da ordem de 4.200 m³/s e 3.000 m³/s, respectivamente. A Empresa permanecerá comunicando, sistematicamente, as vazões a serem praticadas.
 

Redação redeGN com informações Chesf Fotos Ney Vital

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.