Cidade natal de João Gilberto, Juazeiro terá luto e homenagens ao pai da Bossa Nova

por Isabela Rocha no dia 07 de July de 2019 às 08:44
Foto: Divulgação - estátua de João Gilberto
A Prefeitura de Juazeiro, no norte da Bahia, também decretou luto oficial por três dias em razão da morte do cantor e compositor João Gilberto, que até antes de completar 18 anos, quando foi morar em Salvador, era conhecido na cidade como “Joãozinho de Patu”, em referência à mãe dele, dona Petronília, conhecida como Patu.
Em Juazeiro, o pai da Bossa Nova cresceu numa casa no centro da cidade, onde hoje é a Secretaria Municipal de Cultura, que será palco de homenagens ao filho ilustre nos festejos do aniversário de emancipação (15 de julho). Desde 2012, a cidade tem uma estátua em homenagem ao cantor, em tamanho natural, localizada na orla, às margens do Rio São Francisco.
No dia 12, às 18h, ocorrerá na casa onde nasceu João Gilberto a exposição “João Gilberto, de Juazeiro para o Mundo”. No quarto de João serão colocadas fotografias raras e vídeos narrando sua vida e obra. E no dia 13, na Orla 2, às 20h, perto da escultura, um show com a banda “Amadores Profissionais” vai exaltar a obra de João.
“A homenagem já estava prevista para ser feita, e agora se torna mais especial. Vamos cantar Bossa Nova, será uma noite de música para João”, disse o prefeito Paulo Bonfim (PCdoB) ao jornal Correio*. “Por sua causa, Juazeiro é conhecida no mundo inteiro. Por seu legado musical e artístico, aqui é a capital mundial da Bossa Nova”.
O gestor disse que tentou convencer a família do músico a realizar o sepultamento na cidade baiana, mas foi avaliado que seria melhor no Rio de Janeiro, para onde embarca às 7h deste domingo a irmã caçula de João Gilberto, Maria Oliva, conhecida como Vivinha, 81 anos, que mora no bairro Country Clube.
FONTE: radardabahia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.