Morte de vereador de Casa Nova abre vaga no legislativo e novo edil pode passar por decisão do prefeito Wilker

Foi sepultado na manhã desta segunda-feira (12), em Casa Nova, o corpo do vereador Vadim do Pipa, morto em acidente automobilístico no início da noite do último sábado, na BR 235. Passada as comoções pela morte trágica do edil, que concorreu pelo PSB numa coligação que incluía PT e PTB, as atenções se voltam agora para a recomposição da vaga aberta na Câmara Municipal de Casa Nova.
O poder de decisão, sobre quem deve assumir a vaga está nas mãos do prefeito Wilker Torres e de dois dos seus secretários: Maria Regina (PSB) e José Carlos Borges (PT), já que Vadim do Pipa, primeiro suplente da Coligação Juntos Vamos Mudar Casa Nova, assumia a vaga em lugar da vereadora Maria Regina (PSB), que está ocupando a titularidade da Secretaria de Ação Social.
Com a ausência do suplente empossado, vitimado no acidente de sábado, a vaga seria ocupada por Zé Carlos Borges, do PT, o primeiro na lista da coligação e o 34º na votação geral, desde que o prefeito, a quem cabe uma análise do quadro político atual decida manter a situação administrativa atual, com Maria Regina e Zé Carlos Borges, mantendo suas vagas na gestão municipal.
Nesse caso abre-se a possibilidade do 3º suplente da coligação, Carlos Gomes Jr, do PTB, 36º na votação geral, assumir a vaga de vereador assim que o legislativo convoque o suplente imediato.
Não resta dúvida, nessa situação, que o prefeito deve avaliar a conjuntura para decidir o que mais ajuda sua gestão, do ponto de vista político: a manutenção do quadro administrativo, abrindo nova vaga na Câmara, ou o retorno de um dos secretários para a vaga aberta no legislativo.
Blog Geraldo José
FONTE: remanso-noticias

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.