SENTO SÉ: PACIENTES DO TFD PERDEM CONSULTAS EM JUAZEIRO E SALVADOR POR FALTA DE COMBUSTÍVEIS NO POSTO CONTRATADO PELA PREFEITURA

Imagem de internet - reprodução


Em áudio veiculando nas redes sociais, determinado cidadão (não identificado) comunica a interlocutor o seguinte. “... A Secretária do Luiz (Secretário de Saúde), a Ju...acabou de me falar que não está tendo gasolina na cidade. As viagens foram todas canceladas por falta de gasolina. Não temos gasolina no Posto que abastece os carros da Prefeitura”.

Entramos em contato com o Secretário de Administração, Perguntamos. Procede? Ele respondeu “... NÃO! A Prefeitura tá normal com o pagamento do combustível. As vezes o fornecedor de gasolina que é o antigo Posto Santos, o caminhão ás vezes atrasa pra trazer o combustível, as vezes um momento ou outro pode não ter chegado o combustível, ontem ou hoje, não sei, vou saber aqui do rapaz que trabalha lá. Que o Posto Renascer  só fornece o combustível S10 e as vezes o carro que for diesel comum ou gasolina pode ter um atraso na entrega. (...) vou procurar saber”

SAIBA O QUE É TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO – TFD.

O Tratamento Fora de Domicílio – TFD, instituído pela Portaria nº 55 da Secretaria de Assistência à Saúde (Ministério da Saúde), é um instrumento legal que visa garantir, através do SUS, tratamento médico a pacientes portadores de doenças não tratáveis no município de origem por falta de condições técnicas.

Assim, o TFD consiste em uma ajuda de custo ao paciente, e em alguns casos, também ao acompanhante, encaminhados por ordem médica à unidades de saúde de outro município ou Estado da Federação, quando esgotados todos os meios de tratamento na localidade de residência do mesmo, desde que haja possibilidade de cura total ou parcial, limitado no período estritamente necessário a este tratamento e aos recursos orçamentários existentes.

Destina-se a pacientes que necessitem de assistência médico-hospitalar cujo procedimento seja considerado de alta e média complexidade eletiva.


PONTO DE VISTA:
Não justifica considerando que a saúde tem prioridade. A doença não espera e pode trazer complicações à vida das pessoas.
Inaceitável situação, respeitamos as justificativas e não concordamos. 
Tecnologia do Blogger.