Bolsonaro diz que "vai até o limite do Itamaraty" para restabelecimento da democracia na Venezuela

por Neison Cerqueira no dia 02 de May de 2019 às 21:05
Foto: Marcos Corrêa / PR
Segundo a colunista Mônica Bergamo, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil irá "até o limite do Itamaraty" para ajudar no que ele considera o restabelecimento da democracia na Venezuela. "Nós acreditamos no desgaste que o [deputado Juan] Guaidó [que se autoproclamou presidente da Venezuela] pode impingir ao [Nicolás] Maduro", disse ele.
Bolsonaro também afirmou que o governo brasileiro tem recebido "muitos informes" do país vizinho. Segundo o presidente, "Maduro não manda nele mesmo. Quem manda nele são os generais, os cubanos, em boa parte os russos. Ele é vigiado o tempo inteiro".
Questionado até onde o Brasil está disposto a ir para ajudar a tirar Maduro do poder, ele respondeu: "Nós vamos até o limite do Itamaraty. Sem partir para as vias de fato, vamos fazer de tudo para restabelecer a democracia na Venezuela".
FONTE: radardabahia
Tecnologia do Blogger.